Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

FarOFFa no Sofá: festival com 130 espetáculos para assistir em casa

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

11 de August, 2020

Share

O festival FarOFFa no Sofá, a versão digital da FarOFFa, apresentará 130 espetáculos de teatro e dança, dos anos 80 aos dias atuais, entre os dias 11 e 16 de agosto. Serão 4 salas virtuais com nomes de importantes espaços culturais brasileiros: Sala Galpão Cine Horto (sede do Grupo Galpão), Sala Teat(R)o Oficina (sede do Teatro Oficina Uzyna Uzona), Sala Teatro Vila Velha (sede do Bando de Teatro Olodum) e Sala Terreiro Contemporâneo (sede da Cia Rubens Barbot Teatro de Dança), além do espaço Kombi, que apresentará bate-papos para discutir e apresentar pontos de vista sobre a atuação em tempos pandêmicos e as perspectivas no campo da ação cultural, e espetáculos.

Na programação há também debates realizados entre 1998 e 2001 durante o Encontro Mundial das Artes Cênicas (Ecum). Nomes como José Celso Martinez Corrêa, Eugênio Barba (Itália /Dinamarca), Yoshito Ohno (Japão), Lydia Hortélio e Sue Morrisson (Canadá), Adama Traoré (Mali), Bèatrice Picon-Valin (França) e Viliam Docolomansky (República Checa) estarão lá. Para apaixonados por teatro e performance, a programação está um prato cheio.

Entre os dias 11 e 16 de agosto acontece o FarOFFa no Sofá, festival que celebra o teatro e a dança com 130 espetáculos nos 6 dias de programação.
BR-3 do Teatro da Vertigem. Foto: Guilherme Bonfanti

Também é uma ótima oportunidade para ver espetáculos emblemáticos do teatro brasileiro. Durante o FarOFFa no Sofá, o Teatro Oficina apresenta Hamlet, Navalha na Carne e Bacantes; tem o Grupo Galpão com Os Gigantes da Montanha e Nós; o Grupo XIX de Teatro com Hysteria; o Teatro da Vertigem com BH-3; o Bando do Teatro Olodum com Áfricas; o Grupo Oficcina Multimédia com Play it Again e Macquinária 21; e o Armazém Cia. de Teatro com A Marca da Água, entre outros.

O festival FarOFFa no Sofá será apresentado no www.faroffa.com.br. O valor de contribuição é livre e o dinheiro arrecadado será doado às instituições e ações que estão acontecendo em várias cidades do país, dando assistência às pessoas em extrema situação de vulnerabilidade. 

O grupo mineiro Teatro em Movimento aproveita a ocasião para lançar o curso gratuito de Formação em Teatro Digital.

*Foto destaque: Bacantes – Teatro Oficina por Jennifer Glass/Fotos do Ofício/Divulgação

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

11 de August, 2020

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.