Guia para curtir o SXSW 2018 sem perrengue

Data

20 de February, 2018

Share

A temperatura é relativamente amena no SXSW, um pouco mais frio que no Brasil. Pense “Campos do Jordão”, sabe? Portanto use sempre sapatos confortáveis, uma jaqueta de frio e um guarda-chuva. Mas, como todos nós sabemos, nunca chove quando você leva um guarda chuva. Já houve ano em que o frio bateu mais forte e choveu mais do que o esperado, assim como já teve ano em que um shorts e camiseta eram suficientes para dar conta do calor.

Para as conferências, alguns itens são essenciais:

Kit de sobrevivência | Library Lea
Kit de sobrevivência | Library Lea
  • Mochilinha: você vai precisar de mais coisas do que cabem nos seus bolsos, mas ao mesmo tempo quer as mãos livres para fazer perguntas e emendar um show;
  • Sapatos confortáveis você já está, né? Deixe o salto em casa, acredite. E leve meias, muitas meias. E band-aid;
  • Óculos de sol;
  • Filtro solar e água (A gente sempre esquece, mas tente levar uma para encher por aí e não gastar com água engarrafada – e poluir o mundo);
  • Carregador/ Bateria extra (senão, compre lá no primeiro dia no Trade Show, vale conferir a marca Origaudio);
  • Cartões de visita – MUITOS.
  • Engov – Auto explicativo.
  • Multi-vitamina, com especial foco em Vitamina B/C, já que você, em geral, vai comer mal e tomar mais álcool que o normal.
  • Seu analgésico favorito para dores na perna. LEMBRE-SE, lá você não vai conseguir comprar!
  • Barrinhas de cereais e bobagens naturebas para ter sempre na bolsa e poder pular o almoço.

Não vai para o SXSW? Não consegue estar em todos os lugares ao mesmo tempo? A White Rabbit, nossa empresa parceira, estará com um time de curadores para trazer todas as novidades e tendências para as empresas:

Data

20 de February, 2018

Share

Comentários

  • undefined
    - Sheila

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.