Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Quantos idiomas os Europeus falam?

Quem escreveu

Paula Abrahão

Data

10 de November, 2014

Share

Quem já passou por alguns países da União Europeia e teve oportunidade de conversar com os locais, provavelmente ficou intrigado com a quantidade de idiomas que eles dominam – ou pelo menos têm conhecimento suficiente pra uma conversação rápida. 

Baseado na pesquisa “Eurobarometer 386” de 2012, organizada pela Comissão Europeia, o linguista Checo Jakob Marian se propôs a desvendar esse mistério. O cálculo louco combinando porcentagens de pessoas que falam (mais de) um segundo idioma resultou em um mapa surpreendente: Luxemburgo, Países Baixos e Eslovênia ocupam os três primeiros lugares, respectivamente, com uma média de 3.6 a 3 idiomas falados.

Quantos idiomas os Europeus falam?

Em Amsterdam, uma cidade super multicultural, já conheci uma eslovena que, além de seu idioma nativo, fala inglês, francês, alemão e japonês. Haja concentração pra conseguir não se enrolar com tantos idiomas! Marian dá mais detalhes sobre sua análise da pesquisa em seu site, vale a pena conferir. 

Você também já se surpreendeu com toda essa desenvoltura linguística em alguma de suas viagens?

*Imagem destaque: Gayvoronskaya_Yana – shutterstock.com

Quem escreveu

Paula Abrahão

Data

10 de November, 2014

Share

Paula Abrahão

Saiu de São Paulo para morar em Amsterdã e pretende visitar o máximo possível de países vizinhos. Detesta multidões e não faz questão de bater cartão em atrações turísticas, mas não dispensa conhecer restaurantes, cafés e lanchonetes locais por onde passa.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.