De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

Hot Pork: chegou o melhor porco quente de São Paulo

Quem escreveu

Jo Machado

Data

29 de January, 2018

Share

Não é hot dog, é hot pork e foi um dos maiores presentes que a cidade ganhou nesse último aniversário. Inaugurado – ainda em soft opening – na última quinta-feira, 25, a nova casa do casal-rueda-do-amor-da-bendita-mão-maravilhosa-pra-cozinha traz um upgrade de um dos ícones da comida de rua, o hot dog. Ou hot pork como foi rebatizado por lá.

hot pork, janaina rueda, jefferson rueda
Foto: @janainarueda1

Em uma esquina do centro da cidade, com uma vista privilegiada do Copan, o Hot Pork traz um clima simples e gostoso, cheio de sabor, cor e diversão ao centro de São Paulo com uma temática meio circense dos anos 20. Super colorido!
As opções por lá são bem objetivas. Duas opções do lanche, uma com a salsicha de porco e outra com salsicha vegetariana. Em ambos os casos, tudo confeccionado na casa. Sim, das salsichas ao pão, é tudo feito pela turma dos Rueda. Se você duvidar, é só dar um pulo lá. A cozinha fica a mostra e através de um vidro dá pra acompanhar toda a cadeia de produção. Inclusive as salsichas penduradinhas esperando para serem devoradas.
hot pork, janaina rueda, jefferson rueda
Foto: @machado_jo

Se você já esteve na Casa do Porco, sabe quanto o conhecido sanduíche de porco quente é de morrer de bom. E lá no Hot Pork ele ficou enorme e ganhou a versão vegetariana, o Not Pork, com uma salsicha feita à base de cogumelos. Os dois são servidos em um pão tostado, com ketchup de maçã e especiarias, mostarda fermentada com tucupi, maionese e picles de cebola roxa. O precinho é quase do seu tamanho. Quase! Só R$15 cada um. Eu não resisti, provei os dois, e posso comprovar: é difícil dizer qual é melhor!
hot pork, janaina rueda, jefferson rueda
Foto: @machado_jo

Para beber, são servidas bebidas que harmonizam bem com o porco quente. A grande estrela da casa é a sidra Épo de abacaxi com hibiscos (R$9), produto artesanal brasileiro de Morada, em Curitiba. Além dela, ainda tem cerveja artesanal blondine feita exclusivamente para o Hot Pork chamada WitPork (R$12), cerveja Heineken (R$8), e refrigerantes naturais (R$7).
hot pork, janaina rueda, jefferson rueda
Foto: @machado_jo

No final de tudo, além dos sabores e de saber da procedência de cada ingrediente que você está consumindo, um dos pontos mais incríveis do Hot Pork pra mim é o fato de poder sentir a cidade ao seu redor enquanto você come algo simples, barato e pra lá de democrático.
hot pork, janaina rueda, jefferson rueda
Foto: @machado_jo

Vida longa ao Hot Pork e inspiração para novos empreendimentos assim. Com consciência nos seus manufaturados e integração com as necessidades da cidade.
E sim, é o melhor hot pork (dog) da cidade! Eu acho.
Hot Pork
Rua Bento Freitas, 454 – República
Do dia 25 ao 31/01, de segunda a domingo das 11h às 17h.
A partir do dia 01/02, de segunda a domingo das 11h às 22h. 

Quem escreveu

Jo Machado

Data

29 de January, 2018

Share

Jo Machado

O Jo é do tipo que separa pelo menos 30% do tempo das viagens para fazer o turista japonês, com câmera no pescoço e monumentos lotados. Fascinado pelas diferenças culturais, fotografa tudo que vê pela frente, e leva quem estiver junto nas suas experiências. Suas maiores memórias dos lugares são através da culinária, em especial a comidinha despretensiosa de rua. Seu lema de viagem? Leve bons sapatos, para agüentar longas caminhadas e faça uma boa mixtape para ouvir enquanto desbrava novos lugares. Nada é melhor do que associar lindas memórias à boas canções.

Ver todos os posts

Comentários

  • Só pra deixar claro, o pão vai leite o ovos, logo o lanche não é vegano.
    - Danilo
    • Oi Danilo, tudo bem? Você tem toda razão! É realmente vegetariano e não vegano. Já sabíamos e acabamos deixando passar na edição do post. Ato falho! Obrigado!
      - Jo Machado

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.