As boas do fim de semana em Beagá: 19.10

Quem escreveu

Tiago Belotte

Data

19 de October, 2017

Share

Patrocínio

Faces na Rua é uma parceria do Chicken or Pasta? e de Natura Faces para trazer a melhor programação dos fins de semana, para sair na rua e aproveitar a vida da cidade em 6 capitais do Brasil.

Parece que o horário de verão trouxe o próprio verão junto com ele, não é mesmo? Mas tá tudo bem, a gente dá um jeito e improvisa. Inclusive, não por acaso, a programação a céu aberto do finde tá muito boa viu. Pra dançar, tem Tardes de Primavera com Orquestra Mineira De Brega no quintal da Amadoria. Uma divertidíssima competição de carrinhos de rolimã nas ladeiras do Salgado Filho e Ocupações Temporárias no Inhotim. Na Esplanada do Mineirão, mais um show internacional com John Mayer. Ainda tem apresentações com Ellen Oléria, Zezé Motta e Karol Conka no 9º Festival de Arte Negra de Belo Horizonte em pleno Parque Municipal.

Por falar em Festival de Arte Negra, vale a pena conferir toda a programação do festival que vem celebrando o protagonismo das mulheres negras. Além dos shows, estão rolando oficinas, espetáculos teatrais (tem Vaga Carne com Grace Passô!), exposições, etc. Se o verão já chegou, o melhor a fazer agora é pegar uma bebida gelada e se jogar no nosso guia.

*Foto capa: Foto Elen Oléria por Helen Salomão

Quem escreveu

Tiago Belotte

Data

19 de October, 2017

Share

Patrocínio

Tiago Belotte

Tiago Belotte é apenas um curioso que nas horas vagas está à frente do CoolHow – laboratório de inteligência criativa sediado em Belo Horizonte. Aliás, BH é cidade de nascimento, mas é também uma escolha. Tanto que junto com dois amigos fundou o Beagá Cool – prêmio que virou distrito de negócios criativos, ousados, originais e locais.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.