De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos em São Paulo para driblar a crise.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

MUJI ganha uma loja pop-up em São Paulo

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

21 de May, 2018

Share

A notícia da chegada da (maravilhosa) loja da MUJI em São Paulo veio junto com a abertura da Japan House no ano passado. Finalmente parece que este aguardado dia está chegando. Ele será no próximo dia 19 de junho.

MUJI cosméticos.
MUJI cosméticos. Foto: divulgação

Para quem não sabe do que se trata a MUJI significa em português “produtos de qualidade sem marca”. Ela surgiu em 1980 no Japão oferecendo produtos para casa, cosméticos, acessórios, vestuário e até alimentos e casas. A oferta é bem ampla. Tem tudo que você precisa mas nunca imaginou que existia. Os produtos tem design simples e funcional, tem boa qualidade de fato e os preços são bem acessíveis.
A MUJI tem até casas à venda em seu portfólio de produtos
A MUJI tem até casas à venda em seu portfólio de produtos. Foto: divulgação

Atualmente eles contam com mais de 700 lojas ao redor do mundo, oferecendo mais de 7 mil itens diferentes. A loja pop-up de São Paulo também será a primeira presença da marca na América Latina. Não conseguimos muitos detalhes sobre a sua versão brasileira, mas estamos aqui na maior expectativa para que ela chegue logo.
O supermercado da MUJI Yurakucho, a loja flaship da marca
O supermercado da MUJI Yurakucho, no Japão, a loja flaship da marca. Foto: Lalai Persson

 
UPDATE!

JAPAN HOUSE São Paulo anunciou oficialmente a MUJI Pop Up – temporária do dia 19 de junho a 22 de julho. 

No térreo da JAPAN HOUSE São Paulo a loja da marca icônica japonesa no Brasil, com diversos itens de papelaria, decoração e organização para conhecer e comprar, e anunciaram que entre os mais desejados da marca, estarão a venda na inauguração:

  • Hard Carry Bag (a partir de R$ 1.800,00) – Mala de viagem em diferentes cores e tamanhos;
  • Puff quadrado e capa (a partir de R$ 1.600,00) – vendidos separadamente;
  • Cadernos/Notebook recycled (a partir de R$ 9,00) – Feitos em papel reciclado, também disponíveis em diferentes tamanhos;
  • Mini porta escova de dentes/Porcelain Toothbrush Stand (R$ 48,00) – feito para uma única escova, minimalista e ideal para ocupar menos espaço;
  • Almofada de pescoço/Well Fitted Neck Cushion (R$ 158,00) – Preenchida com cerca de 5 milhões de micro pérolas e que encaixa perfeitamente ao formato do pescoço, garantindo um melhor apoio. Também pode ser usado como um encosto, apoio para pés ou travesseiro lateral.


SERVIÇO
JAPAN HOUSE São Paulo – Avenida Paulista, 52 (Piso Térreo)
De 19 de junho a 22 de julho
Horário de funcionamento:
Terça-feira a Sábado: das 10h às 22h
Domingos e feriados: das 10h às 18h
Entrada gratuita
Confira a programação no www.facebook.com/JapanHouseSP/
sobre a MUJI

A MUJI foi fundada no Japão em 1980, a Mujirushi Ryohin, MUJI em japonês, se traduz como “artigos de qualidade sem marca” e oferece uma ampla variedade de produtos de qualidade, incluindo bens de consumo, vestuário e alimentos. Baseia-se em três princípios fundamentais desde sua fundação: Seleção de materiais; Simplificação de processos e de embalagens. Os produtos da MUJI são criados por um processo de fabricação extremamente racional, são sucintos e privilegiam a simplicidade e o vazio, englobando os sentimentos e pensamentos de todas as pessoas.

*Fotos: divulgação MUJI e foto destaque: MUJI de Bangalore, na Índia / divulgação

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

21 de May, 2018

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.