Os melhores festivais de música do mundo em 2018

Data

11 de January, 2018

Share

Governors Ball
1 a 3 de junho, 2018
Nova York, Estados Unidos

The Governors Ball Festival. Foto: Divulgação / Charles Reagan

O verão chega no hemisfério norte em junho e com ele uma enxurrada de festivais para todos os estilos. O Governors Ball, um dos maiores que rolam na cidade, junta dois bons motivos para considerá-lo na agenda: rola em Nova York e tem sempre lineup impecável, passando pelo indie rock, música eletrônica, hip-hop e até pela pop music. Estão confirmados Eminem, Jack White, Travis Scott, Yeah Yeah Yeahs, Halsey, N.E.R.D., Khalid, entre outros. É também no Governors Ball que estreia oficialmente o Silk City, projeto encabeçado pela dupla Diplo e Mark Ronson.

Link: governorsballmusicfestival.com

Meadows in the Mountains
7 a 10 de junho, 2018
Rodhopes Mountains, Bulgária

Meadows in the Mountains. Foto: Hugo Forster

Meadows in the Mountains tem todo um ar hippie em volta. A música é importante, mas quem o frequenta diz que a grande estrela do festival é o sol nascendo atrás das montanhas envoltas por uma neblina fina. O headliner é o mesmo desde que o Meadows nasceu há oito anos. É um festival butique para apenas mil pessoas, para quem gosta de ficar com o chão de terra, para quem quer dormir e acordar no meio da natureza e quer dar aquela relaxada. Ao fim dos três dias de festival, rola ainda uma after-party na piscina de um hotel, com DJs tocando das 10 até a 0h. É a balada da despedida. Tocaram em 2017 Shanti Celeste, South London jazz collective United Vibrations, Valentino Kanzyani (techno), Commix (drum’n bass).

Link: meadowsinthemountains.com.

UVA Festival
8 a 10 de junho, 2018
Ronda, Espanha

O UVA Festival estreou em 2017 para um público de apenas 500 pessoas com um lineup de tirar o chapéu. O festival combina música eletrônica, artes visuais e a arquitetura local, um mosteiro datado do século 15. A edição para 2018 já está com ingressos à venda, mas como são poucos, caso tenha se animado, nem espere o lineup e compre de olhos fechados. Amigos que foram garantiram que arrependimentos não existirão. É o céu para amantes de house & disco.

Link: www.uvafestival.com

Sónar Barcelona
14 a 16 de junho, 2018
Barcelona, Espanha

Sonar Village 2017. Foto: divulgação

O Sónar Barcelona completa 25 anos com grandes comemorações. Além de ter enviado música para o espaço para tentar contactar aliens, caprichou no lineup e toda hora solta uma novidade. Promete ser o festival hit do verão europeu. Alguns nomes confirmados são LCD, Gorillaz, Bonobo, Diplo, Laurent Garnier, Helena Hauff, Ólafur Arnalds (Kiasmos), DJ Harvey e John Talabot só para início de conversa. É para lá que eu sigo.

Link: sonar.es

Pinkpop
15 a 17 de junho, 2018
Landgraaf, Holanda

Pinkpop. Foto: divulgação

O Pinkpop é o festival indie mais concorrido da Holanda. Ele é também o festival mais antigo do mundo com edições anuais, com primeira edição em 1970. São 3 dias atraindo um público médio de 60.000 pessoas. Por enquanto só foram divulgados Foo Fighters, Pearl Jam, Bruno Mars, Nothing but Thieves e Walden. Mas pode esperar que vem mais coisa boa por aí. São cerca de 60 mil pessoas por dia, ou seja, festival de grande porte.

Link: www.pinkpop.nl

Secret Solstice
21 a 24 de junho, 2018
Reykjavik, Islândia

Quem preferir conhecer a Islândia no início do verão, o Secret Solstice é uma boa pedida. A programação se estende da cidade à Blue Lagoon, barcos e geleiras. O lineup ainda não foi divugaldo, mas ele nunca decepciona. Clica no play ali em cima e tenha uma dose sobre o que se trata o festival. Vale a pena mencionar que os islandeses amam hip-hop, por isso ele terá um grande peso no festival.

