De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

O que são as crews de corrida e porque você deve conhecê-las

Quem escreveu

Luciana Guilliod

Data

17 de August, 2018

Share

O que são as crews de corrida? Elas não poderiam ser mais diferentes das assessorias esportivas.

Os atletas amadores de corrida acordam cedo, tomam whey protein, usam equipamentos sofisticados. Seguem a planilha prescrita pelo treinador, têm uma alimentação regrada, participam de provas e são competitivos.

Mas e se você quiser correr livre e selvagem? Pela diversão, do jeito que fazia quando criança? Por lugares onde ninguém corre, em horários não convencionais? Sem trajeto, distância ou velocidade preestabelecidos? Para explorar os limites do corpo e da cidade? Se Anthony Bourdain corresse, como ele faria?

Saem as assessorias esportivas. Entram as crews de corrida.

Para as crews, o time vem em primeiro lugar. Não há planilha, mensalidade ou qualquer tipo de cobrança. O objetivo é a promoção do esporte e a inserção da corrida no ambiente urbano. As crews reúnem de ultramaratonistas a iniciantes e objetivo não é a competição: a união fala mais alto que a performance. Todos começam juntos, terminam juntos e ninguém fica pelo caminho.

crews de corrida
A crew de Corrida Brigde Runners em ação (foto: reprodução do Facebook)

Reza a lenda que Mike Saes estava atrasado pra pegar as crianças na escola e, ao se ver preso no trânsito de Nova York, pulou do taxi e saiu correndo pela ponte de Williamsburg. O rolé foi tão prazeroso que ele continuou com o hábito, convenceu os amigos a vir junto e criou a NYC Bridge Runners em 2004. Em 2007 veio a Run Dem Crew, em Londres. Comuns há alguns anos nas grandes metrópoles mundiais, as crews começam também a florescer em cidades brasileiras, como São Paulo e Rio.

As crews de corrida são fruto do cenário urbano e reúnem pessoas que partilham dos mesmos valores. As ideias e projetos que nascem desses encontros rotineiros de artistas, músicos, designers e estudantes são tão importantes quanto as passadas. Outra vantagem é que as crews tendem a ser bem mais diversas e inclusivas que o ambiente WASP das assessorias esportivas.

Se em uma equipe o sentimento é de união entre os participantes, as crews também demonstram grande integração entre elas. O #Bridgethegap – Bridge The Gap é o movimento que as congrega sob o mesmo teto. A iniciativa visa ligar os pontos entre cultura, estilo de vida, música, arte, criatividade e experiências, com eventos ao redor do mundo onde as crews se reúnem.

Os corredores deixam os MP3 players em casa – não só por segurança, mas para poder interagir com os demais membros do grupo. Mas há música, sim: a Cria Crew, por exemplo, tem o Criamóvel, misto de bicicleta e caixa de som que embala os treinos da equipe carioca. Já a história da Brutal Corre se mistura com a história do rap carioca – ela é um braço da Brutal Crew, comunidade de rappers e MCs da Lapa, que existe desde 1997. As corridas do grupo costumam terminar com som e DJs em algum local a céu aberto do Rio.

Sim, nas crews de corrida a interação é grande e os treinos são quase sempre seguidos por uma social, com arte, música, comida e bebida. A energia e criatividade desses encontros são canalizadas nas redes sociais, sempre alimentadas por fotos e posts.

Se os atletas tradicionais se reúnem na orla e nos parques, um dos objetivos das crews é explorar todas as possibilidades que a cidade dá, retomando espaços públicos esquecidos ou subutilizados. As crews se relacionam à cultura de rua tanto quanto ao esporte. É mais uma forma de arte e de viver a cidade – e não é isso que você procura quando está viajando?

As crews são uma boa para quem está na estrada sozinho e quer socializar com os corredores locais. Basta ficar de olho no Instagram para saber horários e locais de treino e levar a sua energia para lá. Garantimos que você será super bem recebido.

A Cria Crew no Rio de Janeiro (foto: Matheus Rodrigues)
A Cria Crew no Rio de Janeiro (foto: Matheus Rodrigues)

Crews no Brasil

Rio de Janeiro
Guetto Run Crew
Cria Crew

São Paulo
Damn Gang BR
Run Sampa
Seven Runners Crew
Outra Fé

Crews no exterior

Nova York
Bridge Runners
Black Roses
Orchad Street Runners
Harlem Run
Resident Runners

Los Angeles, NYC, Chicago, Seattle
Eletric Flight Crew

Londres
Run Dem Crew

Londres, Berlim, Boston, Barcelona e NYC
Midnight Runners

*Imagem do destaque: Crew Resident Runners por Emiliano Granado

Quem escreveu

Luciana Guilliod

Data

17 de August, 2018

Share

Luciana Guilliod

Carioca da Zona Norte, hoje mora na Zona Sul. Já foi da noite, da balada e da vida urbana. Hoje é do dia, da tranquilidade e da natureza. Prefere o slow travel, andar a pé, mala de mão e aluguel de apartamento. Se a comida do destino for boa, já vale a passagem.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.