De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

Onde os bartenders bebem

Quem escreveu

Tava Passando

Data

07 de July, 2017

Share

A gente já foi atrás de descobrir onde alguns dos chefs mais legais da cidade vão comer quando não estão trabalhando (o post ficou tão legal que teve até continuação). Agora, a curiosidade é outra: onde os bartenders bebem? Depois do expediente, depois de misturar algumas dezenas de drinks, será que eles saem pra beber? E nos dias de folga? Quem eles mais respeitam na sua profissão?
Convidamos 5 bartenders, de alguns dos balcões mais premiados e disputados da cidade – Frank, Riviera, Guarita, Espaço Zebra e Buraco – pra contar esse segredo pra gente. Nas respostas, muito bar clássico, alguns lugares novos e muita vontade de terminar de ler e ir correndo tomar um drink. Vamos?

Spencer Amereno (Frank Bar)

600979-970x600-1
Foto: Felipe Gabriel/Projetor/Folhapress

Bar da Brewdog

Além de adorar as cervejas e o conceito da Brewdog, é um ambiente onde posso levar meu filho.
Brewdog Bar. Rua Coropés, 41, Pinheiros

Ramona

Além do jazz ao vivo, um dos melhores burgers vegetarianos que já provei. Vou pra beber cerveja e também levo meu filho.
Ramona. Av. São Luís, 282, República.

Bar do Tuju

Sou fã do trabalho e dos drinks do Maurício Barbosa, chefe de bar lá.
Restaurante Tuju. Rua Fradique Coutinho, 1.248, Vila Madalena

Kennedy Nascimento (Riviera)

kennedy-nascimento_crc3a3c2a9ditos-henrique-peron-9
Foto: Henrique Peron

Frank Bar

Se quero tomar o melhor drink da vida vou no Frank.
Frank Bar. Rua São Carlos do Pinhal, 424 (Maksoud Plaza)

Boca de Ouro

Se quero ir num lugar bom, tranquilo para beber e comer muito bem despretensiosamente, Boca de Ouro.
Bar Boca de Ouro. Rua Cônego Eugênio Leite, 1121, Pinheiros

SubAstor

Se quero o melhor dos dois mundos com drinks complexos, mas ambiente aberto e com boa comida, SubAstor.
SubAstor. Rua Delfina, 163, Vila Madalena

Jean Ponce (Guarita)

SÃO PAULO, SP - 09 OUTUBRO 2013: O barman Jean Ponce e seus coquetéis criados para o bar Riviera. (foto: bruno fernandes/STATUS).
Foto: Bruno Fernandes/STATUS

Jiquitaia

Por eles valorizarem a cachaça, por lá sempre bebo algum drinque autoral.
Jiquitaia Restaurante Bar. Rua Antônio Carlos, 268, Consolação

Frank Bar

Costumo ir por ser um clássico da cidade, tudo feito com excelência. E claro, por ali sempre vou de clássicos como Negroni e Boulevardier.
Frank Bar. Rua São Carlos do Pinhal, 424 (Maksoud Plaza)

Apothek Cocktails & Co.

Gosto do lugar pelo personagem da coquetelaria que é o Ale D’Agostino. Além do cuidado com as receitas, ele é um artista apaixonado pelo ato de ser bartender. Lá gosto de pedir os clássicos também, como Dry e Negroni.
Apothek Cocktails & Co. Oscar Freire, 2221, Pinheiros

Néli Pereira (Espaço Zebra)

19726889_1592524684115653_523890119_o
Foto: Renato Larini

Guilhotina 

Os coquetéis do Marcio Silva são sempre bem-vindos. Gosto particularmente do Isso Não é um Mezcal Negroni e dos drinks feitos com infusões criadas por ele.
Guilhotina Bar. Rua Costa Carvalho, 84, Baixo Pinheiros

Barouche

São coquetéis simples, mas todos bem feitos e com o clima do Arouche. O Arouche Sour já é um clássico.
Barouche. Largo do Arouche nº 103, República

Oak

Bar cheio de conceito do Cateto Pinheiros que tem ótimos drinques de aperitivo, inclusive salgados, e ótimas opções envelhecidas e com bourbon.
Oak Bar. Rua Francisco Leitão, 272, Pinheiros (em cima do Cateto)

Lucas Bocchese (Buraco)

19850586_10155503513532460_2000066441_o

Boca de Ouro

Os drinks são ótimos, executados com perfeição e muito cuidado pelo Arnaldo, e a cozinha vai muito além do famoso bolovo: a variedade de miúdos feitos pelo Alê diariamente é sensacional.
Bar Boca de Ouro. Rua Cônego Eugênio Leite, 1121, Pinheiros

Bar Léo

Clássico do centro e cheio de história, na minha opinião um dos melhores se não o melhor chopp na região. Ótimo cardápio de petiscos, com destaque para o bolinho de carne. Vale conferir o parmegiana também.
Bar Léo. Rua Aurora, 100, Centro

Mandíbula

As noites no Mandíbula são sempre acompanhadas de uma trilha sonora incrível, bons drinks e cerveja a preço justo. Lá eu me sinto em casa, afinal estive atrás daquele balcão alguns anos e fiz muitos amigos.
Mandíbula. Praça Dom José Gaspar, 106, 2º andar, Lj. 40 (Galeria Metrópole), República
Foto de capa: Rubens Kato

Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save
Save

Quem escreveu

Tava Passando

Data

07 de July, 2017

Share

Tava Passando

Tavapassando e cliquei. Danilo Cabral e Flavia Lacerda registram seu dia a dia e todos os lugares por onde estão passando, em um mini-guia de shows, restaurantes, ruas e pixos no Instagram.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.