De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

Atletas e boêmios: corridas com baladas ao redor do mundo

Quem escreveu

Luciana Guilliod

Data

04 de December, 2015

Share

Férias são sinônimo de descanso? Dá para ser atleta e não largar a boemia? Esse guia vai para os globetrotters maratonistas vida loka. Sim, somos atletas, mas queremos também aproveitar as outras delícias da vida. Abaixo, uma listinha de maratonas para conjugar corrida e diversão mundana.

Maratona do Sol da Meia-Noite

verão em tromso

Estreei na distância com essa corrida, em Tromso, Noruega. A cidadezinha fica no círculo Polar Ártico onde, no verão, o sol não se põe durante meses. A largada é às 20h30 de um sábado, no centro da cidade, e a ideia é que à meia-noite a galera esteja correndo sob o sol – rolam óculos escuros e tudo o mais! A largada e a chegada são no centro de Tromso – e no verão, à meia-noite, o centro é uma festa, com os noruegueses bêbados torcendo super empolgados por você. Cruze a linha de chegada, leve uma camiseta seca, pegue a sua medalha e vá direto beber aquavit no pub com os locais. Em 2016, a maratona acontece dia 16 de junho.

Maratona de Berlim

Se você gosta da coisa, TEM QUE correr em Berlim. É uma das seis majors e é a maratona que detém o recorde mundial. Fico emocionada sempre que penso na primeira vez que os corredores cruzaram o portão de Brandenburgo, até então fechado pelo muro que dividia a cidade em duas, poucas semanas depois da reunificação da Alemanha. Berlim é uma cidades mais legais do mundo, e acho que não precisamos mais convencê-lo disso. A 43a edição da Maratona de Berlim acontece dia 16 de setembro de 2016. E sabe o que rola até 3 de outubro na Alemanha? OKTOBERFEST!

Maratona de Nova York

NYC_o

Todos os anos participo do sorteio das vagas e já tive o privilégio de correr essa major duas vezes. A maratona passa pelos cinco distritos da cidade e reúne um milhão de pessoas torcendo nas ruas, com a linha de chegada no Central Park (bônus: ele fica deslumbrante nas cores do outono). Como tudo é superlativo em Nova York, a semana anterior à da maratona tem programação intensa. Depois da corrida, você pode se esbaldar em alguns dos restaurantes e clubs mais finos do mundo. A maratona acontece no primeiro domingo de novembro e desejo a você muita, muita boa sorte no sorteio das vagas.

Maratona de Reykjavik

Islandia

É uma corrida pequena, com dois mil participantes, o que é ótimo para fazer tempo. A largada e a chegada são no centro, de super fácil acesso. A maratona acontece no terceiro sábado de agosto, quando é comemorado o aniversário da cidade, e metade da população do país (literalmente) vai para Reykjavik festejar. Nas ruas, durante o dia inteiro, há shows, performances artísticas, DJs, brincadeiras infantis… A programação é promovida pela prefeitura e também pela população, que abre suas casas e convida os passantes para um chá. Às 23h rola uma queima de fogos e o povo segue para os bares. Quando corri a maratona no ano passado, dei um relax nas piscinas termais, que são outra grande atração da Islândia, e passei o dia inteiro zoando na rua.

Rock n’ Roll Marathon

O circuito acontece em mais de 30 cidades da América do Norte e da Europa, incluindo Las Vegas, Madri e Cidade do México. O diferencial são as bandas e os DJs tocando no percurso, culminando com um grande show na linha de chegada, como OK GO, Marc Almond e Matisyahu. Acesse o site para escolher a sua.

Quem escreveu

Luciana Guilliod

Data

04 de December, 2015

Share

Luciana Guilliod

Carioca da Zona Norte, hoje mora na Zona Sul. Já foi da noite, da balada e da vida urbana. Hoje é do dia, da tranquilidade e da natureza. Prefere o slow travel, andar a pé, mala de mão e aluguel de apartamento. Se a comida do destino for boa, já vale a passagem.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.