Barcelona, uma das cidades mais divertidas da Europa

Data

01 de December, 2014

Share

Barcelona é um dos destinos mais divertidos da Europa. Por lá não faltam boas festas e festivais, vida cultural agitada, boa gastronomia, além de ser uma cidade que está saindo da crise econômica que assolou a Europa, completamente renovada. A cidade também é um paraíso para quem ama arquitetura.

Barcelona também não é apenas a capital da Catalunha, mas a maior cidade desta comunidade que luta por sua independência do resto da Espanha. E a pergunta que não quer calar é: mas eles vão mesmo se separar? A resposta não é tão simples assim, pois existem diversos interesses envolvidos em meio a toda esta discussão delicada.

Las Ramblas - por Luti - Shutterstock.com
Las Ramblas – por Luti – Shutterstock.com

Por um lado, de cara, se nota a diferença cultural, de idiomas e dos costumes encontrados em um país tão rico culturalmente e diverso em todo seu território. A Catalunha, bem como outras comunidades dentro do território espanhol (País Vasco, Galícia, Valencia), luta para estabelecer esta diferença. Algumas dessas comunidades lutam com mais vigor e outras de uma forma mais sutil.

Estar na Catalunha e chamá-la de Espanha pode ser complicado. Mas basta você ter entendido que, para eles, Barcelona não faz parte da Espanha, e sim da Catalunha, que é um país, dentro de outro país que é a Espanha. Complicou? Não se preocupe, apenas não entre em grandes discussões separatistas e tudo vai ficar bem.

Básico

Em Barcelona você irá encontrar, além de muitos turistas, uma cidade preparada para recebê-los. Desde a chegada, no aeroporto El Prat de Llobregat, um ônibus a preço justo leva você ao Centro em aproximadamente 30 minutos (na praça Catalunha), de onde o acesso é fácil para qualquer canto da cidade, pois é nessa praça que estão as principais conexões. Por ali também se encontra o ponto de Informações Turísticas.

Praça Catalunha - foto Brian Kinney - Shutterstock.com
Praça Catalunha – foto Brian Kinney – Shutterstock.com

Organize-se caso queira ver os principais pontos da cidade ou deixe-se perder por seus bairros e tenha ótimas surpresas. A cidade tem tanta coisa para fazer que, dependendo do tempo de sua estadia, você pode sair com a sensação de que ficou faltando ver algo (ou muito), ou sem ao menos saber o que está perdendo.

Como a maior parte da Europa, a moeda corrente na Espanha é o Euro e a cidade é uma das mais baratas da Europa. É possível se divertir sem gastar muito. Para comer há em cada esquina uma opção de bar de tapas, restaurante ou até mesmo um barzinho para comer algo rápido. Uma regra a ser seguida: não entre em restaurantes que coloquem fotos bem grandes de seus pratos na entrada, pois eles costumam ser caros e a comida na maioria das vezes decepciona.

Para facilitar sua vida, logo que chegar, procure comprar um chip para que você possa usar a internet do seu celular, pois vale a pena para consultas rápidas em mapas ou mesmo guias. Tem um monte de operadoras e um chip sai por volta de 15 euros com saldo para ser utilizado.

Transporte

O transporte público é barato considerando que ele é eficiente, limpo e chega a todas as principais áreas da cidade. Prefira o metrô para distâncias que não possa fazer à pé pois é o melhor meio de transporte para quem está visitando a cidade. Compre bilhetes para ir e vir de metrô ou ônibus nas máquinas disponíveis nas estações. Se quiser, há a opção de comprar um bilhete pelo número de dias que você ficará na cidade, faça as contas e veja o que sai mais rentável pela distância de onde estará hospedado. Dica: muito, muito, muito provavelmente vai valer a pena comprar sempre o de 10 viagens.

Funicular para Tibidado - foto Iakov Filimonov - Shutterstock.com
Funicular para Tibidabo – foto Iakov Filimonov – Shutterstock.com

Os ônibus são uma opção, mas se você não entende catalão o percurso pode ser um pouco complicado. Para subir para algumas partes da cidade como o Montjuic ou Tibidabo, por exemplo, opte por funiculares ou teleféricos. O ticket de transporte funciona em alguns dos funiculares, de toda forma, tickets são sempre vendidos no local. Ao comprar tickets, é bem provável que você precise apenas acesso à Zona 1. Preços e eles são válidos para ônibus ou metrô:

  • ticket unitário: € 2,15 (pode ser usado novamente dentro de um período de 75 minutos)
  • ticket do aeroporto pra cidade: € 4,10
  • T-10: € 9,95* (para 10 viagens) **Mais usado
  • T-Dia: € 7,60 (para usar por um dia)
  • 5 dias: 30,50 €

É possível comprar o bilhete diretamente no ônibus, mas eles vendem apenas ticket unitário.

Melhores bairros para se hospedar

Escolher um bairro para se hospedar na cidade vai depender do tipo de viagem que você está fazendo. Há ótimas opções para todos os gostos e bolsos.

barcelona-neighbourhood-map

Caso queira ficar no agito e no meio da ferveção, as opções são os bairros do centro (Cidade Velha), como o Gótico, o Raval, o El Born/ Ribeira e a Barceloneta. O primeiro tem uma movimentação intensa de quase 24 horas por dia devido a sua proximidade com a Rambla e a grande concentração de bares que atrai os mais jovens e barulhentos turistas. É lá onde está o coração da cidade, o centro, as ruas estreitas, muralhas e o que restou de construções romanas, as igrejas mais incríveis e praças que guardam grande parte da história de Barcelona.

MACBA por pio3 - shutterstock.com
MACBA por pio3 – shutterstock.com

Já o Raval, bairro que fica do outro lado da Rambla, abriga massivamente imigrantes árabes, africanos e asiáticos e isso se pode notar em seus mercados, lojas e restaurantes. É um bairro divertido e tem dentro dele o MACBA, que além de ser um museu imperdível, é ponto de encontro dos skatistas. Em algumas partes o bairro chega a ser descolado sem ser pretencioso. Não foge muito da regra do bairro Gótico e, principalmente nos fins de semana, atinge seu ápice de movimentação. Pode ser uma boa opção se estiver viajando com budget mais apertado. Tome um pouco mais de cuidado em ruas mais isoladas durante a noite, mas sem grandes problemas.

