Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Porque viajar é tão importante

Quem escreveu

Jo Machado

Data

29 de January, 2015

Share

Não importa o lado que você olhe, o blog que você lê, a rede social que você usa. Para onde você direcionar o olhar, o verbo viajar vai estar presente. Seja naquela inundação de fotos de pôr do sol no Instagram, seja nas histórias que nós compartilhamos ou no assunto da mesa ao lado. Viajar é importante e a gente não pode mais fugir disso, não em 2015.

Histórias de mudança de vida e encontros de viagem são tão extremas que chegam a soar como histórias de pescador. Isso é bom, e certamente nós aqui do blog muitas vezes somos culpados por histórias assim. Mas viajar não é só isso. Esse blog surgiu com um intuito de compartilhar dicas e experiências em cada canto do mundo e hoje certamente minha visão sobre tudo isso é bem diferente. Sabemos que nem todo mundo pode aproveitar toda e qualquer dica, mesmo que a gente pense que sim.

Viajar hoje, para nós do CoP, é poder trazer o que há de melhor mundo afora e principalmente oferecer razões mais notáveis do porquê viajar é tão importante para todos e não apenas para quem foi mordido pelo tal bichinho. Falei sobre isso lá em 2013, sobre as razões pelas quais  viajar te faz uma pessoa melhor. Contudo, hoje acho que tem mais coisas que precisam ser ditas.

10896856_10152583812276538_502137290173132083_n
Foto: Renato Salles

É tão, mas tão divertido
Às vezes a busca pela paisagem perfeita, pelo melhor restaurante da cidade ou por aquele lugar super desconhecido fazem perder de vista a verdadeira razão pela qual muitas pessoas viajam; simplesmente porque é divertido. A grande maioria do público que viaja não vai passar um mês num cruzeiro ou fazendo uma peregrinação onde tem que andar durante dias a fio. Em vez disso, vai levar uma semana (talvez duas) e escolher um destino com intenção de se divertir. Claro, viagem também é motivo para desenvolvimento e crescimento pessoal, mas não é só por isso que seu conhecido foi para o Caribe outro dia. Não, ele foi para sentar a beira mar e desfrutar seu tempo fora do escritório e esse aspecto do divertimento puro nunca deve ser esquecido. Nunca!

Sempre se aprende algo
Não importa a forma como você foi educado, viajar sempre te ensina algo diferente que você provavelmente vai carregar pelo resto da vida. Claro, existem alguns lugares onde você aprende mais do que outros e aquilo que se aprende nem sempre é a mesma coisa. Às vezes é literal, como em uma viagem de estudo, mas na maioria das vezes o aprendizado é algo mais sutil, em um nível muito pessoal, mais íntimo. O cara acima que foi pro Caribe pode não achar que aprendeu alguma coisa em sua viagem, mas aprendeu. Enquanto se divertia, aprendeu sobre as culturas locais, comidas e a geografia do lugar. Provavelmente também aprendeu algo sobre si mesmo. Sobre o que ele pode fazer e, francamente, é o que interessa quando se viaja. Saber o que você pode fazer em um lugar diferente, cercado por culturas e hábitos diferentes.  Sempre se aprende algo quando sai de casa, só precisa abrir sua mente e estar preparado para aprender sem preconceito algum.

Não tem idade certa
Lógico, viajar com bebê de colo é complicado, mas não é impossível! Alguns tipos de empresas que vemos por aí idealizam o viajante como um cara de 20 e poucos anos, que escala montanhas, enquanto outras estereotipam o sujeito desfrutando de um copo de vinho em um navio de cruzeiro, maravilhado com a geleira ao fundo. Claro, essas empresas atendem seu nicho de clientes, mas eles também estão alienando e repelindo outros clientes em potencial. Se você ouvir alguém na faixa dos 30 falar em cruzeiro, vai franzir a testa. Viajar não é isso! Não é apenas para pessoas mais jovens, ou que saibam onde realmente estão indo. O destino escolhido que é o grande equalizador e qualquer um pode viajar para qualquer lugar e fazer qualquer coisa.  Não se limite a achar que viajar é só para quem entende o significado do verbo. Leve seu marido, sua esposa, seu primo, seus filhos, sua avó – quem quer que seja! Basta ter um passaporte e vontade de conhecer novos horizontes.

