Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

SXSW

Cobertura pré e pós do SXSW 2020 com as melhores dicas: quais são as palestras, ativações, shows e festas imperdíveis no festival.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Sónar – Memórias e Expectativas

Quem escreveu

Vanessa Mathias

Data

27 de November, 2015

Share

O Sónar neste ano desembarcou ainda maior: trouxe a mostra audiovisual SónarCinema no MIS e a conferência da indústria tecnológica, criativa e artística (Sónar +D), que, aliás, está incrível e já contei tudo sobre ela aqui.

Amanhã rola o festival, e, discutindo sobre as atrações entre uma e outra cervejinha, a expectativa da gente aqui do CoP é imensa. Resolvi então publicar a nossa “conversa de bar” sobre o que mais lembramos das outras edições e o que mais aguardamos para a noitada no sábado.

Memórias

A Lalai virou os olhinhos na pista no show da Robyn com o Royksöpp no Sónar 2014 em Barcelona e mandou vídeos ao vivo para nós em terras tupiniquins. Só não fomos porque em 2014 ainda não tinham inventado o teletransporte.

O Ola é mais low profile, então sua maior lembrança é de ter tomado uma cervejinha ao sol nesse show do Gilles Peterson:

˜Uma louca que urrava no palco I will always love you” – essa é a descrição do momento mais marcante do Renato, no Sónar 2004.  Conseguimos localizar a protagonista da história: Kevin Blechdom.

Captura de Tela 2015-11-27 às 13.29.34
Foto: Flickr @Bastien!
Já o Jô chorou enquanto entrava em outra dimensão ao ver Kraftwerk em 3D tocando Robots em 2012.

Para mim, ficou registrada na memória a apresentação do LCD Soundystem, mas tive que ir fuçar nos meus neurônios para lembrar se foi mesmo no Sónar 2004. Infelizmente, nem a santa internet parece conseguir ajudar a resgatar algum vídeo (help? alguém acha, alguém viu?)

Expectativas

É por isso que estamos cheios de expectativas para a parte musical do Sónar 2015. O que a maioria da galera aqui quer ver são mesmo os Chemical Brothers. A Lalai vai pular e rebolar ouvindo essa aqui:

A esperança do Renato é que eles toquem Surface to Air, mas as probabilidades andam menores que acertar a quadra da megasena.

E como andamos numa fase “clássica”, o que o Jô quer ver mesmo é:

Já o Ola, também no Chemical:

Na contramão dos meus amigos e colegas de blog, quero mesmo é ver Hot Chip. E olha que já os vi umas cinco vezes, incluindo “aquela vez no cruzeiro do Coachella a caminho da Jamaica com menos de mil pessoas…” (escorreu uma lágrima de recordação).

Vou pular em todas as músicas (sim, inclusive em Over and Over), mas se tiver que escolher as que mais espero, empatam no meu ranking mental a:

E…


Conta para gente: e você, o que mais você quer ver no Sónar?

 

 

Foto destaque: imediagala

Quem escreveu

Vanessa Mathias

Data

27 de November, 2015

Share

Vanessa Mathias

Seu exacerbado entusiasmo pela cultura, fauna e flora dos mais diversos locais, renderam no currículo, além de experiências incríveis, MUITAS dicas úteis adquiridas arduamente em visitas a embaixadas, hospitais, delegacias e atendimento em companhias aéreas. Nas horas vagas, estuda e atua com pesquisa de tendências e inovação para instituições e marcas.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.