Link: secretsolstice.is

Tauron Nowa Muzyka
28 de junho a 1 de julho, 2018
Katowice, Polônia

Tauron Nowa Muzyka Katowice 2017. Foto: divulgação

O Tauron Nowa Muzyka nasceu dentro de uma mina de carvão. O festival cresceu e hoje ele rola por quatro dias em lugares distintos, todos bem especiais. Quem gosta de locações industriais aliadas a um bom lineup, pode correr que ainda dá tempo de colocá-lo na lista. O objetivo é combinar sons futurísticos a lugares pós-industriais. Espere por minas desativadas, igrejas, museus e até no magnífico Concert Hall do NOSPR (Polish National Radio Symphony Orchestra. Artistas confirmados: Mura Masa, Nightmares on Wax, R+R=NOW, Red Axes, Soil&Pimp Sessions, entre outros.

Link: festiwalnowamuzyka.pl

Montreal Jazz Festival
28 de junho a 7 de julho, 2018
Montreal, Canadá

Montreal Jazz Festival. Foto: divulgação

O Montreal Jazz Festival entrou para o Guinness como o maior festival de jazz do mundo. Os números nele são todos grandes. A cada edição tocam cerca de 3 mil artistas, passam mais de 2 milhões de pessoas (apenas 12,5% são turistas), conta mais de 20 palcos, incluindo alguns de acesso gratuito em espaços abertos. Os shows maiores chegam a ter público de 150 mil pessoas. O jazz é o principal, mas o festival vai muito além dele. Em 2017 teve Buddy Guy, Bob Dylan, Feist e até o Rodrigo Amarante. Ainda não divulgaram os artistas de 2018. Aguardemos!

Montreux Jazz Festival
29 de junho a 14 de julho, 2018
Montreux, Suíça

Montreux Jazz Festival. Foto: divulgação

O Montreux Jazz Festival nasceu em 1967 e hoje abraça a música além do jazz, incluindo o pop. É o maior festival da Suíça, reunindo cerca de 230 mil pessoas na sua última edição, com duração de 16 dias. O festival se espalha por diversas venues da cidade. A programação é vasta e interessantíssima, agradando a todos os estilos, incluindo os apaixonados por Silent Disco. O lineup da 52ª edição ainda não foi divulgada, mas fique de olho porque ela sempre vale a pena. Como o festival é de longa duração, é possível comprar ingressos para shows individuais. O festival tem também uma edição menor em Tóquio, que costuma acontecer em novembro.

Link: www.montreuxjazzfestival.com

Roskilde
30 de junho a 7 de julho, 2018
Roskilde, Dinamarca

Roskilde Festival 2017. Foto: Krists Luhaers

Um dos festivais mais sustentáveis do planeta, o Roskilde oferece uma imersão durante os oito dias em que acontece, pois você vai literalmente morar dentro do festival. É construída a segunda maior cidade da Dinamarca para abrigá-lo, com direito a uma prefeitura, responsável por cuidar da Dream City. A programação vai muito além da música, com arte, cultura de rua, workshops, e palestras dos assuntos mais diferentes e inusitados. A área de comida chega a ter chefs estrelados Michelin e já foi considerada a melhor comida de festival. São oito palcos e 175 bandas se apresentando no período. Por enquanto os confirmados são Bruno Mars, David Byrne, Gorillaz, Nephew, First Aid Kit, Fleet Foxes.

Link: www.roskilde-festival.dk

Peraí que tem mais

Paraíso indie no meio da Holanda com direito a lago e lineup impecável. Tocam na próxima edição LCD Soundsystem, The National, Chvrches, Deerhunter, Father John Misty, Four Tet.
Best Kept Secret. De 8 a 10 de junho de 2018.
Hilvarenbeek, Holanda. Fica a 130km de Amsterdã.

Festival, do Southbank Centre, sempre com um artista em destaque convidado para fazer a curadoria. A última foi a M.I.A.
Meltdown. Primeira quinzena de junho com dez dias de duração.
Londres, Inglaterra. 

Festival de música eletrônica experimental e artes visuais em Birmingham.
Supersonic Festival. De 22 a 24 de junho de 2018.
Birmingham, Inglaterra.

Música, artes, um pouco de transformação e uma boa dose de contracultura, esta é a proposta do Fusion, festival de música eletrônica, que recebe anualmente cerca de 70 mil pessoas. Separa a barraca, o figurino e vai.
Fusion. De 27 de junho a 1 de julho de 2018.
Lärz, Alemanha. Fica a 2 horas de Berlim.

Data

11 de January, 2018

Share

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter