Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do feriado Corpus Christi no Rio de Janeiro: 19.06

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

19 de June, 2019

Share

“A Ponte” no CCBB

Finalmeeeente no Rio essa peça! Acompanhei via insta da Flor essa peça nascer e acontecer, e ficava me perguntando quando chegaria por aqui. Pois que finalmente chegou, nesse palco lindo do CCBB. Essa montagem do premiado texto do autor canadense Daniel Maclvor veio parar no Brasil justamente porque a Maria Flor leu e se encantou, e aí juntou um time pra fazer. Aqui a direção ficou por conta de Adriano Guimarães (Prêmio Shell), e completam o elenco Bel Kowarick e Debora Lamm. “A Ponte” aborda a relação de três irmãs separadas pelas circunstâncias da vida, e que são obrigadas a se reencontrar para enfrentar a iminente morte de sua mãe. Universal <3

“A Ponte” no CCBB. De 20 de junho a 12 de agosto. De quinta à segunda-feira, às 19h30. Ingressos a partir de R$ 30.
CCBB.Rua Primeiro de Março 66, Centro. 

Petrobras Sinfônica apresenta Black Album (Metallica)

Um gostinho do que foi o Michael Jackson pra vocês terem uma noção de leve o que vai ser  com Metallica. Amigos, não sei nem o que dizer. Vai ser épico! Para os amigos metaleiros de shopping que nem eu – nos vemos lá, esmalte e olhão preto 4ever.

Petrobras Sinfônica apresenta Black Album (Metallica). Quarta (19.06) às 21h. Ingressos a partir de R$ 90, aqui.
Vivo Rio. Av. Infante Dom Henrique, 85. 

Booksmart (Fora de Série)

Este é o filme perfeito. Não vai ficar muito tempo no cinema porque o mundo é imperfeito. Então corre, tá bom? É engraçado para todos. Eu dei gritos e gritos no cinema. Ri até doer a barriga. É melhor que o trailer. As melhores piadas nem são as do trailer. Enfim, é isso.

Booksmart. Em cartaz nos cinemas. 

Peraí, que tem mais

De 20 a 26 de junho, o Cinema do IMS Rio apresenta uma retrospectiva do cineasta Henri-Georges Clouzot (1907-1977). Os filmes do diretor foram restaurados em 2017, ano do quadragésimo aniversário de sua morte.
Os filmes de Henri-Georges Clouzot no IMS Rio. De 20 a 26.06 (ver programação competa aqui). Ingressos a partir de R$ 8.
IMS-Rio. Rua Marquês de São Vicente, 476 – Gávea. 

Mas pegou uma moda orquestra tocando trilha sonora de filme, né? Que bom, eu amo.
O Senhor dos Anéis In Concert: A Sociedade do Anel no Rio. Sábado (22.06) às 21h. Ingressos a partir de R$ 60, aqui.
Riocentro. Av. Salvador Allende, 6555 – Barra da Tijuca.

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

19 de June, 2019

Share

Luiza Vilela

Luiza S. Vilela é paulistana naturalizada capixaba, mas foi parar no Rio pra cursar letras há 12 anos e nunca mais saiu. Fugiu da vida acadêmica pra escrever, produzir conteúdo e, mais recentemente, casar pessoas. Já coordenou a editoria de FVM e Culinária da Revista Capitolina e contribuiu com Matador, Noo, Rio Etc, Modices e tantas outras. Bate um papo reto sobre literatura, claro, mas também sobre moda, culinária, feminismo e esportes. Site: www.luizaescreve.com

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.