Bairro El Born - foto Lemon Tree Images - shutterstock.com
Bairro El Born – foto Lemon Tree Images – shutterstock.com

O El Born e a Ribeira, ficam entre os bairros que formam a Cidade Velha, cheios de galeria de arte, cafés e pequenos restaurantes. Menos movimentados mas ainda assim com boas opções de diversão. Aparenta ser mais bem conservado e mais novo do que os outros dois bairros; e é! De uma maneira encantadora esta parte da cidade parece uma mistura de boêmia com cultura e pode ser uma grata opção. É bem charmoso e dá vale se perder nas ruelas. É bem fácil se locomover na cidade a partir destes pontos.

Barceloneta por nito - shutterstock.com
Barceloneta por nito – shutterstock.com

Barceloneta é o principal bairro costeiro e a primeira praia com que a maior parte dos turistas tem contato. Não se trata da melhor praia da cidade, mas sim a de acesso mais fácil. O bairro tem partes interessantes e é uma boa opção se quer estar próximo às praias.

Casa Batló - Bairro Gracia por Brian Kin - shutterstock.com
Casa Batló – Bairro Gracia por Brian Kin – shutterstock.com

O Bairro de Grácia é geralmente escolhido como o mais charmoso e tradicional de Barcelona. Mais afastado do centro, ao norte do intenso Passeio de Gracia pode ser uma opção para descansar da movimentação forte. Gracia é para morar com os locais, cheio de lojinhas fofas, cooperativas de agricultores orgânicos, e é conhecido por ser um dos mais hipster-hippie, se é que isso existe.

Vista aérea do bairro Eixample por Iakov Filimonov - Shutterstock.com
Vista aérea do bairro Eixample por Iakov Filimonov – Shutterstock.com

A Eixample (leia eixampla) é um bairro dividido em três partes: a Eixample direita, a Eixample esquerda e a Sagrada Família. É também conhecida como Gayxample caso esteja procurando a parte gay friendly de Barcelona, uma boa pedida por ali é a rede de hotéis gays Axel, considerados “heterofriendly”. Por se tratar de um bairro mais novo (1850), teve um forte projeto urbanístico e seus quarteirões receberam um pátio interno, alguns deles abertos ao público. Mas isso só se pode notar na vista aérea, pois aí dá para se ter uma ideia deste mosaico gigante impresso na cidade. Há boas opções de hotéis, albergues outros tipos de hospedagem. A região é mais residencial e relativamente mais cara que as centrais.

Para comer

No quesito gastronômico, Barcelona é uma cidade “cabeça aberta” em comparação às outras cidades na Catalunha, que são mais enraizadas em sua própria cultura e costumes. Por ser uma cidade cosmopolita, acaba abraçando a cultura e os sabores de diversos países, além dos seus próprios. Podemos encontrar a saborosa culinária regional com ingredientes de primeira, passando pela diversidade de restaurantes asiáticos, africanos, das américas e atualmente uma grande disputa para ter o melhor hambúrguer da cidade. De todas as maneiras, quem sai ganhando são os visitantes com as infinitas opções.

É bom ter boas dicas e saber o que se quer encontrar antes de sair desbravando a parte gastronômica da cidade. Entre tantas opções, fica difícil escolher simplesmente pela fachada bacana ou encontrar aquele restaurante que está naquela ruazinha escondida entre o labirinto de ruas nos bairros do centro. Confira a localização e horários de funcionamento. E acima de tudo, prove sem medo!

Salamanca Restaurante - foto divulgação
Salamanca Restaurante – foto divulgação

Salamanca Não há como não notar este restaurante, de frente para a praia da Barceloneta e que, apesar de ser possivelmente o mais turístico, se come bem. Paellas, frutos do mar, pan con tomate… Sente-se na terraza e enjoy the show. Ver os turistas desfilando pode ser bem divertido, e os garçons são tudo que há de mais tradicional, aquela simpatia! Endereço: Almirall Cervera, 34, 08003 Barcelona. Todos os dias, do meio-dia à meia-noite. É possível consultar o menu aqui.

Dos Pallillos - Foto: London to Barcelona
Dos Palillos – Foto: London to Barcelona

No Bairro do Raval, está localizado numa rua movimentada o restaurante com conceito tapas Espanhola-Asiáticas Dos Palillos. Os pratos são delicadamente preparados com agilidade por profissionais de experiência. Você pode optar por comer e beber no concorrido e apertado bar ou pelo restaurante, onde é imprescindível reservar. No restaurante, dá para pedir o menu degustação provando o melhor de tudo. Endereço: Carrer d’Elisabets, 9 08001 Barcelona. Fechado às segundas e domingos. Terça e quarta, das 19:30 às 23:30. Nos outros dias, das 13:30 às 15:30 e das 19:30 às 23:30.

7 Portes
7 Portes

Se estiver procurando por una Señora Paella ou provar um inesquecível arroz caldoso de frutos do mar para comer de colher, vá ao famoso 7 Portes. Foi aberto em 1836, não à toa é tradicionalíssimo e está sempre aberto. Os pratos de entrada fazem parte da experiência, e saiba que lá estiveram Salvador Dalí, Che Guevara, Picasso e até o nosso Pelé. Os pratos são bem servidos e é relativamente caro, mas vale a pena. Endereço: Passeig d’Isabel II, 14 08003 Barcelona. Todos os dias, das 13 à 1 da manhã. Recomenda-se reservar.

Can Paixano
Can Paixano

Outro lugar bem tradicional é o Can Paixano, mais conhecido como La Champanheria (na nossa pronúncia). É feio, lotado e barato. É também um dos lugares que sempre irão recomendar pois é praticamente um ponto turístico de Barcelona. A galera gosta de ir lá para beber muito, comer os tradicionais sanduíches, e no final gastar pouco. Além do que, pelo menos uma vez, é preciso conhecer o restaurante de portas enormes de madeira, que aparentemente nunca viu uma reforma desde sua abertura em 1969. Os mais corajosos devem pedir o sanduíche de Morcilla (linguiça feita de sangue, prove!) e uma e outra e mais outra garrafa de Espumante (a Champagne local). Prepare-se para entrar em estado ébrio. Endereço: Carrer de la Reina Cristina, 7 08003 Barcelona. Fechado aos domingos. Segunda à sábado: das 9h às 22h30.

Sagàs - foto divulgação
Sagàs – foto divulgação

Sagàs – O principal e primordial em seus pratos, ditos mundiais, são os ingredientes e o cuidado no preparo. O carro-chefe da casa são os sanduíches. O vietnamita Bánh Mì é delicioso, o pão chinês (outra ótima opção) até o tradicional hambúrguer são as melhores pedidas. Tem terraço para os dias de calor e para os fumantes, e aceitam reserva. Endereço: Pla de Palau, 13 08003 Barcelona. Todos os dias de 12h30 às 0h30, exceto sexta e sábado, quando fecha a 1h.

Buen Bocado – Existem muitas opções de Kebab em Barcelona, mas nenhum chega aos pés do Buen Bocado. Passou pela porta e não botou fé? Entre! Confie, pois vale a pena. Além de ser uma opção rápida e barata, estes deliciosos Shawarmas e Kebabs são preparados com bons ingredientes frescos e, diferente da maioria dos outros lugares, sem aquele exagero de molhos ou lotados de repolho que só dão volume. A dica é pedir um extra de babaganush ou de hummus. Há opção deliciosa vegetariana de falafel. O lugar é bem simples para uma refeição rápida. Endereço: Carrer dels Escudellers, 58 08002 Barcelona. Fechado aos domingos, todos os outros dias, das 13:30 às 16:30 e das 18 às 2 da manhã.

O hamburguer do Negro Carbon é feito por argentinos. Saborosos, bem servidos e eles respeitam o ponto pedido da carne. O ambiente é simples, não vá esperando nada de luxo. Peça as batatas bravas como entrada, que dão água na boca. Endereço: Plá del Palau, 16 08003 Barcelona. Segunda, das 9 às 2h, Quarta a domingo, das 9 às 2h. Não abre às terças.

O suculento hamburguer com queijo do Kiosko
O suculento hamburguer com queijo do Kiosko

Para quem adora hamburguer, a outra boa pedida é o Kiosko, uma das hamburguerias mais hipster de Barcelona. Funciona assim: pega a fila, pede e corre para achar um lugar para sentar enquanto aguarda o seu sanduíche sair. O lugar é bem concorrido, o hamburguer é bem suculento e saboroso. Endereço: Marquès de l’Argentera, 1 bis. Diariamente das 13 à 1h.

Bunbo - foto divulgação
Bunbo – foto divulgação

Bun Bo – Vietnamita famoso por ser bom, bonito e barato. Em uma simpática pracinha perto da catedral de Barcelona, o colorido restaurante é disputado entre pessoas que moram na cidade e turistas, pois oferece pratos típicos do país bem interessantes. Vale a pena comer as entradas, a sopa Pho Bo e tomar o Mojito. O menu do dia, com 3 pratos e 1 bebida, custa 10 euros, e os drinks 3,50. Super-recomendado. Endereço: Carrer dels Sagristans, 3 08002 Barcelona. Diariamente das 12  à 1h, excetos às sextas e sábado quando fica aberto até a 1h.

petitbangkok
Petit Bangkok – foto Divulgação

Aos amantes da culinária Tailandesa, o Petit Bagkok é uma delícia! No começo era um restaurante bem simples, daqueles que ninguém quer espalhar a notícia, mas acabaram bombando e com o sucesso acabaram mudando para um novo endereço para receber mais gente. Se estiver em grupo, dividam pratos no centro da mesa para provarem um pouco de tudo. Endereço: Carrer de Vallirana, 29 08006 Barcelona. Terça à sábado, das 13h às 15h30 e 20h às 23h.

La Cova Fumada
La Cova Fumada

Se quiser comer boas tapas, La Cova Fumada é o lugar. Não é a toa que o lugar está sempre lotado. Frequentado principalmente por locais, esse é um lugar que oferece opções simples e tradicionais. Aqui a dica é pedir um de cada, passando pelas lulas, polvo, bacalhau e a deliciosa bomba! Endereço: Carrer Baluard, 56 08003 Barcelona. Fechado aos domingos. De segunda a quarta, das 9 às 15h15. Quintas e sextas, das 9 às 15h15 e das 18 às 20h15. E aos sábados, das 9 às 13h.

Nanit - foto: someseeds.com
Nanit – foto: someseeds.com

Nanit – Neste pequeno restaurante chinês (nanit quer dizer “boa noite” em catalão), localizado na zona nobre pertinho da Rambla Catalunya (Irmã rica da Rambla) são servidos pequenos pratos, dando aos clientes a possibilidade de provar sua variedade de sabores. Já na chegada se nota as cuidadosas chinesinhas preparando os bolinhos (nams) pela vitrine que dá pra rua; e guiosas, que podem ser provadas em caldos ou porçõezinhas ao vapor, entre outros pratos. Endereço: Calle Balmes, 79 08007 Barcelona. Diariamente das 13 às 16h30 e 20 à 0h. Não abre às terças à noite.

La Taqueria
La Taqueria

Casa da autêntica comida mexicana de rua, La Taqueria tem opções de pratos tão deliciosas que será difícil escolher um só. Se for ousado, prove os tacos de Huitlacoche, uma iguaria mexicana pouco encontrada nos restaurantes tradicionais. Uma deliciosa experiência ao lado da Sagrada Familia. Endereço: Passatge de Font, 5 08013 Barcelona. Diariamente das 13 às 16h30. Terça a domingo, das 20h30 às 23h30 e sexta e sábado até 0h.

Bar Canete
Bar Canete

Cañete – Não se surpreenda, pois o lugar é muito bom mesmo! Funciona bem para comer tapas bebericando uma cerveja no bar, ou para um jantar mais formal. De todas as maneiras você vai comer bem e num ambiente pra lá de bem frequentado. Endereço: Carrer de la Unió, 17 08006 Barcelona. Segunda a sábado das 13 à 1h.

Nakashita
Nakashita

O Nakashita oferece sushi de bom gosto, comandado por um brasileiro que sabe conquistar pelo seu talento, criando e recriando obras primas da cozinha japonesa. O restaurante é pequeno e acolhedor e uma das melhores opções para comer sushi entre tantas oferecidas pela cidade. Endereço: Carrer del Rec Comtal, 15 08003 Barcelona. Diariamente das 13h30 às 16h30 e das 20h30 à 0h.

Pitarra
Pitarra

Pitarra – A mais tradicional comida da Catalunha, para provar o que se chama Mar y Montaña, ou seja, comidas que misturam ingredientes do mar e da montanha, pescados e carnes. Parece estranho, mas é preciso provar esta mescla inusitada. Boas opções de caça e peixes. Endereço: Carrer d’Avinyó, 56 08002 Barcelona . Segunda a sábado das 13 às 16h e das 20 às 23h.

Tapas 24 - foto Sobremesa in Spain
Tapas 24 – foto Sobremesa in Spain

Tapas 24 é um restaurante escondidinho próximo ao centro comercial nervoso da Passeig de Grácia. É uma ótima pedida para comer ótimas tapas acompanhadas de um bom vinho depois das compras. É um verdadeiro oásis em meio ao caos. O hambúrguer com foie gras é de comer de joelhos (pena que seja tão pequeno). Não é o lugar mais barato da região, mas sempre terá uma mesa disponível e bom atendimento, além de ser um espaço bem charmoso, tanto fora quanto dentro. Endereço: Diputació, 269, 08007 Barcelona. Diariamente das 9 à 0h.

Para beber e dançar

Em uma cidade jovem como Barcelona, você encontrará diversas opções para sair, beber algo e depois dançar. Boa musica, ótimos cocktails e gente bonita. Se entrar em um lugar e não gostar, saia e procure outro. No centro geralmente estão as mais diversas opções, como por exemplo, na praça Real onde se concentram inúmeras lugares como o bar Ocaña ou o underground SideCar.

De antemão, saiba que um chupito é o nosso conhecido Shot, e por toda a Espanha a comemoração pede um chupito. A Caña é um chope e pedindo una copa de vino tinto você provará uma boa taça de vinho tinto. Muita diversão em longas noites.

Bar Ramon
Bar Ramon

O Bar Ramon existe desde 1939 e é um verdadeiro templo para quem gosta de rock’n roll. Além da combinação de cerveja bem gelada, o bar oferece também um delicioso menu de tapas. Vale a visita, você se sentirá mergulhando no túnel do tempo aos anos 30. Vale reservar mesa caso queira comer. Endereço: Carrer del Comte Borrell, 81 – 08015 Barcelona. Segunda à quinta das 20h30 à 23h30. Sexta e sábado das 9 às 16h e das 20 à 1h.

Bar Manchester
Bar Manchester

Manchester– Neste conhecido bar para ouvir rock inglês, você encontrará um ambiente agitado no estilo underground. No subterrâneo tem uma pista bizarra que eles abrem quando algum DJ aparece por lá. Está no bairro Gótico onde existem vários bares, mas este é um dos que fica ate mais tarde. Detalhe: lá dentro não se vê a hora passar. Endereço: Carrer de Milans, 5, 08002 Barcelona. Diariamente das 19 às 3h.

big_22175935
Sor Rita Bar

Seja você fã do Almodóvar ou não, vai gostar do Sor Rita. Toda a decoração foi inspirada em suas cores e filmes. Os nomes dos drinks e chupitos (shots) são originais e o nome do bar é uma homenagem a uma das famosas personagens do diretor do filme Maus Hábitos (Sor Rita é putinha numa tradução ao pé da letra). É divertido! Endereço: Carrer de La Mercé, 27 08002 Barcelona. Diariamente das 19 às 2h30.

fairmont live border community undo moog barcelona 20

Moog– Balada para quem quer se jogar na pista, que traz DJs convidados de peso, garantindo a diversão da galera que curte boa musica. São dois andares com música diferente em cada pista, mas sempre eletrônica. Endereço: Carrer de l’Arc del Teatre, 3 08001 Barcelona. Domingo a quinta, das 23h59 às 5h, Sexta e sábado, até 5h30.

Sifo - foto: Idiotes Arquitectes
Sifo – foto: Idiotes Arquitectes

No Raval, fica o Sifó. Nos finais de semana, tem gente bacana, bonita e dá até para paquerar. Detalhe para a decoração com a coleção de garrafas de sifão, daí o nome do bar. Endereço: Carrer d’Espalter, 4 08001 Barcelona. Diariamente das 21 às 3h.

Collage - foto: Insider Barcelona
Collage – foto: Insider Barcelona

Para tomar ótimos coquetéis no meio da ferveção, vá ao Collage Bar. Frequentado por gente bonita que gosta de paquera e boa mísica. A preparação das bebidas é um show a parte e garante a diversão. Endereço: Calle Consellers, 4 08003 Barcelona. Segunda a Quinta e Domingo, das 10 às 3h. Sexta e Sábado até às 3h30

Bobby Gyn - foto divulgação
Bobby Gyn – foto divulgação

Existe uma certa paixão na cidade pelo Gin Tonica, e o Bobby Gin oferece uma extensa carta desta bebida, com opções de aromas, marcas e combinações inusitadas. Além disso oferece sugestões de outros clássicos. Para acompanhar o drink impecável feito por barmans especialistas, a boa pedida são as tapas delicadas preparadas ao estilo catalão. Endereço: Carrer de Francisco Giner, 47 08012 Barcelona. Segunda a Quarta e Domingo, das 19 às 2h. Sexta e sábado, até às 3h. Cozinha aberta diariamente das 19 à 0h.

Eclipse Bar -Hotel W
Eclipse Bar -Hotel W

No ultimo andar do Hotel W fica o Eclipse. Não espere muito dos frequentadores, mas a vista de Barcelona é linda, os drinks são ótimos e se estiver com fome tem um sushi bar. Toda a experiência vale por conhecer este hotel que é um marco em BCN. Endereço: Plaça de la Rosa dels Vents, 1 BarcelonaSegunda e quarta, das 18 às 2h; Terça, 18 às 3h30; Quinta, 18 às 3h e Sexta a Domingo, das 18 às 4h.

Placa Allada Vermell é uma praça no meio do bairro El Born. É por lá que tem o prédio com um jardim vertical, um dos mais fotografados da cidade. Essa praça tem vários bares e restaurantes à sua volta e vale a visita. As mesas são recolhidas sempre às 22h por conta do barulho na vizinhança. Um que vale a parada, em especial para almoço no terraço, é o Espai Mescladís, que tem toda uma ação social por trás do negócio (Carrer dels Carders, 39 08003 Barcelona). Endereço da praça: Carrer de l’Allada Vermell.

Festivais e eventos a céu aberto

Primavera Sound 2014 - foto: I Hate Flash
Primavera Sound 2014 – foto: I Hate Flash

Primavera Sound acontece sempre no final de maio, trazendo em três dias artistas já conhecidos pelo público, além de diversas tendências e novidades. O evento acontece no Parc del Forum de Barcelona, que fica um pouco afastado do centro mas tem fácil acesso emr transporte publico. Em 2017, o festival acontece de 31 de Maio a 4 de junho

Sónar Barcelona 2014 - show Roby & Royksöpp
Sónar Barcelona 2014 – show Roby & Royksöpp

Em junho, tem o sempre tão esperado festival Sónar, que reúne em seus 3 dias o que há de melhor em se tratando de musica eletrônica. Tem opções para todos os gostos, especialmente para quem adora descobrir novas sonoridades. É preciso se organizar para conseguir ver tudo o que mais interessa, e ter pique, pois o festival é intenso, acontecendo durante o dia no meio da cidade e à noite, um pouco afastado do centro. Se quiser seguir com a festa, confira o OffSónar que acontece como um after hour do festival. Em 2017, as datas do festival são de 15 a 17 de junho.

Piknik Electronik - foto: Astrid Bosch
Piknik Electronik – foto: Astrid Bosch

Sala Montjuic

Sala MontjuicOutra ótima opção no verão é a Sala Montjuic, um lindo cinema no alto do monte que dá o nome ao evento. Rola de julho ao início de agosto. Vale a pena checar a programação e horários porque cada dia do evento tem uma programação e opções de filmes diferentes. Sempre começa com algum grupo se apresentando ao vivo enquanto não anoitece e a galera vai chegando e se acomodando. Logo seguem os curtas bem bacanas, e depois a atração principal que é o filme (diversos gêneros que foram sucesso). Se prepare para fazer seu picnic, pois o pessoal geralmente leva queijos, presunto Ibérico, pães e vinhos. O clima do evento é uma delícia! Para chegar lá, vá de metro até a estação Plaza de Espanha, e depois pegue o ônibus que sai de um dos pontos na própria praça, e suba especialmente para o cine.

Para turistar

Barcelona é uma cidade generosa com seus visitantes oferecendo diversos pontos turísticos mundialmente conhecidos, e lugares que não podem ser deixados de lado, ainda que você não goste de turistar. A cidade se divide pelas épocas de sua história. A importância de cada bairro ao longo do tempo a moldou no que é hoje. Preste atenção ao labirinto de ruelas estreitas da Cidade velha (Gótico, Born e Raval), aos detalhes da influência de grandes arquitetos do modernismo em construções inigualáveis por toda a cidade e ao notável renascimento da cidade graças às olimpíadas de 1992.

Aproveite para andar muito, seja a pé ou de bicicleta e separe um momento para curtir o charme de suas praças, a beleza de suas igrejas e diversidade de seus mercados.

Antoni Gaudí – Uma das principais razões para Barcelona entrar para o roteiro dos turistas são as obras a céu aberto do arquiteto modernista catalão, espalhadas pela cidade. Sete de suas obras foram consideradas Patrimônio Mundial pela UNESCO e a maior parte está localizada na cidade. A riqueza de detalhes como, por exemplo, na Sagrada Família (pode-se ficar um bom tempo observando a inacabada igreja) e sua grandiosidade, a sensação de movimento que a Pedrera – Casa Milá causa aos olhos, ou a sutileza e delicadeza da Casa Batló. Inegavelmente Gaudí deixou sua marca em tudo o que fez e tornou a cidade ainda mais bonita.

Parc Güell - foto: Vladitto - shutterstock.com
Parc Güell – foto: Vladitto – shutterstock.com

Parque Guell, localizado ao norte da cidade, é a mistura perfeita de obras de Gaudí com a natureza onde se pode interagir e desfrutar de maneira mais próxima de suas criações. É um bom passeio para fazer no Domingo, embora o parque esteja sempre cheio. O parque abriu suas portas em 1914 e conta ainda com um museu onde ficava a casa do artista (entradas vendidas á parte). Atualmente é cobrada tarifa para acesso a uma parte do parque, onde estão as principais obras do Gaudí. Prepare-se para filas. Endereço: Carrer d’Olot, Barcelona. Horários 2016: até 30 de Abril: das 8 às 20h (último acesso às 19h30); 1 de Maio a 28 de Agosto, das 8 às 21h30 (último acesso às 20h30); 29 de Agosto a 29 de Outubro, das 8 às 20h (último acesso às 19h30); 30 de Outubro a 26 de Março, 8h30 às 18h15 (último acesso às 18h30). Valores: € 7 (online) € 8 (na porta); até 12 anos ou acima de 65 anos € 4,90 (online) e € 5,60 (porta)

La Pedrera - Casa Milá - foto: Mihai-Bogdan Lazar - shutterstock.com
La Pedrera – Casa Milá – foto: Mihai-Bogdan Lazar – shutterstock.com

Emblemático prédio chamado Casa Milá, mas que é carinhosamente chamado de La Pedrera devido à sua estrutura. Se observar a fachada do prédio notará que realmente se parece a uma grande pedra, ou ao movimento das ondas do mar, ou faça sua própria leitura do que a imaginação deixar. E, se por fora o prédio é imponente, por dentro é ainda mais surpreendente. A escadaria, o pátio interno de formas luzes e cores, o apartamento e o terraço da cobertura (imperdível). A visita noturna pode ser igualmente surreal e você chegará a pensar em como Gaudi estava além do seu tempo para ter projetado tudo o que constitui a Pedrera. Endereço: Provença, 261-265 08008 Barcelona. Diariamente a partir das 9h e última entrada às 20h. Ingressos € 20,50 euros/adulto a € 39,50. Recomenda-se comprar antecipado.

Casa Batló - foto Brian Kinney - shutterstock.com
Casa Batló – foto Brian Kinney – shutterstock.com

Casa Batló
– Neste prédio localizado no movimentado Passeio de Gracia com a rua Aragó, Gaudí imprimiu sua criatividade usando cores e formatos que dão margem a diversas interpretações de quem o visita. É, ao mesmo tempo, delicado e cheio de detalhes e ainda se pode entrar em um apartamento e ver como a burguesia da cidade vivia nas primeiras décadas dos anos de 1900. A casa foi construída em 1877. Endereço: Passeig de Gràcia, 43 08007 Barcelona. Todos os dias, das 9 às 21 horas (última entrada às 20h). Ingressos: € 22,50 euros/adulto. É possível pagar 5 euros extra para pegar uma fila mais rápida. Recomenda-se comprar antecipado.
Sagrada Familia - foto: Luciano Mortula - shutterstock.com
Sagrada Familia – foto: Luciano Mortula – shutterstock.com

Sagrada Familia sem dúvida é o cartão postal de Barcelona. De qualquer ângulo que olhar para a Basílica, ficará sem folego devido a sua grandiosidade. Entre e conheça o que um dia será a impressionante Igreja, que ainda não tem data exata para conclusão e que foi projetada por Gaudí em 1882. Tragicamente seu arquiteto morreu atropelado por um bonde e seu corpo foi enterrado na cripta da Sagrada Familia. De todas as maneiras ele sabia que jamais viveria para ver a obra terminada. Endereço: Carrer de Mallorca, 401 08013 Barcelona. De outubro a fevereiro, das 9 às 18h; Março, das 9 às 19h; Abril a setembro, das 9 às 20h; Outubro, das 9 às 19h. Dias 25 e 26/12, 1 e 6/01, das 9 às 14h. Ingressos: de € 15 a 29. Recomenda-se (muito) a comprar antecipado.

A princípio, a Catedral de Barcelona foi um templo romano e, ao longo da história, foram se construindo outras estruturas sobre ela, que também passou por diversas reformas. Por fora não dá para se ter noção de tudo o que constitui esta lindíssima Catedral no centro do bairro Gótico. Ainda dentro dela, você pode comprar tíquetes que dão acesso a outras partes interessantes como os terraços internos. Endereço: Pla de la Seu, s/n 08002 Barcelona. Nos dias de semana e sábados, a entrada é de graça das 8 às 0h45; das 13 às 17h, se entra com uma doação; a entrada é de graça de novo, das 17h15 às 19h30. De domingos e feriados, a entrada é de graça das 8 às 13h45; das 14 às 17h, se entra com uma doação; e das 17h15 às 19h30 a entrada é de graça novamente.

COMPRAS E GALERIAS DE ARTE

Rua Enrique Granados (Carrer d’Enric Granados)

Subindo ou descendo por esta rua para pedestres, você encontrará diversas galerias de arte, cafés, lojas interessantes e prédios de arquitetura bem tradicionais de Barcelona. Aqui vale a pena entrar em tudo que achar interessante, pois sempre poderá se surpreender.

L'appartement Design Shop
L’appartement Design Shop

O L’ appartement  é uma pequena loja que vende objetos de design modernos e até mesmo peças de artistas locais, ótima para comprar um presente bacana. A Cosmo Galeria de Arte e Café reúne espaço de exposições e cafeteria num ambiente descontraído e simpático. Endereço: Carrer d’Enric Granados, 44 – 08008 Barcelona. Horários: Terça e Quinta, das 11 às 14h e 17 às 20h30; Sábado, das 11 às 14h e 17 às 20h.

Rua Avinyo (Carrer d´Avinyó).

Poucos sabem, mas esta transitada rua do bairro Gótico foi em outras épocas mais conhecida por suas casas para diversão dos rapazes, ou os famosos bordéis. Frequentada por artistas e boêmios, chegou até a inspirar a obra Demoiselles d’Avignon, de Pablo Picasso. Hoje em dia é a veia moderna do bairro, onde se encontram lojas de moda, brechós, restaurantes, hotéis de luxo entre outros locais interessantes.

La Talenta - foto © Nicolas Lafamour
La Talenta – foto © Nicolas Lafamour

La Talenta – A loja é uma deliciosa mistura de objetos de design independente, móveis vintage e bike shop. Além de tudo isso, uma vez por mês a loja abre as portas para os apreciadores da boa gastronomia em parceria com o projeto Clandesti em jantares de temas diversos. O atendimento é simpático e você estará em um ambiente moderno e descolado no centro de Barcelona. Endereço: Calle Codols, Barcelona. Tel: +34 934 12 38 79

La
La Roca Village

La Roca Village é um grande outlet a céu aberto. Fica em uma cidade a 40 minutos do Centro de Barcelona, mas se você está procurando roupas de grandes marcas a valores promocionais, vale a pena. Apenas recomendamos muita paciência, pois o “garimpo” pode levar tempo e quem sabe seja preciso reservar o dia. Apenas para os Shopping Lovers. Endereço:Santa Agnès de Malanyanes (La Roca del Vallès). Horários: Diariamente das 10 às 21h.

Wa'kü Store & Gallery
Wa’kü Store & Gallery

Wa´ku Store & Gallery – divertida loja, bem decorada que vende peçasde roupa trendy e autenticas. Esta é a loja dos descolados de Barcelona e fica bem no centro da cidade. Endereço: Carrer de la Lluna 2, Barcelona. Horários: Segunda a sábado, das 11 às 14h e 16h às 21h.

