Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Eenmaal, o restaurante para ir sozinho

Data

01 de June, 2015

Share

Pela primeira vez na história da humanidade, se alimentar sozinho é uma trend que contraria toda a idéia original e politicamente correta da noção de que alimentação é um ato comunal. E em tempos de crise onde a moeda corrente virou a gestão de como, onde e com quem usar o nosso tempo, a designer holandesa Marina van Goor, presenteou a nossa geração com o primeiro pop up restaurante do mundo para quem prefere ou precisa da solidão: o Eenmaal (Só Um).

Eenmaal3
(Créditos Eenmaal)
eenmaal6
(Créditos Eenmaal)

Com mesa para um, onde só cabe um e onde só senta um, o conceito acertou em cheio e faz uso da demanda por solidão comunal e oferece a opção de desconectar-se. Um ambiente que também resolve facilmente o  problema de quem, por exemplo, morre de vergonha de cadeiras vazias sobrando na mesa.

Sold out desde o primeiro evento e comentadíssimo por mídias como Vogue, Elle magazine, Wallpaper, The Guardian, The Independent, BBC radio4, Monocle, the Times, the Independent, the Sunday Times, o projeto viaja o mundo oferecendo a possibilidade de jantares que celebram a solidão voluntária, o resultado tem sido muito além do que a idealizadora do projeto esperava.

(Créditos: Citinerary.net)
(Créditos Citinerary.net)

Segundo Marina, “O Eenmal gerou uma conversa global sobre a possibilidade de comer sozinho. Aparentemente, somos um conceito inovador não só para a Holanda, mas também para o Brasil, China e Índia. Temos recebido um feedback muito positivo da mídia nacional, internacional, social e também de bloggers e das pessoas que fazem parte da experiência pela primeira vez” ela também acrescenta que “A solidão em um jantar pode ser uma experiência inspiradora por facilitar a desconexão temporária de um mundo onde estamos constantemente conectados com alguém”.

eenmaal mesa2
(Créditos Eenmaal)

Sempre com o foco na desconexão temporária – o que acaba por estabelecer um outro tipo de conexão: a interior – os eventos sempre fazem parte de uma curadoria que invade lugares ótimos como uma garagem da Citroen, espaços industriais e pontos comerciais desocupados, com menus descomplicados cheios de atenção ao detalhe e sabor, com preços realistas e que abrangem sobremesa e vinho.

eenmaalmenu
(Créditos Eenmaal)

 

eenmaal4
Momento egoísta: adoro comer ostras sozinha! (Créditos Eenmaal)

E aí, aceita o meu convite para jantar sozinho? :)

Acompanhe o Eenmaal pelo FacebookTwitterInstagram (ou email) para saber onde e quando acontecerão as próximas edições.

Imagem destacada – Eenmaal.com

 

 

Data

01 de June, 2015

Share

Priscilla Cavalcante

A Priscilla escolheu como mantra a frase de Amyr Klink: "Pior que não terminar uma viagem é nunca partir". Adora mapas e detesta malas. Não perde uma promoção ou um código de desconto e coleciona cartões de fidelidade. Nas horas vagas é diretora de arte, produtora de festas, dj e coletora de lixo nas ruas de Amsterdã. Escreve aqui e no www.almostlocals.com

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.