De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

5 dicas quentes para comer e beber em Pinheiros

Quem escreveu

Jo Machado

Data

21 de December, 2015

Share

Alguns ousam dizer que Pinheiros é, além do it bairro de São Paulo, o retrato paulistano do Brooklin de Nova Iorque. Provavelmente faz algum sentido. Pinheiros é um dos bairros que mais se destacam na diversidade de diversão, comida e bebida. E novidades surgem a toda hora por lá. Como morador, entusiasta e apaixonado pelo bairro, fico de olho nas novidades que pipocam na vizinhança.
Separei alguns lugares que valem muito a pena conhecer. Alguns dessas novidades são quentinhas, outras nem tanto, mas todos elas merecem uma atençãozinha sua na hora de escolher onde ir comer ou tomar um drinque com os amigos. Ah! Não sou expert nessa coisa de crítica gastronômica, viu? Sou só um curioso. Curioso faminto. :)

20151106_204316
A excentricidade da Salumeria Tarantino.

Salumeria Tarantino
Meu tipo favorito de estabelecimento! Comida bem servida em ambiente super descontraído, saborosa, com preços bem honestos e ótimo atendimento. Todos os pratos são feitos com matéria-prima de produtores nacionais, bem como as bebidas. O sanduíche de pastrame acompanhado de uma Tarantino Beer é uma ótima opção.

Salumeria Tarantino

Rua Padre Carvalho, 277
Das 12h às 21h (Fechado Domingo)
$$
20151202_192155
No Tan Tan o seu prato é preparado ao alcance dos olhos.

Tan Tan Noodle Bar
O recém-nascido mais aprovado de Pinheiros! Se você acha que noodle é comida de inverno, o Tan Tan vai mudar essa idéia. Ambiente aconchegante, climatizado e de poucas mesas, oferece os mais deliciosos pratos à base de noodle, além de outras deliciosas comidas quentes. Não deixe de provar o Tori Sandu, uma espécie de sanduíche no sponge egg,  com sobrecoxa de frango frita, picles e nori. Yummy! Já a carta de  drinques dos caras é sensacional. Criada pelo queridão Danilo Rodrigues, dentre tantos a provar, se jogue em um Hakuna Matata (aquele da foto destaque do post) para começar. Ah! E não deixe de provar a raspadinha com chá verde de sobremesa.

Tan Tan Noodle Bar
Rua Fradique Coutinho, 153
Das 19h às 23h30 (fechado às segundas e no último domingo de cada mês)
$$$

Parihuela de Mariscos da La Cevicheria
Parihuela de Mariscos da La Cevicheria

La Cevicheria
Não se assuste se tiver uma fila quando chegar por lá. A fila vale a pena! Um dos peruanos mais jovens da cidade, o La Cevicheria faz jus à sua fama. Comida muito bem executada, preparada na sua frente em um espaço diminuto, com poucas mesas e drinques tradicionais peruanos. Entre as sugestões, o tradicional ceviche de frutos do mar, acompanhados por um dos diversos molhos disponíveis. Para quem curte um docinho depois do almoço, sobremesas tradicionais da Confeitaria da Dona Keka: tejas e alfajores. Salivei só de pensar num potinho de ceviche de frutos do mar. Ai…ai.
La Cevicheria
Rua dos Pinheiros, 444
Das 12h às 16h e das 19h às 22h (Segunda-feira só almoço. Fechado Domingo)
$$$

20151203_215851
O maravilhoso polvo grelhado do Z Carniceria. Dá para comer 2 vezes!

Z Carniceria
O Bar de rock mais amado da cidade voltou com força total e trouxe mais vida pro Largo da Batata.  Em sua volta repaginada, o Z não se ateve apenas ao endereço e ao visual da casa. Um cardápio novinho e muito bem executado é assinado pela chef Mariana Gilberton, com delícias do antigo Z repaginadas e ótimas novidades. A casa agora abre também para almoço e jantar. Para acompanhar as delícias que você escolher para comer, drinques muito bem executados, assinados pela nova estrela da coquetelaria Kennedy Nascimento, eleito o melhor bartender da América Latina pelo World Class. A carta de drinques não é extensa, mas os sabores são deveras marcantes. Mas já aviso, é meio impossível beber um só. Cerveja? !Tem sim! Geladinha e de vários rótulos.
Z Carniceria
Av. Brigadeiro Faria Lima, 724 
Almoço – terça a sexta: 12h às 15h / sábado e domingo: 13h ás 17h
Jantar – terça a quinta: 19h à 00h / sexta a sábado: 19h às 2h / domingo: 19h à 00h
Abertura do bar: 21h
(Segunda-feira fechado)
$$$

20151217_212935
A tábua de embutidos de porco do Cateto e seu delicioso picles de beterraba

Cateto Artesanal
Ele veio lá da Mooca para trazer sanduíches deliciosos e muita cerveja para Pinheiros. Meu xodózinho! Outro lugar que eu tiro o chapéu pela ausência de pretenção. Ambiente super descontraído, com atendimento muito agradável e preço justo. Para comer, uma seleção de sanduíches deliciosos e tábuas de frios e queijos que são um verdadeiro “melhor amigo” para acompanhar as cervejas. E quantas cervejas! Tem para todos os paladares e bolsos. E se você custe cidra, não aquela qua a gente conhece bem, mas aquela que se bebe fora do Brasil, tem lá no Cateto. Acho que vou para de escrever aqui e dar um pulo lá! Falando sério, não deixe de conhecer.
Cateto Artesanal
Rua Francisco Leitão, 272
De terça à quinta das 18h às 0h / Sexta das 18h às 01h / Sábado das 13h às 01h

(Segunda-feira fechado)
$$$

Quem escreveu

Jo Machado

Data

21 de December, 2015

Share

Jo Machado

O Jo é do tipo que separa pelo menos 30% do tempo das viagens para fazer o turista japonês, com câmera no pescoço e monumentos lotados. Fascinado pelas diferenças culturais, fotografa tudo que vê pela frente, e leva quem estiver junto nas suas experiências. Suas maiores memórias dos lugares são através da culinária, em especial a comidinha despretensiosa de rua. Seu lema de viagem? Leve bons sapatos, para agüentar longas caminhadas e faça uma boa mixtape para ouvir enquanto desbrava novos lugares. Nada é melhor do que associar lindas memórias à boas canções.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.