La Comercial
La Comercial

La Comercial fica no meio do bairro gótico e é impossível não entrar. É uma loja multi-marcas com uma boa curadoria de objetos de design, cosméticos, acessórios e roupas. Tem marcas como Surface to Air, Carven, Paul Smith, Comme des Garços, Kenzo, Aesop, entre outras. Eles tem uma loja masculina, uma feminina, uma com objetos para casa e agora tem também uma dentro do Hotel W. Endereço: Carrer del Rec 52, 08003 Barcelona. Segunda à quinta das 11 às 21h, Sexta à sábado até 21h30.

La Botiga del Primavera Sound é uma loja de discos pequena e super charmosa. Tem uma boa seleção musical obviamente trazendo para suas prateleiras artistas que passaram ou vão passar pelo festival. Tem também uma ótima seleção de livros sobre música. Vale a visita e fica ao lado da La Comercial. Vale conferir a programação de shows vinculados ao festival, que tem ingressos vendidos por preços especiais na loja. Endereço: Ases 1, 08003 Barcelona. Abre de segunda à sexta, das 13 às 21h e no sábado, das 12 às 20h.

Greey Street
Greey Street

Grey Street –  Quer comprar um presente bem bacana? Ou até mesmo comprar algo diferente para se auto presentear? Passe nesta loja e gaste um tempinho olhando tudo o que eles têm de legal. Endereço: Calle Peu de la Creu, 25, Barcelona

Other Stories
Other Stories

Other Stories – irmã caçula da sueca H&M, ainda está em poucas cidades do mundo. A marca traz uma coleção mais contemporânea, fashion e de qualidade. Os preços não são tão atraentes como a da H&M, mas é uma peça mais irresistível que a outra. Além de roupas, a loja tem também acessórios, bolsas, sapatos, produtos de beleza, revista. Passeig de Gràcia, 8, 08007 Barcelona. Segunda à sábado, das 10 às 21h.

COS Store
COS Store

COS é a irmã do meio da H&M. A moda é atemporal, simétrica e minimalista remetendo um pouco à conterrânea Acne. A qualidade também é superior à irmã mais velha, assim como os preços, mas vale a investida. Eles investem em cores e boas estampas. A Cos tem 3 lojas em Barcelona, mas uma delas é ao lado da Other Stories e da H&M, ou seja, dá para visitar as 3 numa tacada só. Endereço: Passeig de Gràcia, 27 Barcelona. Segunda à sábado, das 10 às 21h.

Além das lojas locais, Barcelona também reúne as principais marcas globais de moda, a maioria concentrada na Passeig de Gracia. Por ali você irá encontrar de H&M à Louis Vuitton. Vale ao El Corte Inglés, a maior loja de departamento espanhola.

MERCADOS E LOJAS GASTRONÔMICAS

Em cada bairro de Barcelona podem ser encontrados mercados em que os moradores locais costumam comprar frutas, legumes, peixes, charcutaria, queijos, azeitonas de todos os tipos, vinhos e até locais bem interessantes para comer algo.

Alguns destes mercados são mais bonitos e conhecidos do que outros. E nem precisa falar catalão pra ser bem atendido, pois eles estão super acostumados com os turistas e você pode até provar a maioria das mercadorias antes de comprar.

Mercado Santa Catarina
Mercado Santa Catarina

Mercado de Santa Catarina – Este mercado no bairro Ciutat Vella/Born, fica próximo à Catedral de Barcelona e tem uma estrutura linda alojada em um antigo convento, e chama atenção pelo incrível mosaico colorido do teto. Existem boxes com exclusivos tomates de diversas partes do mundo, lojas de vinhos com entendedores e suas boas dicas, bacalhau, charcutaria e peixes e frutos do mar de ótima qualidade. Se bater uma fome vá ao Cuines de Santa Caterina tomar uma taça de vinho com tapas deliciosas, além de o restaurante ser lindo. Endereço: Avinguda de Francesc Cambó, 16, Barcelona. Segunda às quartas, das 7h30 às 15h30. Quintas e sextas, das 7 às 20h30 e nos sábados das 7h30 às 15j30.

Mercado Boquería
Mercado Boquería

Mercado da Boqueria – Um dos grandes pontos turísticos de Barcelona, não há como não dar uma passadinha pra tomar um suco de frutas e rodar para ver a diversidade de produtos locais. Além disso, peixes, queijos, ovos de diversas aves, pimentas, vinhos e muitas outras coisas. Endereço: La Rambla, 91, Barcelona. Fechado aos domingos, todos os outros dias das 8 às 20h30.

45006959

Mercado da Barceloneta – Simpático mercado, tradicional por estar no bairro dos pescadores, foi símbolo de compra de peixes e frutos do mar. Vale a pena dar uma passada na famosa padaria Baluard que fica na praça em frente ao mercado, seguramente o paraíso dos pães! Endereço: Plaça de la Font 1. Horários: Terças a sábados, das 9h30 às 23h. Domingos, das 9 às 17h.

IMG_0333

Mercado de l´Abaceria – Localizado no coração do bairro de Gracia o mercado não tem nada de turístico. Na verdade é bem rustico e precisa de uma reforma. Mas nele, e aliás nesta região de Gracia se pode ver os moradores locais indo as compras e seus hábitos, num dos bairros mais tradicionais da cidade. Os preços são mais baixos que os dos mercados mais conhecidos. Ao redor do mercado existem lojas deliciosas para comprar comidas prontas, cafés, charcutaria tradicional local, pães, flores… uma loja atrás da outra com um charme que não tem igual em Barcelona. A dica é a loja tendência Granel, que oferece produtos bio-ecológicos artesanais. Como o nome já sugere: á granel, de uma forma sustentável e praticamente barata. Endereço: Travessera de Gràcia, 186, Barcelona. De segunda a quinta 07 às 14h30 e 17h30 às 20h30. Sexta-feira, das 7 às 15h e das 17 às 20h30. Sábado, 07 às 15h e 17 às 20h.

PARA INSPIRAR

Para quem gosta de arte contemporânea, o MACBA (Museu de Arte Contemporânea de Barcelona) é um prato cheio. Além de reunir um grande conjunto de obras de artistas da Catalunha, Espanha e de outros países, recebe diversas exposições bem interessantes ao longo do ano. Seu grande prédio banco chama atenção e se harmoniza com a praça que é também o ponto de encontro dos skatistas da cidade. Endereço: Plaça dels Àngels, 1 – 08001 Barcelona. Não abre às terças: segunda a sexta, das 11 às 19h30, sábado das 10 às 21h e domingo das 10 às 15h.

Não deixe de conhecer o CCCB (Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona – ao lado do MACBA). O espaço é incrível e apresenta diversas mostras, exposições, palestras e tudo mais que eles possam abrigar. É um dos espaços culturais mais queridos da cidade, pois é democrático, muitas coisas são baratas e algumas vezes grátis. Aliás, toda a região em volta é muito bacana para se passar o dia, pois tem bons restaurantes, bares, os museus e lojas. Aproveite! Endereço: Montalegre, 5 – 08001 Barcelona.  Abre de Terça a domingo, das 11 às 20h.

Museu Joan Miró – A Fundação dedicada ao artista Joan Miró, nascido em Barcelona em 1893, está localizada no bairro de Montjuic. O local que abriga as obras foi ideia do próprio artista e ele mesmo doou grande parte do acervo. Embora muitas de suas obras estejam espalhadas pelo mundo, principalmente pela Europa, o museu reúne uma boa mostra de suas gravuras, pinturas, esculturas e criações. A coleção apresenta ainda obras de outros artistas que fazem uma homenagem a Joan Miró, e vale a pena conferir. Endereço: Fundació Joan Miró, Parc de Montjuïc s/n, Barcelona. Terça a sábado, das 10 às 19h (Out-jun), Terça a sábado, das 10 às 20h (jul-set), Terça das 10 às 21h30. Domingos e feriados das 10 às 14h30.

Teatre Grec – O teatro grego de Barcelona, localizado no Montjuic, ao lado do Museu Miró, foi inaugurado para a grande exposição de 1929 realizada na cidade. O espaço recria tão perfeitamente um autêntico teatro que parece uma construção grega original. Hoje recebe eventos como festivais de música, teatro, apresentações, principalmente na primavera, mas não é necessário esperar a chegada da estação para visitá-lo já que esta aberto ao público, gratuitamente até anoitecer. Os jardins do teatro fazem parte do encanto do lugar. Endereço: Teatre Grec, Passeig de Santa Madrona, Barcelona.

Bairro de Gracia – Esta antiga vila (datada de por volta de 1630) foi sendo abraçada e anexada pela cidade, mas não perdeu seu ar de cidadezinha simpática do interior. Certamente é a paz frente a tantos bairros turísticos de Barcelona. O passeio pelo bairro pode ser feito descendo por suas icônicas praças onde se encontram deliciosos cafés, restaurantes e bares, o bairro abriga ainda cinemas e lojas bem interessantes. As principais praças que devem ser visitadas são a Plaza del Sol, La Plaza de la Vila de Gracia (del Reloj), Plaza de la Revolucion e plaza Virreina.

Barcelona de Bike – Logo que chegar ao centro você vai perceber a quantidade de pessoas andando de bike e alguns grupos de ciclistas. A cidade é propícia para estes passeios por ter uma boa estrutura de ciclovias e contar com o respeito de pedestres e motoristas de carros. Existem diversas opções de lojas que oferecem aluguel por dia e até tours guiados pelos principais pontos turísticos (desta maneira pode até ser mais fácil desbrava-la). Caso queira se juntar a um grupo e participar de um destes tours ou apenas alugar uma bike, uma das lojas mais conhecidas é a Green Bikes Barcelona.

NOS ARREDORES DE BARCELONA

Figueres é uma cidade ao extremo norte da Catalunha, chegando na fronteira com a França. Esta cidade merece ser visitada. Para começar lá se podem tomar ótimos vinhos da região D´Ampordá, provar a gastronomia regional que é deliciosa; e a cidade ainda é um encanto. Mas o principal motivo para que os turistas viajem cerca de duas horas de Barcelona para chegar à cidade é o Teatro-Museu Dalí. Este é o paríso dos fãs do surrealismo e de Salvador Dalí, que nasceu em Figueres. O museu é uma experiência desde a chegada, pois sua fachada estampa a criatividade do artista. Dentro, a cada sala uma nova surpresa, obras que fazem pensar e interagir sem ao menos ter a pretensão de se fazer entender, pois ele era assim, excêntrico.

Caso tenha tempo dê uma esticada a uma cidadezinha da costa chamada Roses. La está a Casa Salvador Dalí de Portlligat, onde você pode conhecer melhor a intimidade do artista e de sua eterna musa inspiradora, Gala. Para chegar lá, é possível ir de trem saindo da estação Sant ou Passeig de Gracia, descendo na estação Figueres. A viagem dura um pouco menos de 2 horas. Tickets: 11,20 a 15 euros. Tem também o trem rápido, que sai da Estação Sants até Figueres Vilafant, fazendo o trecho em 50 minutos. A passagem custa 35 euros e pode ser comprada na hora.

Sitges está localizada a aproximadamente 35km, ao sul de Barcelona e é fácil chegar de trem. Sitgest é uma cidade litorânea, com a maioria das praias de nudismo, e seu principal atrativo durante todo o ano é por ser um dos maiores destinos da comunidade gay da Europa (principalmente meninos). A cidade recebe grandes eventos como o Carnaval de Sitges, festivais de música, cinema e logicamente a Gay Pride, que acontece em junho. A vida noturna da cidade é bem concorrida, oferecendo discotecas, clubes e bares. Pela proximidade dos bares do Centro, rola entrar e sair facilmente dos lugares, criando sua própria rota de bares.

Links Úteis

– Consulado brasileiro em Barcelona
– Telefones úteis
– Espanha Fácil
– Barcelona Turisme
Shows que vão rolar em Barcelona
Guia Barcelona para celular
Transporte Barcelona
app mytaxi

**Foto capa: flickr.com/Rick Ligthelm

Data

01 de December, 2014

Share

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter