Berlim 24 horas

O dia-a-dia de quem mora em Berlim com dicas culturais, gastronômicas e de passeios para todos os gostos e bolsos.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2022 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Destaques do SXSW 2022 – dias 4, 5 e 6

Quem escreveu

Chicken or Pasta

Data

24 de March, 2022

Share

Nossos destaques na segunda parte do SXSW 2022 são a Maria Ressa, Frances Haugen, Rohit Bhargava e a Amy Webb, com sua tradicional apresentação do Tech Trends Report

Nas telas e nos palcos, somaram-se nomes conhecidos e novos novos talentos cheios de identidade. Nas sessões não exatamente artísticas, é o mesmo. Empresários, formadores de opinião e, até, delatores conhecidos da mídia chamam a atenção e ganham manchetes. Mas, há aquelas pessoas de quem, provavelmente, você nunca ouviu falar. Mas é difícil alguém entrar na programação do Southby à toa. 

Nos dias 4, 5 e 6 do SXSW 2022, a turma conhecida marcou presença de uma maneira que não podemos ignorar… Sem dúvida, foram os destaques, afinal como não citar uma ganhadora do Nobel, dois mestres das tendências e um par de dueladores dos tempos modernos?

Responsabilidade em prol da Democracia 

Basta ler o título do keynote “How to Stand Up to a Dictator” para imaginar por onde essa conversa vai. Dessa vez, a voz da democracia veio através de Maria Ressa (jornalista filipina e vencedora do Nobel da Paz) e Peter Pomerantsev (Senior Fellow at the Johns Hopkins University Agora Institute), que contaram com a mediação de Stephen King (CEO da Luminate – não, não é o escritor). 

Maria Ressa não conseguiu autorização de seu país para viajar, por isso participou do SXSW 2022 virtualmente. Isso não fez diferença na firmeza de suas colocações. Ela não poupou as big techs, especialmente o Facebook (agora Meta), destacando o papel destas empresas no estado atual da democracia. Elas têm que assumir suas responsabilidades sobre fake news e discursos de ódio, bem como por suas consequências. Precisam reconhecer que a tecnologia não é neutra. Peter Pomerantsev trouxe à luz o papel da sociedade na defesa da democracia. Para ele, as big techs se escondem atrás do respeito à liberdade de expressão, uma falácia, quando o que está, de fato, acontecendo é uma liberdade de distribuição. 

Frances Haugen no SXSW 2022
Frances Haugen no SXSW 2022

Palmas à revelação

Frances Haugen foi aplaudida de pé no SXSW 2022. Desde que a cientistas de dados revelou práticas e omissões do Facebook, a única mudança na empresa foi o nome. Por outro lado, a conscientização a respeito de aspectos prejudiciais das redes sociais mexeram com o comportamento de muitos usuários. Movimentos como os que pressionam marcas a pressionarem a plataforma são louváveis, e Haugen espera que eles sejam recorrentes.

A Meta conta com um número considerável de denunciantes e, de fato, ninguém vai se surpreender se outros vierem. Para Frances, isso tem a ver com a falta de transparência nas ações da empresa. Numa comparação com Google e Apple, ela diz que, por mais que estas organizações tenham seus problemas, estão à frente da Meta nessa questão.

“As atuais estratégias técnicas do Facebook não pressupõem que o mundo seja um lugar diverso nem constroem um modelo de negócios que possa, realmente, suportar um nível razoável de segurança.” 
Frances Haugen

Silêncio à omissão

Será que Mark Zuckerberg ficou preocupado com a imagem da Meta no SXSW 2022? Provavelmente, isso a gente nunca vai saber… Fato é que, o nome da empresa só foi ouvido em meio a críticas ou exemplos negativos. Então, de uma hora para outra, foi anunciada a participação de Zuck no festival. Mas ele preferiu não fazer um passeio pelas ruas de Austin e  se apresentou virtualmente. Quem foi assistir acabou não se empolgando muito diante das colocações que ele fez sobre o metaverso e seu futuro. Restou a impressão de que sua passagem pelo Southby foi para defender-se, assim como a sua empresa, de tudo de negativo (ou questionador) que foi dito nos últimos dias.

Rohit Bhargava no SXSW 2022
Rohit Bhargava no SXSW 2022

Obviedade pra que?

Uma apresentação que já virou tradição no Southby é a de Rohit Bhargava. No SXSW 2022, seu levantamento trouxe 10 tendências não óbvias, que apontam questões relacionadas a tecnologia, economia, comportamento, entre outras. 

1. Identidade Amplificada – nossa identidade é representada por cada um dos nossos perfis em redes sociais e afins, o que pode ganhar novas dimensões com o metaverso.

2. Ungendering – a fluidez de gênero será tão natural que a cada vez menos vamos reconhecer objetos como feminino ou masculino.

3. Conhecimento instantâneo – nos adaptamos bem aos tutoriais e nos tornamos adeptos de soluções tecnológicas que nos ajudam aprender de forma rápida.

4. Revivalismo – mergulhados em tecnologia, estamos nos apegando a lembranças do passado e a experiências nostálgicas.

5. Modo humano – queremos mais empatia e admiramos vê-la acontecendo, mesmo que ela não traga soluções instantâneas nem perfeição técnica.

6. Atenção valorizada – com uma infinidade de atrações concorrendo por nossa atenção, ela ganhou status de moeda valiosa.

7. Lucro com significado – nosso consumo passou a ser uma forma de manifestar nossa voz, assim, empresas que, de fato, se comprometem com um propósito têm vantagem competitiva.

8. Abundância de dados – coletamos dados em excesso e, nem sempre extraímos deles as informações que precisamos. Para mudar isso, temos que saber fazer as perguntas certas para eles. 

9. Tecnologia protetiva – estamos abrindo mão de nossa privacidade para ferramentas tecnológicas nos avisarem antes de um passo errado, como ultrapassar o limite do cartão, por exemplo.

10. Comércio de fluxo – facilidades tecnológicas deram às empresas mais liberdade para expandir seus negócios, seguindo fluxos de mercado sem perder a identidade da marca.

Claro que isso é só um resumo, mas, se quiser ver os slides que  Rohit Bhargava apresentou no SXSW 2022, é só baixar aqui.

Além da percepção imediata

Como também já é tradição, Amy Webb lançou o Tech Trends Report, do Future Today Institute, no SXSW 2022. Desde que o festival abriu espaço para este lançamento, esta sessão ganhou um significado próprio. É aquele momento em que qualquer visão romântica da tecnologia é colocada em cheque. Seguindo o manual dos estudos de futuros, Amy sempre apresenta dois cenários para as tendências identificadas, o otimista e o pessimista.

Esse ano, o Tech Trends Report destaca inteligência artificial, metaverso, descentralização e blockchain. Nas análises, uma palavra serviu como guia: repercepção. A ideia é perceber algo novo em uma informação ou cenário já conhecido, algo que vai além daquilo que outras pessoas enxergam. Para Amy, esta capacidade tornou-se essencial – repercebendo a realidade, podemos caminhar por perspectivas melhores. O mais legal da apresentação do Tech Trends Report é que ela está disponível no Youtube!

Texto  em parceria – Renata Lea e Vanessa Mathias

Quem escreveu

Chicken or Pasta

Data

24 de March, 2022

Share

Chicken or Pasta

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.