Arte & Cultura

Festival Path 2017 pelos olhos de quem faz – entrevista com Fábio Seixas e Rafael Vettori

Data

12 de April, 2017

Share

Patrocínio

Criatividade, tecnologia, empreendedorismo, propósito, sustentabilidade, design, identidade, gênero, educação, filmes, música: não é um festival na Dinamarca, nem na África do Sul, mas sim do ladinho de casa. Nos dias 6 e 7 de maio, Pinheiros se transforma no epicentro da celebração da nova economia: o Festival Path.

São palestras, painéis, workshops, filmes, shows, incluindo nomes como o mestre Sri Prem Baba, o youtuber Caio aka Ana Maria Brogui, e a chef Bel Coelho. O Path é um festival de sentidos. Além das mais de 160 palestras para preencher o cérebro, 16 food trucks darão conta dos estômagos, 3 palcos com 20 shows rechearão nossos ouvidos, 1 exposição de arte para deleite dos olhos, e 8 documentários para mexer com nosso coração. E para relaxar, ao fim dos dias, happy hours e aulas abertas de yoga – para chacoalhar a cadeira!

Foto Bruna Marques | Festival Path 2016
Foto Bruna Marques | Festival Path 2016

O Chicken or Pasta é um dos parceiros do Panda Criativo, empresa responsável pelo evento dos queridos Rafael Vettori e Fábio Seixas. Aqui no blog vamos antecipar um pouco do que vai ser falado no evento. E iniciando essa série, começamos com um bate papo com os fundadores para descobrir de onde sai tanta energia para um evento que hoje agita mais de dez mil pessoas.

Rafa Vettori e Fabio Seixas - foto: Mari Caldas
Rafa Vettori e Fabio Seixas – foto: Mari Caldas

COP: De onde saiu o Path? Conta a historinha!
Rafa: O Path surgiu para abrir a cabeça das pessoas, mostrar que é possível ser o que quiser e construir uma trajetória singular. A inspiração foi o SXSW, a ideia para o formato veio de lá a partir de uma experiência conjunta minha e do Fábio. Faltava no Brasil um evento que promovesse a convergência entre as diferentes indústrias, e o Path ocupou esse espaço muito bem.
Fábio: Já trabalhava com conteúdo criativo (PlusPlus!), audio visual (Conspiração Filmes) e música. Sou bem curioso em relação às tendências tecnológicas e sociais. Quando nos reencontramos no SXSW, a chama por um projeto maior acendeu… e colocamos a ideia em prática!

COP: Qual a principal motivação para fazer o evento?
Fábio: Impactar de forma positiva nossa sociedade, cada ano tentando ganhar mais relevância e escala. Queremos e temos conseguido, mesmo que de forma ainda modesta comparada a nossos objetivos, fazer desse sonho uma realidade. Seguiremos trabalhando duro para melhorar!

COP: Quais as principais dificuldades de produzir o festival?
Rafa: Comunicar a mensagem de que o Path é para todos. É para o jovem, velho, rico, pobre, homens, mulheres e gender fluids. É indie e mainstream, desprovido de pretensão hype. Comunicar um evento complexo como esse não é bolinho.
Fábio: Acho que a mais difícil até agora foi encontrar um modelo de negócio sustentável, que continue acessível para todos, mas que tenha a dimensão e relevância necessária para ajudar na transformação local.

COP: Quais alguns dos seus momentos favoritos e emocionantes no festival?
Fábio: Acho que o meu foi a noite de quando encerramos a primeira edição. Ali senti que tínhamos criado algo que era inovador, transformador e que tinha impacto. Conversava com nossos propósitos pessoais. Dava pra ver e sentir nas pessoas que estavam em volta. Essa motivação se renova a cada edição, com feedback de amigos, parceiros, desconhecidos. É emocionante saber que podemos fazer parte, mesmo que por um instante, de mudanças significativas nas vidas das pessoas.
Rafa: Quando encerramos a segunda edição, depois do show do Brothers of Brazil, o Fábio tomou o microfone e – louco por um palanque – começou a discursar. Ele é sempre animado, pra cima, mas foi tomado por uma emoção súbita e, para minha total surpresa, começou a chorar. Aí eu também não aguentei.

Momento emoção | Segunda edição
Momento emoção | Segunda edição

Outro baque que tive foi em 2015, quando transferimos o festival para Pinheiros. “Caraca, essa p**** tá ficando grande…” pensei eu com meus botões.

COP: O que muda nessa edição?
Rafa: Estamos mais maduros, o Path também. A grade nunca foi tão bem formulada como esse ano. Além disso, demos um brilho especial nas atividades gratuitas: feiras, rodadas de negócios, música.
Fábio: As feiras cresceram. Na de startups teremos 35 empresas. Lançaremos uma feira de games e de makers. Atendendo a muitos pedidos, finalmente teremos um APP!

Feira Startups | Foto Karla Cerri
Feira Startups | Foto Karla Cerri

COP: O que nessa edição você, se fosse como participante, não iria perder?
Rafa: Eu não perderia – aliás, não perderei – o Prem Baba. Estou precisando de mais espiritualidade. Começou a palestra dele, eu jogo o walkie talkie no chão e me mando pra lá.

COP: Pra quem você quer mandar um beijo?
Fábio: Pro meu sócio querido, nossos parceiros e toda equipe do Panda.
Rafa: Pra minha mãe, pro meu pai e pra cerveja SOL que acredita na gente há três anos. <3

****

Não perca aqui no nosso blog tudo que vai rolar no Path no nosso canal especial sobre o evento. Aliás, já assinou nossa newsletter? Quem nos segue aqui no Chicken or Pasta, além de informações exclusivas, também poderá receber desconto por email!

Festival Path 2017
Dias 6 e 7 de maio, sábado e domingo
Ingresso: R$ 199* (dá acesso a toda a programação, em ambos os dias)

* Este preço já contempla o desconto de 50% sobre o valor total do ingresso, aplicável aos casos de meia entrada e para quem levar 1 kg de alimentos não perecíveis ou 1 agasalho.

Credenciamento: 05 de maio, sexta-feira, das 12h às 20h; 06 e 07 de maio, sábado e domingo, das 8h às
19h.
Palestras: sábado (06/05) e domingo (07/05), das 9h às 18h45.
Shows no Centro Cultural Rio Verde: sábado (06/05), a partir das 21h.
Shows na Praça dos Omaguás: sábado (06/05) e domingo (07/05), das 12h às 14h e das 17h30 às 19h30.
Filmes: sábado (06/05) e domingo (07/05), das 20h à 0h.
Feira Gastronômica: sábado (06/05) e domingo (07/05), das 12h às 20h.
Feiras de Startup, Maker e Games: sábado (06/05) e domingo (07/05), das 9h às 18h45

Ingressos à venda em Festival Path.
Foto destaque: Karla Cerri

Data

12 de April, 2017

Share

Patrocínio

Assine nossa newsletter