De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

Cosméticos coreanos cruelty free e veganos

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

03 de October, 2018

Share

Parece que o mundo descobriu e caiu de paixão pelos cosméticos coreanos nos últimos anos – eu com certeza fui uma das fisgadas. Nunca fui muito vaidosa com cuidados para a pele, na verdade, a minha sempre foi meio cagada então achava que era um caso sem solução e por isso aprendi a viver com isso. Tudo mudou há 3 anos, quando uma amiga me colocou em um grupo sobre o assunto e eu vi que só fazendo o básico – limpeza com óleo, limpeza com espuma, hidratação e protetor solar – minha pele deu uma melhorada tremenda.

Por causa da tecnologia usada e dos ingredientes incomuns, a primeira coisa que pensamos é que os produtos coreanos são todos testados em animais. A verdade é que em 2016 a Coréia do Sul aprovou um projeto de lei proibindo testes de cosméticos e ingredientes em animais, com o intuito de banir a prática até o final desse ano, 2018. Mas não fique muito feliz: infelizmente existe um país onde é obrigatório esse tipo de teste – a China – e, por isso, se a marca que você gosta está nas prateleiras chinesas, ela não é 100% cruelty free – apesar de ter versões que são.

Outra coisa que precisamos lembrar é que não é por não ser testado em animais que o produto é vegano. É muito comum encontrar nos ingredientes mel, muco de caracol, gelatina e até extrato de cavalo marinho. Mas ainda assim tem muita coisa que dá para usar sim e muitas marcas surgindo com a preocupação em desenvolver produtos para esse público.

Se você quer se aventurar por esse mundo, aqui vão algumas marcas para se jogar sem medo:

Aromatica

Aromatica
Aromatica. Foto: Reprodução

A Aromatica foi uma das primeiras marcas de cosméticos coreanos a focar em não só produtos veganos e sem crueldade mas também usar somente ingredientes naturais e orgânicos. Eles têm o selo da Environmental Working Group (EWG). Além das embalagens serem minimalistas do  jeito que a gente ama, os produtos são excelentes.

Re:p

Re:p
Re:p. Foto: Reprodução

Outra marca coreana com produtos sem crueldade e veganos. A Re:p ainda tem preços bem em conta.

Glow Recipe

A Glow Recipe apareceu somente no ano passado com o foco de usar em suas fórmulas somente ingredientes naturais e plant based, além de não testar em animais.

Cosrx

 

View this post on Instagram

 

A post shared by COSRX Official (@cosrx) on

A Cosrx é uma das marcas preferidas da atualidade, pela qualidade de seus produtos e pelo valor cobrado. Ela não testa em animais porém não é 100% vegana – alguns de seus produtos tem muco de caracol e mel.

Klairs

klairs
Klairs. Foto: Reprodução

Assim como a Cosrx, a Klairs é quase vegana: tem dois produtos que contém cera de abelha.

Whamisa

whamisa
Whamisa. Foto: Reprodução

A Whamisa tem 10 anos de pesquisa e faz produtos naturais, orgânicos e usa uma tecnologia de skincare fermentados. Não é 100% vegana, mas tem várias opções vegetarianas e veganas.

Sevendrops

 

View this post on Instagram

 

A post shared by always, sevendrops. (@sevendrops) on


A Sevendrops é orgânica, não testa em animais e é crudívera – isso é, suas fórmulas só usam ingredientes crus.

Abaixo, uma lista completa de marcas que não são vendidas na China, e por isso não são testados em animais (Lista de janeiro/2018):

AllNATURE
Aromatica
By Herb
Belif
Benton
B-Lab
Byherb
CosRX
ECO ROUND
Half Moon Eyes
ISNTree
Klairs
Leaders
Mizon
Neogen
Pyungkang Yul
RE:P
Sevendrops
Skincure
Skin Watchers
Thank You Farmer
withmy

* Foto: Noah Buscher / Unsplash

Quem escreveu

Dani Valentin

Data

03 de October, 2018

Share

Dani Valentin

A Dani gasta todo o seu dinheiro com viagens. Um de seus maiores orgulhos é dizer que já pisou em cinco continentes. É do tipo sem frescura, que prefere localização a luxo e não se importa de compartilhar o banheiro de vez em quando. Adora aprender palavras no idioma do país que vai visitar e não tem vergonha de bancar a turista.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.