Música & Diversão

Meninas no palco: o que não perder no SXSW 2017

Data

15 de March, 2017

Share

Patrocínio

Já estamos no meio do furacão SXSW, que começou na sexta-feira, em Austin, no Texas. A programação está como sempre: de virar os olhos, seja na área de interatividade, música ou cinema. E o que não falta é felicidade em ver que a mulherada está cada vez mais tomando conta dos palcos daqui também. Na última segunda, começou a esperada programação de música. A nossa lista de “bandas para não perder” é uma homenagem singela ao Dia Internacional da Mulher a todos que fazem diferença de alguma forma no nosso dia-a-dia. Let’s play porque ficar parada não dá!

A lista contempla diversos estilos, do pop ao punk, do folk ao r&b, da música eletrônica ao indie. Voilà, que a agenda já está tremendo.

Alice Phoebe Lou é sul-africana, mas a base dela é em Berlim. Na contra-mão da capital da música eletrônica, Alice escolheu percorrer o caminho do folk com seu vozeirão. Lançou seu primeiro álbum “Orbit” em 2016, que ficou em 2º lugar das cantoras mulheres mais ouvidas no iTunes da Alemanha. E é só clicar no play no vídeo abaixo para entender o porquê. A garota tem talento. Show: dia 15 de março, às 22h, no Swan Dive.

Betty Who é um prato cheio para quem se rende mesmo ao pop. Batidas fáceis, voz gostosa e atitude são marcas de suas canções, mas o melhor é a história que a levou ao estrelato e a ter contrato assinado com a RCA. Em 2013, sua música “Somebody Loves You” foi trilha de um vídeo super fofo de crianças reagindo a propostas de casamento feitas por pessoas do mesmo sexo. O vídeo viralizou e junto, a australiana Betty Who ganhou o mundo e se mantém nele. Show: 15 de março, às 21h, no Banger’s; e 16 de março, às 22h, no Bar 96.

Jessie Reyez é colombiana, cresceu em Toronto e hoje está baseada em Brampton, Canadá. Bombou com “Figures”, canção cheia de dores de amor cantada com uma voz rasgada e sofrida. Jessie sequer tem álbum lançado, mas já coleciona quase 6,5 milhões de plays em apenas duas músicas disponibilizadas no iTunes. Quem gosta de um bom r&b e soul, pode incluí-la na agenda, essa menina ainda vai dar o que falar. Show: 15 de março, à 0h15, no Ibiza; e 18 de março, às 20h, no Empire.

Não há como não se deixar embalar pelo r&b e soul cheio de sensualidade de Ari Lennox. Que voz! Que melodia! Ela foi descoberta na internet após disponibilizar várias produções caseiras, assinando contrato com Dreamville Records, do J. Cole. A canção “Backseat”, seu grande sucesso, foi lançado antes mesmo de estar na Dreamville. Ari é simplesmente maravilhosa e não tem medo de contar suas histórias de amor em suas belas canções. Show: 16 de março, às 22h35, no Trinity Hall at Old School; 18 de março, às 23h10, no Mohawk.

Poliça é uma banda que conheci aqui no SXSW em 2012 quando lançaram o primeiro álbum “Give you the Ghost”. O quinteto de Mineápolis, comandado pela bela Channy Leaneagh, apresenta um electro pop delicioso impossível de não se embalar por ele. É, provavelmente, uma das bandas de maior destaque nesse emaranhado interminável que é o line-up do festival. Show: 15 de março, às 11h45, no Mohawk.


A inglesa Karen Elson começou a carreira como modelo em 1997, mas em 2003 começou a enveredar pelo mundo da música. Em 2003 ela emprestou sua voz doce para um remix de “Last time I saw her”, de Robert Plant, fez participação em vários trabalhos e em 2010 saiu em voo solo com “The ghost who walks”. Muita gente acabou conhecendo seu trabalho quando entrou numa batalha oficial contra o ex-marido Jack White, mas seu mérito está mesmo na sua produção musical. Se você gosta de folk, vocal suave e intimista, vai gostar da bela Karen com certeza. Show: 16 de março, às 0h, no St. David’s Bethell Hall, e 17 de março, às 22h40, no Buffalo Billiards.

A lista não para aqui, ao contrário, ela só aumenta:

Molly Burch: folk e indie. Dias 15 e 16 de março.
Marie Davidson: eletrônica experimental. Dias 16 e 17 de março.
Vagabon: indie rock. Dia 15 de março.
Winter: shoegaze. Dias 17 e 18 de março.
Supermoon: electro pop. Dia 16 de março.
Big Thief: indie rock. Dias 15 e 17 de março.
Sløtface: punk rock. Dias 16 e 17 de março.

E outras opções dá para conferir diretamente na playlist ou na minha agenda do SXSW.

Data

15 de March, 2017

Share

Patrocínio

Assine nossa newsletter