De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

Nossas apostas para o Dekmantel Festival São Paulo

Quem escreveu

Tava Passando

Data

02 de February, 2017

Share

O Dekmantel Festival está entre nós. Um dos principais festivais de música eletrônica do mundo chega ao Brasil, fazendo sua primeira edição fora da Holanda, sua terra natal. E fizeram bonito logo na estreia, com uma escalação de atrações de fazer inveja a qualquer festival nesta categoria, cobrindo uma enorme quantidade de gêneros e sub-gêneros da música eletrônica. Está complicado decidir o que escolher no meio de tanta gente boa.

É claro que seu roteiro particular de shows e sets a serem vistos depende muito de suas preferências musicais. Se sua praia é o techno, é lição de casa ver e dançar com a lenda Jeff Mills e com a musa Nina Kraviz. Mas se você curte house e suas variantes, vale ver o Tom Trago e o San Proper, nomes que estão subvertendo o estilo como conhecemos. Até apresentações um pouco mais distantes da música eletrônica como o Bixiga 70, o Azymuth e o mestre Hermeto Pascoal valem muito a pena. Ainda tem o imperdível Nicolas Jaar, sem falar da presença garantida de alguns dos melhores DJs e festas brasileiras, como o caso do Zopelar, Márcio Vermelho, Selvagem e Renato Cohen.

Esses são os nomes grandes e conhecidos da maioria do público, mas todo festival que se preze tem uma surpresa escondida, um artista pouco conhecido que rouba a cena, uma atração que você nunca ouviu falar. Por isso escolhemos algumas atrações que têm tudo para surpreender quem não conhece, para quem vai ao festival com a cabeça aberta e disposto a ouvir coisas novas e/ou inusitadas. Este também é o espírito do Dekmantel.

Awesome Tapes From Africa

awesometapesfromafrica

O trampo e a pesquisa do Brian Shimkovitz (o cara por trás do Awesome Tapes From Africa) são impressionantes. Ele vem, desde 2006, garimpando, catalogando e lançando compilações de sons africanos, especificamente em fita cassete. Sua obsessão virou um blog, onde ele disponibiliza seus achados para audição, junto com a capinha e um pequeno texto introdutório. Um trabalho minucioso e extremamente bem feito, que lhe rendeu frutos como o relançamento de alguns títulos pelo seu próprio selo e convites para tocar as fitas que resgata dos baús sonoros africanos. Sim, ele discoteca com fita cassetes!

Sábado às 15h, no Gop Tun Boiler Room

DJ Nobu

nobu

Nobu foi o grande destaque da edição do ano passado do Dekmantel holandês, colocando o público para dançar loucamente com seu techno abstrato, cheio de recortes e extremamente hipnótico. A forma como ele conduz seus sets, mantendo uma espinha dorsal firme porém minimalista e recheando os espaços com house obscura e texturas viajantes mantém a pista em alta ebulição o tempo inteiro. Por aqui não deve ser diferente, pode ter certeza.

Sábado às 20h, no UFO 

Hunee

hunee

Antes de qualquer coisa, Hunee saca muito de música, de qualquer estilo. Ele é um típico nerd musical, daqueles que decoram ficha técnica e sabem tudo de bandas que você provavelmente jamais vai escutar. Sorte nossa que ele põe todo esse conhecimento à serviços das pistas, com apresentações onde a base é house e techno, mas passeando por muitos outros estilos, como o seu atual vício, a space disco. Estrela em ascensão, não por acaso ele foi escalado para fechar um dos palcos do festival.

Sábado às 21h, no Selectors

Helena Hauff

helenahauff

O lado mais escuro e sombrio do techno terá uma representante de peso. Helena Hauff chega ao Brasil com muitas credenciais e elogios, sendo apontada por vários veículos especializados como uma das melhores desta cena. Além de inúmeros projetos paralelos, suas produções próprias são monolíticas, cruas e secas, com muita influência de EBM alemã e techno de Detroit. Prepare-se para uma apresentação afiada e intensa.

Domingo às 21h30, no UFO

40% Foda/Maneiríssimo

40foda

O selo carioca 40% Foda/Maneiríssimo é composto pelos produtores Lucas de Paiva (que já trabalhou com Mahmundi e Silva) e Guerrinha, um jovem e lendário agitador musical carioca que já foi do Dorgas e atualmente toca no Séculos Apaixonados. Além de lançar discos próprios e de outros amigos talentosos, a dupla eventualmente se apresenta ao vivo, com sua única e divertida música eletrônica experimental, vinda das cabeças viajandonas dos produtores. Com o catálogo crescendo, a dupla/selo é cada vez mais importante na cena musical brasileira.

Sábado às 15hs, no UFO

Cashu

cashu

Ela tem seu nome marcado na história de pelo menos três festas antológicas de São Paulo, a Voodoohop, Carlos Capslock e Mamba Negra. Começou fazendo produção das festas, mas logo sacou que seu negócio era mesmo colocar as pessoas para dançar. Suas habilidades tanto na discotecagem quanto na produção deram um salto quando foi residente da Capslock, ainda no Buraco da Minhoca. De lá pra cá, montou a Mamba Negra junto com a Laura Diaz, hoje uma das melhores festa da cidade, e mantém um programa de rádio on-line, o Rádio Virusss.

Domingo à 1h, na Fabriketa

Red Light Radio x Na Manteiga

na-manteiga

Não vamos indicar só um, mas todos os DJs que vão se apresentar no espaço Red Light Radio. Afinal, ele será ocupado pelas feras que passaram pelo Na Manteiga, projeto que se dedica a convidar grandes DJs para gravarem um set especial, disponibilizado em áudio e vídeo. Já passou tanta gente foda por lá que toda a programação dentro do festival é incrível. Vai do reggae clássico do Jurássico até a disco music fina de Benjamin Ferreira, das brasilidades de Tahira e Paulão até o boogie safado do Fatnotronic.

Sábado e domingo, a partir das 12h.
Dekmantel São Paulo. Sábado (04.02) e domingo (05.02) a partir das 12h. Ingressos: De R$ 90 a R$ 800
Jockey Club. Avenida Lineu de Paula Machado, 1263, Cidade Jardim
Fabriketa. Rua do Bucolismo, 81, Brás

Fotos: Divulgação

Quem escreveu

Tava Passando

Data

02 de February, 2017

Share

Tava Passando

Tavapassando e cliquei. Danilo Cabral e Flavia Lacerda registram seu dia a dia e todos os lugares por onde estão passando, em um mini-guia de shows, restaurantes, ruas e pixos no Instagram.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.