De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

Rapidinhas SP24hrs: Uma biblioteca na calçada da Vila Mariana

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

23 de February, 2018

Share

No último dia 19, a ESPM inaugurou na calçada da instituição a Livro Livre ESPM, uma biblioteca ao ar livre em um espaço que parece uma banca de jornal. A biblioteca é aberta para todos, 24 horas por dia, não tem porteiro ou portas. Para segurança, eles contam com os mesmos aparatos da faculdade.

A biblioteca conta hoje com mais de dois mil livros, a maioria vindo de doações. Aliás, doações são bem-vindas e quem quiser deixar alguns livros por lá. É só levar na portaria da instituição que equipe responsável pela biblioteca colocam os objetos a disposição.
bibliotecalivrolivre
Para emprestar um livro, basta entrar e levar os títulos desejados. Não existem regras de devolução, elas podem ser feita no tempo que a pessoa achar necessária.

Livro Livre ESPM
Rua Dr. Álvaro Alvim, 123. Vila Mariana
Funcionamento 24 horas
*Foto: Livro Livre ESPM / Folha de São Paulo

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

23 de February, 2018

Share

Dani Valentin

A Dani gasta todo o seu dinheiro com viagens. Um de seus maiores orgulhos é dizer que já pisou em cinco continentes. É do tipo sem frescura, que prefere localização a luxo e não se importa de compartilhar o banheiro de vez em quando. Adora aprender palavras no idioma do país que vai visitar e não tem vergonha de bancar a turista.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.