Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

O excêntrico restaurante de robôs de Tóquio

Quem escreveu

Jo Machado

Data

26 de June, 2014

Share

Todo mundo sabe que o Japão é o país mais conservador e ao mesmo tempo o mais bizarro deste planeta. Eu, que não penso diferente, também acho que o Japão foi um país colonizado por alguma espécie de civilização alienígena e que ainda vão dominar a Terra.  Ultimamente isso tem me fascinado mais do que nunca. Talvez por influência da Lalai, que anda bem pirada em ir pra Tóquio. Estou certo, Lalai?

Como mencionei, ando bem mais aprofundado na minha curiosidade sobre o Japão e suas excentricidades. Foi em uma dessas imersões na cultura atual do país que me deparei com essa doidera em forma de bar, o Shinjuku Kabukicho Robot.

Robot-Restaurant-17-20140421-www.for91days.com-DSC06512O lugar é um clube de Tóquio, que ganhou notoriedade por sua incompreensível estética sci-fi cabaré e seu interior exageradamente iluminado. Inaugurado em 2012, a um custo estimado na casa dos 10 milhões de doletas, quase toda superfície do clube está decorada com luzes, espelhos ou monitores. O show Robot-Cabaret é o evento principal. O espetáculo tem em média uns 7 atos, incluindo uma luta de boxe entre robôs. Sim, uma luta! Dançarinos performando em tanques-robôs e outras loucuras sci-fi.

Para você ter uma idéia do que se trata esse lugar, dá uma espiadinha no vídeo abaixo! E se quiser saber mais sobre o restaurante, acessa o site do pessoal do For 91 Days, que por acaso é um blog super legal. Os caras, um alemão e um americano, tem o projeto de viver 3 meses – About 91 Days! – em cada cidade e dessas experiências surgem ótimas dicas. Ah, os vídeos e fotos também são dos caras do For 91 Days!

Robot-Restaurant-10-20140421-www.for91days.com-DSC06403

Robot-Restaurant-26-20140421-www.for91days.com-DSC06639

Vendo tudo isso, aposto que deu uma vontade de conhecer, não é? Se você for como eu, certamente vai dar uma espiadinha em algum site de passagens, usando Tóquio como destino.

*foto destaque divulgação

Quem escreveu

Jo Machado

Data

26 de June, 2014

Share

Jo Machado

O Jo é do tipo que separa pelo menos 30% do tempo das viagens para fazer o turista japonês, com câmera no pescoço e monumentos lotados. Fascinado pelas diferenças culturais, fotografa tudo que vê pela frente, e leva quem estiver junto nas suas experiências. Suas maiores memórias dos lugares são através da culinária, em especial a comidinha despretensiosa de rua. Seu lema de viagem? Leve bons sapatos, para agüentar longas caminhadas e faça uma boa mixtape para ouvir enquanto desbrava novos lugares. Nada é melhor do que associar lindas memórias à boas canções.

Ver todos os posts

Comentários

  • Eu fui totalmente no acaso pois vi um desses folders no meu hotel que tinha um anúncio desse lugar e ficava a 500m de onde eu estava hospedado. Daí resolvi ver qual que era do lugar por que né, Robô e Japão tem tudo a ver. Paga-se uns USD 5 pra entrar(que te dá direito a um bentô). É mais um bar/casa de show do que propriamente um restaurante, e os shows são super luminosos e barulhentos, com os robôs fazendo movimentos na pista improvisada. O som era realmente muito muito alto (igual as casas de arcade também no japão, com um barulho quase insuportável). Eu fiquei por lá por uma hora e não sei por que mas me lembrou uma balada de Cancún chamada "Coco Bongo" que também tem esse lance de shows e mega produção. No final das contas tinha mais gringo do que japoneses mesmo no lugar. Mas vale a pena conhecer, pelo ~entretenimento~, como o próprio Japão em sí. De todos os países que já visitei, o Japão foi sem sombra de dúvidas o mais foda em vários aspectos. Vale muito, muito, muito a pena conhecer!
    - Lucas Santana
    • Eis meu mais novo destino-desejo!
      - Jo Machado

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.