Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Jacqui Kenny: transformando fobia em arte

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

05 de May, 2017

Share

Quem sofre de algum tipo de fobia, sabe bem o estresse que pode ser lidar com ela. Jacqui Kenny encontrou um jeito criativo de lidar com a sua, a agorafobia, medo de estar em espaços abertos ou em meio à multidões, que a impede de se aventurar pelo planeta. Jacqui é uma das dez milhões de pessoas a sofrer com a fobia no mundo e, de acordo com ela, agorafobia vai muito além do “medo de espaços abertos”. Para ela, “o medo é maior ainda de entrar em pânico nesses lugares na frente das pessoas, sendo incapaz de chegar rapidamente em casa”. Através do Google Street View, ela encontrou a esperança de conhecer o mundo. O que começou sem qualquer propósito, acabou se tornando um projeto. No Agoraphobic Traveller, ela coleciona milhares de recortes minimalistas dos lugares mais remotos que visita, após sua irmã ter se deparado com sua extensa coleção de screenshots, hoje somando mais de 25.000.

Google street view scene – New housing development in Sukhbaatar Province, Mongolia.

A post shared by Agoraphobic Traveller (@streetview.portraits) on

Google street view scene – Boys chasing the Google street car in the Atacama Region of Chile.

A post shared by Agoraphobic Traveller (@streetview.portraits) on

Google Street View Scene – My new favourite country to visit, Senegal, Western Africa.

A post shared by Agoraphobic Traveller (@streetview.portraits) on

Google Street View Scene – Impressive cactus – Sun City in Arizona.

A post shared by Agoraphobic Traveller (@streetview.portraits) on

Seu trabalho é meticuloso, levando horas ou até semanas para ter a “foto ideal” antes de ser publicada em seu instagram. A preferência é por regiões desérticas e vazias, regiões costeiras e de minas, traduzindo nas imagens a sensação de isolamento combinada à beleza desses lugares. As fotos são delicadas, bem editadas a ponto de não parecerem extraídas do Street View. No seu processo de criação, ela define o país para onde “vai viajar” e o visita até encontrar o ambiente perfeito somado à busca da luz perfeita.

Google street view scene – Beautiful Saguaros cactus found in Florence, Arizona, USA.

A post shared by Agoraphobic Traveller (@streetview.portraits) on

Google street view scene – Mongolia.

A post shared by Agoraphobic Traveller (@streetview.portraits) on

Google street view scene , Brazil.

A post shared by Agoraphobic Traveller (@streetview.portraits) on

O próximo passo do projeto é permitir que as pessoas visitem suas imagens diretamente no Google Street View e, em breve, possam percorrê-las no Daydream, o VR do Google.

*Fotos: Jacqui Kenny via Google Street View

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

05 de May, 2017

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.