Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Rio de Janeiro: 29.03

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

28 de March, 2019

Share

Como era gostoso o meu francês e Azyllo muito louco | IMS Rio

Ay gente, o IMS. Viva o IMS. Sente o programão: neste sábado, o Cinema da casa exibe dois filmes do eterno Nelson Pereira dos Santos, como parte da mostra Nelson Pereira em Cartaz: “Azyllo muito louco” e “Como era gostoso o meu francês”. As sessões serão apresentadas pela atriz, roteirista e diretora Ana Maria Magalhães, que falará sobre seu trabalho nos dois filmes. Lembrando que o IMS sempre tem exposições incríveis pra serem visitadas, e também abriga um dos melhores cafés do Rio, o Empório Jardim.

Como era gostoso o meu francês e Azyllo muito louco. Sábado (30.03) às 16h e às 18h. Ingressos a partir de R$ 8, aqui.
IMS. Rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea

Como eliminar seu chefe | IMS Rio

Seguimos no IMS oara mais um flashback cinematográfico de peso. E muito feminista! No longa “Como eliminar seu chefe” (1980), de Colin Higgins, com produção de Jane Fonda, são retratados os desejos mais “obscuros” e divertidos de um grupo de funcionárias (interpretadas por Fonda, Lily Tomlin e Dolly Parton – cata esse elenco Braseeel) para punir seu chefe abusivo e machista. Tá bom quiridas?

Como eliminar seu chefe. Domingo (31.03) às 18h. Ingressos a partir de R$ 8, aqui.
IMS. Rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea

Concerto de Lançamento da Orquestra Sinfônica de Mulheres do RJ

A Orquestra Sinfônica de Mulheres do RJ faz seu lançamento como convidada do II Simpósio Mulher, Poder e Democracia, promovido pelo Centro Cultural da Justiça Federal. O programa tem árias de ópera de forte apelo feminino, além de peças de Chiquinha Gonzaga e Villa-Lobos, e uma homenagem a Bibi Ferreira. A apresentação ainda conta com participação de três cantoras – Ludmilla Bauerfeldt (soprano), Carla Rizzi e Júlia Anjos (mezzo-sopranos). Ansiosa para vê-las em ação. Quem quiser saber mais sobre esse projeto incrível pode fazer o favor de ler esta matéria incrível que saiu na Revista Concerto.

Concerto de Lançamento da Orquestra Sinfônica de Mulheres do RJ. Quinta (28.03) às 19h. Gratuito.
Centro Cultural da Justiça Federal. Avenida Rio Branco, 241 – Centro. 

Peraí, que tem mais

A elogiadíssima e necessária peça “Por Elas”, que trata da prevenção e do enfrentamento da violência doméstica e do feminicídio na sociedade, terá três apresentações gratuitas neste final de semana na Sala Multiuso do CCMJ – Centro Cultural do Poder Judiciário – Museu da Justiça. Imperdível.
Por Elas. Quinta, Sexta e Sábado (28, 29 e 30/03) às 19h. Gratuito com retirada de senha a partir das 18h30.
Rua Dom Manuel, 29 – Centro (Atrás do Fórum).

A Escola de Artes Visuais do Parque Lage apresenta nesta sexta o filme “Blue”, de 1993, dirigido por Derek Jarman e comentado por Bob N, artista e professor da EAV Parque Lage.
Cinelage | Blue. Sexta (29.03) às 19h. Gratuito.
EAV Parque Lage (Pátio da Piscina). Rua Jardim Botânico, 414 – Jardim Botânico. 

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

28 de March, 2019

Share

Luiza Vilela

Luiza S. Vilela é paulistana naturalizada capixaba, mas foi parar no Rio pra cursar letras há 15 anos e nunca mais saiu. Fugiu da vida acadêmica pra escrever, produzir conteúdo e, mais recentemente, casar pessoas. Já coordenou a editoria de FVM e Culinária da Revista Capitolina e contribuiu com Matador, Noo, Rio Etc, Modices e tantas outras. Bate um papo reto sobre literatura, claro, mas também sobre moda, culinária, feminismo e esportes. Site: www.luizaescreve.com

Ver todos os posts

Comentários

  • Não passo uma sexta sem dar um check nas boas do CoP.

    - Marcelo Gusmão
    • Opa, que bom!!!! :)

      - Lalai Persson

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.