Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Quer reinventar a educação? Então acompanhe conosco o SXSW Edu

Quem escreveu

Chicken or Pasta

Data

03 de March, 2019

Share

Apresentado por

Imagine um evento de educação que reúne professores, gestores escolares, profissionais de edtech em um só lugar e que tem a grife do SXSW, talvez o maior festival de inovação do mundo? Prazer, esse é o SXSW EDU, festival que celebra sua nona edição em Austin, no Texas, que começou dia  3 e termina em 7 de março de 2019.

O festival é uma iniciativa do SXSW junto com a Associação de Professores do Texas e reúne toda sorte de pessoas interessadas em educação e aprendizagem. Para se ter uma ideia, em 2018 44% do público era composto por professores e gestores escolares.

SXSWEDU Keynote-Alexa-Gonzalez Foto: Wagner

Nos quatro dias de evento, são discutidos diversos temas relacionados ao ensino, especialmente o fundamental e médio: currículo, avaliação, engajamento, formação de professores. Essa discussão é permeada por assuntos como diversidade, inclusão e equidade.

O festival de 2019 está discutindo a apropriação da jornada de aprendizado por educadores e alunos. Outros painéis falam sobre o uso de realidade estendida, blockchain e cidadania digital. Ou seja, um mix de temas e conteúdos que só fazem sentido quando olhados em conjunto: quais os potenciais destinos para a educação.

Para nós brasileiros, estar no SXSW EDU é uma oportunidade de entender como as realidades da educação pública nos Estados Unidos e Brasil são, ao mesmo tempo, parecidas e diferentes. Entre as similaridades, existe a questão do orçamento escolar, as políticas de avaliação entre alunos e professores, além de diversidade e inclusão. Entre as diferenças, vemos principalmente o método curricular e adoção de tecnologias em sala de aula, que está um pouco mais avançada por lá.

Edu- Guide to VR World. Foto: Benedict Jonnes

Estou aqui pela quarta vez consecutiva e acho sempre um barato! É um evento que traz várias possibilidades de interação. Seja em um dos vários happy hours, ou num canto de sala carregando seu telefone, esteja preparado para um bate-papo. É a chance de conhecer pessoas os mais variados projetos: gente que ensina ciências, matemática e línguas através do hip hop; pessoas que criam bibliotecas em barbearias infantis, ou quem usa a tecnologia para combater a violência escolar.

Ah, também darei minha contribuição esse ano. Modero no dia 3 o painel “Making Public Education Thrive in Vulnerable Areas”. Nele, as educadoras Pilar Lacerda e Cleuza Repulho conversarão sobre os desafios e dificuldades da implantação de políticas públicas de educação no Brasil, considerando as aspectos políticos, sociais e econômicos.

Quer ir se preparar para o próximo ano? Então leia isso aqui!

No geral, o SXSW EDU é bem mais barato do que o SXSW. Das inscrições até os custos de hospedagem, espere gastar bem menos em relação a semana do SXSW. Como o preço da passagem aérea não muda tanto, se couber no seu orçamento, uma dobradinha entre os dois festivais é bem-vinda. Se você quiser ir na edição de 2020, fique de olho nas datas divulgadas no site e nas redes sociais do evento. O primeiro lote de vendas costuma abrir em agosto. É quando você consegue os ingressos pelo melhor preço e há boa disponibilidade de hoteis.

Coloque na agenda! Quem sabe nos vemos lá no ano que vem?

*Felipe Menhem é jornalista, curioso e sócio da 42formas, uma empresa de consultoria e desenvolvimento de experiências de aprendizagem.

Foto destaque: Alejandro Mendoza

Quem escreveu

Chicken or Pasta

Data

03 de March, 2019

Share

Apresentado por

Chicken or Pasta

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.