Viagem

Qual é o método mais rápido para embarcar no avião?

Quem escreveu

Renato Salles

Data

30 de April, 2014

Share

Sabia que muitos estudos mostram que a forma como as companhias aéreas embarcam os passageiros hoje é uma das piores e mais lentas possíveis? Hoje quase todas elas permitem a entrada primeiro dos passageiros preferenciais, e depois separam os outros em blocos de acordo com a posição na aeronave: primeiro os do fundo, depois do meio, e por último os da frente. Só que vários testes reais, com pessoas embarcando de formas variadas, apontam: somos todos trouxas e perdemos muito mais tempo do que o necessário parados no meio dos corredores até chegarmos aos nossos lugares. Fora o tempo perdido com gente que já sentou e tem que levantar para dar lugar aos que acabaram de chegar.

A companhia americana Southwest adotou , em contrapartida, o método mais rápido de embarque de todos. Curiosamente, também é o método mais bizarro: cada um senta onde quer, entrando por ordem de check-in. Bizarro porque parece um retrocesso. Seria como era nos cinemas até pouco tempo, em que abertas as portas, todo mundo corria para pegar um bom lugar, e mais difícil ainda, um lugar com assentos para todos do teu grupo juntos. Claro que é um método que comercialmente pode ser uma dor de cabeça, então não precisamos apelar.

Mas então, qual é o método ideal?

Vários testes indicam que a melhor forma é separar os passageiros em 3 grupos, os sentados nas janelas, os sentados no meio, e por último os do corredor. Isso evita todo aquele senta-levanta e diminui muito as filas nos corredores.

Uma forma ainda melhor, aprimorada desse sistema, é o método criado pelo físico Jason Steffen, e por isso mesmo chama o método Steffen. Apesar de não ter sido nunca utilizado, ele sempre se mostrou o mais rápido em todos os testes. O problema é na organização pré-embarque: além de entrarem em grupos de janela, meio e corredor, os passageiros ainda são divididos em fileiras intercaladas, ímpares e pares. Assim:

Mas não importa como eles nos organizem, isso tudo depende também da boa vontade dos passageiros, de se organizarem e seguirem regras. Isso pode ser uma tarefa difícil, principalmente considerando a fama que nós, brasileiro, e também os italianos, temos nos aeroportos do mundo. Dá uma olhada nesse divertidíssimo sketch do Saturday Night Life para entender o que estou falando.

 

Quem escreveu

Renato Salles

Data

30 de April, 2014

Share

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter