Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

O festival holandês DGTL agita São Paulo neste fim de semana

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

04 de May, 2017

Share

O fim de semana chega com a chegada do festival holandês DGTL, apresentando um line-up estelar para quem ama techno e tendo “sustentabilidade” como palavra-chave, tornando-o um dos festivais mais sustentáveis do planeta. O DGTL é relativamente recente contando com um histórico de quatro edições em Amsterdã e duas em Barcelona, mas já mostra que veio para ficar.

O DGTL vai rolar em Barueri num espaço inédito produzido especialmente para o evento. O festival tem, além da música, arte e sustentabilidade em seus pilares e aposta em inovações tecnológicas para levar uma experiência única ao público. Nesta edição, por exemplo, vai ter uma bateria de energia que será gerada por meio de bicicletas e da força humana (todo mundo preparando as pernocas para ajudar). De acordo com um dos criadores do DGTL, Dave van Dalen, todas as etapas do festival são pensadas para ter o menor impacto ambiental possível, tanto que não espere por alimentos com carne nas opções gastronômicas oferecidas nele.

DGTL Festival 2015. Foto: Divulgação

No line-up nomes da música eletrônica de vanguarda, do techno ao electro, com uma pitada de house. Carl Craig, Derrick May, Apparat, Zopelar, Teto Preto, Gui Scott e um back2back da alemã “quebra tudo” Tama Sumo com Lakuti.

Carl Craig, um dos grandes destaques da edição brasileira

Serão três pistas: Modular, Generator e Frequency, rolando das 20h de sábado às 10h do domingo.

Line-up completo:

Pista Modular
20h às 22h: Carol Mattos
22h às 00h: Eli Iwasa
00h às 02h: Patrice Bäumel
02h às 3h30: Apparat (DJ set)
3h30 às 05h: Mind Against
05h às 06h: Recondite (live)
06h às 08h: Âme (DJ set)
08h às 10h: Davis

Pista Generator
20h às 23h: Tati Pimont
23h à 01h: Maurício Lopes
01h às 02h: Zopelar (live)
02h às 04h: Carl Craig
04h às 06h: Derrick May
06h às 07h: Vril (live)
07h às 10h: Speedy J

Pista Frequency
20h às 22h: Gui Scott
22h às 23h: Teto Preto (live)
23h à 01h: Ney Faustini
01 às 04h: Tama Sumo b2b Lakuti
04h às 06h: Márcio Vermelho
06h às 08h: Ryan Elliot

DGTL São Paulo @ Fábrica DGTL
6 de maio, sábado, das 20 às 10h
Rua Jussara, 1237, Barueri, SP
Ingressos: bit.ly/DGTLSãoPaulo_tickets
3º lote: R$ 120,00 (meia-entrada), R$ 240,00 (inteira)
4º lote: R$ 150,00 (meia-entrada), R$ 300,00 (inteira)
Capacidade: 6 mil pessoas. Censura: 18 anos

Ainda não está convencido? Então dá uma lida neste artigo do xlr8r. Nós, por aqui, celebramos a chegada de mais um bom festival no país…. \o/

*Foto: DGTL 2015 via xlr8r

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

04 de May, 2017

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.