1506955_10152564546736538_3506689297634072572_n
Foto: Renato Salles


Faz muito bem pra saúde
Estudos confirmaram que viajar faz a pressão arterial baixar, diminui o estresse e geralmente é uma atividade muito saudável para a maioria das pessoas. Como vivemos em uma cultura explicitamente estressada, não podemos relaxar a menos que, literalmente, fujamos para longe de nossos ambientes domésticos. Por isso viajar é divertido, porque enquanto a viagem pode ter seus momentos de estresse, sempre acaba sendo muito divertido. Existem também os benefícios a curto prazo, como comer melhor e fazer exercícios. Você pode não concordar com a parte de “comer melhor”, mas é verdade. Pegue por exemplo um americano, cujos alimentos são intensamente processados e coloque-o numa região mediterrânea, como a Grécia. Ele certamente comerá melhor e provavelmente perderá peso. Grande parte desta perda de peso vem da atividade física, mas também por consumir alimentos frescos e de origem local. O que agora é uma tendência nos EUA, é comida normal no resto do mundo. Viajando você percebe o quanto comemos mal ou não.

Te faz bem em muitos outros aspectos
De um ponto de vista prático, alguns ensinamentos de viagens reverberam pelo resto da vida. Como aquela economia para uma grande viagem, que envolve um novo conhecimento em finanças, cotações de moedas estrangeiras e priorizar escolhas. No final das contas, você pode não usar esse dinheiro para viajar, pode usar para outros fins. Mas você aprendeu a economizar, não é? A viagem também nos torna mais pacientes, por conta daquelas pequenas tensões que a gente enfrenta diariamente. O sentido do metrô, a fila do check-in, a demora do taxi.  Se você não se tornar mais paciente, vai enlouquecer. Melhor optar pela primeira opção, né? Acho que é impossível conhecer gente nova, seja em Dubai ou Nice, e não desenvolver uma certa empatia por elas e por suas vidas. Ou seja, você aprende a se comunicar e se expressar, independente da língua. E isso te faz bem!

10403261_10152564634566538_6170364673796437468_n
Foto: Renato Salles


Sem arrependimentos e pesares

Essa vida de blogueiro de viagem cansa? Sim, mas une tudo que sempre sonhei! Feliz de mim que posso encorajar o outro a viver o que eu vivo quando alço vôo pelo mundo. Às vezes olho pro lado e vejo gente que anda como um saco cheio de arrependimentos e frustrações. “Eu gostaria de poder”, “isso seria bom”, e “é muito difícil”. Triste! Sou crente no fato de que, se você quiser alguma coisa na vida e trabalhar duro o suficiente, você pode e deve fazer isso acontecer. A maioria das pessoas não quer colocar o esforço do trabalho em coisas não palpáveis. Quando você percebe que, no fim das contas, buscar auto-conhecimento e iluminação é o que mais se procura ao redor do mundo, vai perceber o quão simples é deixar esse apego de lado. Tão fácil quanto o querer conhecer é conhecer. Os benefícios são muitos e os riscos grandes demais para simplesmente ignorar a picada deste mosquitinho chamado viagem.

Uma última consideração: na maioria das vezes as férias não são uma maneira de buscar a paz interior. É um período de férias, só isso. Não significa porém que você não vai encontrar nada novo, aprender ou se beneficiar de alguma coisa mais profunda. Todo mundo precisa de uma história para contar. Eis a verdadeira razão pela qual viajar é tão importante. Eu tenho pouco tempo como viajante e já tenho muitas. Por favor, certifique-se que você tenha pelo menos uma!

Quem escreveu

Jo Machado

Data

29 de January, 2015

Share

Jo Machado

O Jo é do tipo que separa pelo menos 30% do tempo das viagens para fazer o turista japonês, com câmera no pescoço e monumentos lotados. Fascinado pelas diferenças culturais, fotografa tudo que vê pela frente, e leva quem estiver junto nas suas experiências. Suas maiores memórias dos lugares são através da culinária, em especial a comidinha despretensiosa de rua. Seu lema de viagem? Leve bons sapatos, para agüentar longas caminhadas e faça uma boa mixtape para ouvir enquanto desbrava novos lugares. Nada é melhor do que associar lindas memórias à boas canções.

Ver todos os posts

Comentários

  • Excelente!!!
    - Willi Sales

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.