De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

O nosso guia eventos gratuitos em São Paulo é apresentado pela Catho

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

18 de December, 2018

Share

Apresentado por

Esse guia de eventos gratuitos nasceu da vontade de mostrar que há amor em São Paulo. A cidade tem uma oferta extensa de programação gratuita que muita gente não sabe. A ideia é facilitar o acesso à cultura que São Paulo oferece, incentivando a todos a explorar este lado gratificante de morar aqui.

A notícia de ter um patrocinador para este guia não poderia ter vindo em melhor hora. Foi um presente de Natal. Pra mim e pra você. A Catho passa a apresentar nossos “guia de eventos gratuitos em São Paulo para curtir a cidade”, a partir da próxima edição. Mas por que a Catho? Eu fui bater um papo com eles pra entender.

Guia eventos gratuitos em São Paulo - Chicken or Pasta. Foto: Leonardo Sanches / Unsplash
Guia eventos gratuitos em São Paulo – Chicken or Pasta. Foto: Leonardo Sanches / Unsplash

A Catho é uma empresa multinacional de tecnologia com mais de 900 colaboradores no Brasil e tem como missão mudar a vida das pessoas por meio do trabalho e carreira. A Catho acredita que o acesso à cultura e ao lazer aumenta o potencial de qualquer pessoa entrar no mercado de trabalho. Por quê? Porque esse acesso expande nosso olhar pro mundo. Ter acesso à diversidade cultural que temos em São Paulo nos ensina a crescer como pessoas melhores, a sermos mais críticos, e nos ajuda a entender e aceitar a diversidade que nos cerca. O bônus é que, muitas vezes, saindo do nosso mundo enxergamos outras possibilidades profissionais que de outra forma não enxergamos.

Conversando com o Ricardo Morais, gerente de marketing, sobre ter esse projeto em parceria com a Catho, ele foi enfático: “As pessoas precisam ter mais acesso aos benefícios que a cidade dá, pois usufruí-los é integrá-las a sociedade, democratizando  o acesso à cultura que é super importante nesse momento tão delicado que é estar desempregado”.

As regiões periféricas estão mais distantes dos museus e teatros, por exemplo. Sabemos que não é fácil sair dos extremos de São Paulo pra chegar ao centro, por isso queremos aos poucos aumentar a presença das casas de cultura em outras regiões além da central.

O Nexo publicou uma pesquisa feita pela JLeiva Cultura e Esporte em parceria com o Datafolha que mostra que um terço da população (32%) depende de acesso gratuito pra frequentar eventos culturais. “Para 40%, frequentar atividades gratuitas é mais comum do que participar de atividades pagas, como ir ao cinema, ou assistir a shows”, de acordo com a pesquisa. O nosso objetivo é mostrar uma programação bem extensa e diversa, totalmente gratuita.

Vamos continuar tendo festas, shows, mostras de cinema, teatro, dança, exposições, performance, leituras e até mesmo cursos gratuitos que se espalham cada vez mais por São Paulo.

Sugestões são sempre bem-vindas! Agradeço imensamente à Catho por acreditar no projeto e ajudar a mantê-lo.

*Foto destaque facebook: Leonardo Sanches / Unsplash e foto destaque post Joao Tzanno on Unsplash.

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

18 de December, 2018

Share

Apresentado por

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.