Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

10 motivos para esquiar no Valle Nevado

Quem escreveu

Vanessa Mathias

Data

27 de May, 2019

Share

Apresentado por

Quando algumas pessoas pensam em esquiar, muitas vezes parece um programa muito chique, caro e longe. No entanto, esquiar pode estar muito mais perto e acessível do que você imagina, e é por isso que hoje vamos continuar nossa saga sobre o Valle Nevado, um lugar perfeito para a prática do esqui que fica só a 1h30 da capital Santiago. Valle Nevado é uma das estações de esqui com melhor infraestrutura do Chile e, por causa disso, costuma atrair  muitos brasileiros.  Se você já está convencido, vamos passar uma semaninha nas pistas! Mas também se você está de passagem pelo país, vale a pena subir para experimentar um dia de esqui.

O Valle Nevado é mais disputado no inverno, período em que as montanhas estão cobertas da neve – que tanto nos fascina. A alta temporada normalmente se dá entre final de junho e  final de setembro e a estação fica no topo da montanha, 3 mil metros acima do nível do mar. Quando você chegar lá em cima, vai fazer todo sentido ter subido, e para te motivar a ter essa experiência inesquecível, nesse artigo vou contar um pouco da minha própria experiência esquiando no Valle Nevado e te dar 10 motivos para fazer o mesmo. Confere:

1. Pode ser mais barato que você imagina

Foto: Divulgação Galeria

Honestamente, eu sempre achei isso. E nunca fui milionária mas sempre dei meus pulinhos para aprender a esquiar. Além dos hotéis de 3, 4 e 5 estrelas (Tres Puntas, Puerta del Sol e Valle Nevado) que tem na região, no Valle Nevado Ski Resort há 9 edifícios de apartamentos de 1, 2 e 3 quartos e habitações tipo estúdio que são mais baratas que um hotel. As minhas dicas é buscar o comecinho da temporada (agora fim de junho) ou o final, que tanto as empresas aéreas como os estúdios estão em promoção. Além disso, se a grana estiver curta, dá pra você ficar nas cidades próximas, como Farellones (até opção de hostel tem… e eu já fiquei!), e pedir uma caroninha básica para subir para o Valle.

2. É a mais fácil de chegar do Brasil

Foto: Jorge Angeli – Unsplash

Um dos motivos que fazem o Valle Nevado ser acessível para nós, brasileiros, é a sua proximidade com Santiago. O Valle fica a 46 km da capital do Chile e há opções de vôo para Santiago com Gol, LATAM, Avianca e Aerolíneas Argentinas se você estiver partindo do Brasil ou de Buenos Aires. Uma dica é você também olhar passagens pela Sky Airlines, que é de low cost e não aparece na maior parte dos sites de busca.

Ao chegar a Santiago, há diversas opções de empresas que fazem o transfer de Santiago para o Valle Nevado. O trajeto é curto, mas bastante sinuoso, portanto é importante fazer com uma empresa confiável. 

3. Tem neve boa por mais tempo

Por ser o mais alto da América Latina, a neve é da melhor qualidade. Ele fica a  mais de tres mil metros de altitude. Isso também significa que ele tem neve boa por mais tempo – agora mesmo já começou a nevar! E tem a maior superfície de esqui da América do Sul!

4. É a festa da criançada

Foto: Divulgação Galeria

Se tem uma coisa que tenho inveja do Ola (aqui do blog… sueco…) é ter nascido com o esqui no pé. Como uma bicicleta, é muito mais fácil aprender quando você é criança, que ainda tem a flexibilidade de uma esponja, e o senso de auto-preservação pouco aguçado. Esqueça Disney: é exatamente a viagem que eu gostaria de ter feito quando era criança, e eles tem toda a infraestrutura que os pequenos precisam pra ter uma experiência inesquecível pra contar na escola e para lembrar pra vida inteira  – mesmo que seja por fotos. Para quem tem crianças pequenas, a melhor opção é ficar em um hotel próximo da pista, e por isso recomendamos o hotel Valle Nevado e o Puerta del Sol, ambos com áreas exclusivas para crianças.

