Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Um fim de semana na Ilhabela com o Airbnb

Quem escreveu

Renato Salles

Data

07 de December, 2018

Share

Fazia anos que eu não ia à Ilhabela, uns 15 no mínimo. E olha que eu sempre gostei muito de lá. Já passei Carnaval, réveillon, até temporadas de inverno. Mas sabe como é viagem de universitário, né? A gente sempre alugava uns casebres simplinhos, com uma relação pessoas/banheiros bem alta, e por conta disso o programa sempre era pingar no máximo de praias possíveis durante o dia, e bater perna e perder tempo no centrinho à noite. Bons tempos aqueles, mas sorte a minha que não preciso mais viajar assim. Velho, porém confortável.

A convite do Airbnb, nós do CoP fomos a uma casa no norte da Ilhabela para passar o fim de semana passado, e a experiência não poderia ter sido mais distante do que eu guardava na memória. A Ilha (como chamam os íntimos) mudou muito. Os casebres foram substituídos por casas grandes e elegantes, a avenida principal foi toda remodelada com ciclovias e quiosques, os restaurantes de PF agora tem até toalha de mesa. Só os borrachudos continuam iguais. E a balsa. Não, a balsa está pior. As filas são concorridíssimas, e ai de você se não reservar com bastante antecedência.

Esse burburinho todo é compreensível. A Ilhabela tem algumas das praias mais bonitas do litoral de São Paulo, com vista privilegiada para o continente, ainda com a vantagem de ser uma rara faixa de litoral brasileiro voltado para oeste – e, por consequência, ter o privilégio de ver o pôr-do-sol de frente.

Por do sol

Mas confesso que praticamente não exploramos nada disso. Ainda mais do que na casa de Ubatuba, o fim de semana na Ilhabela foi de retiro completo, e a casa que escolhemos tem uma grande parcela de culpa nisso. Localizada perto da Praia da Armação, no norte da ilha, fica meio distante do buxixo, o que é ideal para quem quer mesmo é relaxar. Além disso, ela ficava no alto do morro, com uma baita varanda com piscina, e uma vista digna de capa de revista. Quem é que quer ficar circulando com um paraíso privativo desses?

Para coroar o fim de semana, o céu contrariou a mais pessimista metereologia, nos brindando com sol firme e brisa delicada quase o tempo todo. A varanda, inevitavelmente, virou o centro de todas as atividades: refeições, petiscos, drinks, sestas, e qualquer outra que não precisasse de uma cama e um banheiro. O wi-fi da casa (com direito a TV a cabo completinha) era bastante decente, então teve até gente trabalhando à beira da piscina. Era impossível sair de lá.

Café de manhã

De comum acordo, fizemos um fim de semana totalmente vegetariano, e nosso personal chef Jô se esbaldou na cozinha, rústica como todo o resto, mas completíssima. O forno de pizza foi dispensado dessa vez em favor do fogão a lenha logo ao lado, que deu uma camada sabor a mais à feijoada vegana. O host Rogério foi extremamente atencioso, e se certificou de deixar tudo à nossa disposição o tempo todo. Aliás, um elogio extra nunca é demais: nunca vi uma casa de temporada – seja campo, praia ou montanha – tão limpa, organizada e cheirosa como a dele.

Foi muito bom voltar à Ilhabela nessa nova fase da vida, porém dois dias foram muito pouco. Essa casa é o tipo de lugar que dá vontade de voltar para passar um mês. Dessa vez, a Lalai e a Dani não puderam estar conosco, então talvez essa seja uma boa desculpa para juntar a cúpula do CoP de novo em algum momento. Uma coisa eu tenho certeza: essa casa está no topo da lista para próximas viagens.

Quem quiser saber mais sobre a casa que ficamos, pode conferir no perfil do Airbnb.

Por dentro da casa

Quem escreveu

Renato Salles

Data

07 de December, 2018

Share

Renato Salles

Para o Renato, em qualquer boa viagem você tem que escolher bem as companhias e os mapas. Excelente arrumador de malas, ele vira um halterofilista na volta de todas as suas viagens, pois acha sempre cabe mais algum souvenir. Gosta de guardar como lembrança de cada lugar vídeos, coisas para pendurar nas paredes e histórias de perrengues. Em situações de estresse, sua recomendação é sempre tomar uma cerveja antes de tomar uma decisão importante. Afinal, nada melhor que um bom bar para conhecer a cultura de um lugar.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.