5. Rola um bate-volta desde Santiago

Se a sua intenção não é passar vários dias esquiando, o que pode acabar saindo caro dentro do seu orçamento, você pode fazer um bate-volta e aproveitar um tipo de pacote que se chama ski day, ou seja, para passar apenas um dia. O pacote mais completo, que inclui acesso à pista, equipamentos e 2hs de aula coletiva (acredite, você vai precisar se nunca esquiou), custa aproximadamente 90 mil pesos chilenos (cerca de 150 dólares a depender do câmbio do dia) para adultos e 80 mil pesos chilenos para crianças. Ou seja, dá pra ter a experiência sem encarecer muito a viagem e alongar o seu roteiro ;)

6. Não é só pra esquiar

Churrasco no restaurante “BAJO CERO” – Divulgação

O namorado não esquia? Quer levar a mãe?  Eles tem sim o que fazer! Apesar de claramente ser melhor para quem vai se aventurar na neve, o Valle Nevado tem 6 restaurantes, 6 bares/pubs, cinema 3D, piscinas aquecidas, salas de jogos, lojinhas para os consumistas e atividades de entretenimento para casais, famílias e crianças de uma forma geral. Ou seja, dá pra largar a mãe e as crianças com os monitores e ir deslisar. As atividades são divulgadas todas as manhãs durante o café da manhã.

Uma das minhas sugestões é que você pegue a gôndola para ver a neve lá do alto das montanhas – e aproveitar para fazer seus amigos morrerem de inveja no Instagram, claro. Ou, se você é mais do time da boemia, tomar um pisco, ou apenas um chocolate quente no Bajo Zero, um restaurante com vista para as pistas de esqui. Se quiser almoçar no Valle Nevado, o ideal é o combo Gôndola + almoço na montanha. O restaurante tem uma vista de tirar o fôlego.

7. Se aventurar no snowboard

Snowboard no Valle Nevado. Foto: divulgação
Snowboard no Valle Nevado. Foto: divulgação

Aqui eu vou falar mais de enxerida do que por experiência própria. Mas se você for ainda mais aventureiro, já tiver a prática do ski ou for curtir esportes radicais no geral, que tal o snowboard? Praticar snowboard é mais desafiador do que esquiar, porque a prancha de snowboard trava os dois pés e você fica sem apoio quando perde o equilíbrio. Com certeza a experiência pode gerar mais tombos e mais horas de prática para conseguir deslizar na neve. O esqui, em comparação, oferece independência para os dois pés, o que facilita na hora da queda.

O Valle Nevado é uma boa oportunidade para experimentar o snowboard porque há muitas opções de aulas para acelerar o aprendizado. Se você já tem prática de skate, surf, ou qualquer outro esporte similar, um turno de aulas pode ser suficiente para ir para a pista dos iniciantes. Mais um motivo para convencer aquele amigue ou parceiro aventureiro a te acompanhar nessa viagem. E aí, vai encarar?

8. Tá bombando de promoção

Para quem é viciado em promoções de viagens, vale ficar de olho nessa dica: o local tem muitas promoções ao longo do ano que podem baratear uma viagem bem planejada. Com os pacotes de early booking você pode conseguir até 30% de desconto e se você for cliente da Avianca Brasil e ou possuir um cartão da bandeira Mastercard há descontos exclusivos para reservas em qualquer um dos hotéis do complexo, chegando até a 25% de desconto. Além disso, com o cartão você tem 10% de desconto na compra de ingressos diretamente nas bilheterias do Valle Nevado, 20% de desconto no aluguel dos equipamentos necessários para esqui ou snowboard, roupas e acessórios e 20% de desconto em aulas coletivas do resort. Uma boa, não?

9. Os professores tem paciência

Foto: Divulgação Escuela de Ski

Parece bobagem, mas eu só aprendi o pouco que sei sobre esqui com os professores do Valle. Eles entendem que para muitas pessoas que é a primeira vez esquiando, e sabem adequar a aula aos iniciantes. Já outras estações na Europa, além de aulas muito mais caras, achei mais difícil aprender bulhufas.

10. Après Ski

Foto Divulgação Galeria

Pode parecer curioso, mas um dos melhores momentos para quem passa o dia esquiando é o depois. Imagine o cenário: você passou o dia na pista, se superando, passando por desafios – talvez até mesmo alguns tombos – gerando serotonina no seu corpo, fazendo exercício físico intenso e depois de tudo, o que você quer fazer? Juntar os amigos, comer e dar risada. O  “Après Ski” é menos balada que outras estações da Europa, mas não torna menos delicioso. Lá no Valle, nós preferimos fazer isso entre os amigos mesmo. Mas aquela lareira, um jogo de cartas e o vinho é a pedida.

E aí, vamos fazer as malas?

*Foto do destaque: David Becker – Unsplash

Quem escreveu

Vanessa Mathias

Data

27 de May, 2019

Share

Apresentado por

Vanessa Mathias

Seu exacerbado entusiasmo pela cultura, fauna e flora dos mais diversos locais, renderam no currículo, além de experiências incríveis, MUITAS dicas úteis adquiridas arduamente em visitas a embaixadas, hospitais, delegacias e atendimento em companhias aéreas. Nas horas vagas, estuda e atua com pesquisa de tendências e inovação para instituições e marcas.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.