De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

Os melhores festivais de música do mundo em 2018 e 2019

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

11 de January, 2018

Share

Lollapalooza São Paulo
De 5 a 7 de abril, 2019
São Paulo, Brasil

Guia festival de música 2018: Lollapalooza
Uma das várias áreas de descanso no Lollapalooza 2016. Foto: Ola Persson

O Lollapalooza dispensa apresentações. O festival se firmou na capital paulistana e fincou bandeira no Autódromo de Interlagos e muda de mês em 2019, passando de março para abril. Em 2018 os headliners foram Red Hot Chilli Peppers, LCD Soundsystem, Chance the Rapper, Pearl Jam, Imagine Dragons, DJ Snake, The National, David Byrne, The Killers, Lana del Rey, entre outros. Atualmente o Lollapalooza conta também com edições em Buenos Aires e Santiago (29 a 31 de março/2019), Chicago (início agosto), Berlim (8-9.09/2018), Paris (21 e 22.07/2018) e estreia em Estocolmo em 2019, rolando entre os dias 28 e 29 de junho.

Link: www.lollapaloozabr.com

Lucidity Festival
Início de abril, 2019
Santa Bárbara, Califórnia, EUA

Guia festival de música 2018: Lucidity
Lucidity Festivals. Foto: divulgação

O Lucidity está na lista dos melhores festivais “transformativos” do mundo. E o que isso significa? Além da música, que não é o foco do festival, a arte e temas de reflexão estão presentes durante os três dias em que ele acontece. Ele remete um pouco aos princípios do Burning Man, do tema ao envolvimento da comunidade para fazê-lo acontecer. O festival conta com uma extensa programação com campings temáticos, cursos, processos de cura, venda de comida, dança, performance, instalações de arte, etc. Caso esteja querendo cuidar do corpo, espírito e ouvidos, pode ser uma boa opção.

Link: lucidityfestival.com

Coachella
12-14 e 19-21 de abril, 2018
Indio, Califórnia, EUA

Eu debutando no Coachella 2018.

O Coachella é um dos festivais indie (que já nem indie é mais) mais procurado do planeta, e dispensa apresentações. Apesar disso, quem vai, ama. O Coachella surgiu em 1999, com 25.000 espectadores e não parou mais de crescer, tornando-se um dos festivais mais lucrativos do mundo. Em 2018 ganhou a mídia com o show exclusive e bombado da Beyoncé. A arte tem também ganhado cada vez mais destaque no lineup. Se você quer fugir da horda de influenciadores que tomam conta do festival, opte por ir no segundo fim de semana. Você vai curtir como eu!

Link: www.coachella.com

Sónar Reykjavik
25 a 27 de abril, 2019
Reykjavik, Islândia

Guia festival de música 2018: Sonar Reykjavik
Harpa Reykjavik

O Sónar Reykjavik é a edição regional do Sónar que mais decolou nos últimos dois anos. O festival mudou seu calendário do mês gélido fevereiro para abril, quando a temperatura está mais amena e os dias mais longos. Ele rola na emblemática casa de concertos Harpa. O lineup apresenta sempre um ótimo apanhado da cena local com artistas como Bjarki, Árni Skeng, Högni, entre outros. Já fui e digo, quero voltar.

Link: sonarreykjavik.com

Levitation
Segunda quinzena de abril, 2019

Levitation Festival 2018. Foto: POONEH GHANA
Levitation Festival 2018. Foto: POONEH GHANA

Levitation retorna este ano à Austin, depois de dois anos (2016 foi cancelado e 2017 não teve). O festival, indie de alma, é perfeito para quem prefere festivais menores, mas com lineup espetacular. Ele foi fundado pelos membros da banda de rock Black Angels, em 2008, e nesta edição sai do rancho e vai para a cidade, acontecendo em diversas venues de Austin. Stubb’s, The Mohawk, Barracuda, Cheer Up Charlies, velhas conhecidas dos frequentadores do SXSW, são alguma delas. Nomes confirmados são Brian Jonestown Massacre, Slowdive, The Black Angels, Electric Wizard, Ministry, entre outros. Em setemb.ro rola a edição do festival em Angers, na França.

Link: www.levitation-austin.combest 

Bananada
De 29 de abril a 5 de maio, 2019
Goiânia, Goiás, Brasil

Bananada está na lista dos principais festivais de música no Brasil. Ele acontece em Goiânia e celebrou em 2018  sua 20ª edição. O festival leva os principais nomes da música brasileira para seus palcos. Em 2018 o destaque foi Gilberto Gil tocando o Refavela, além de Rincon Sapiência, KL Jay, Francisco El Hombre.

Link: festivalbananada.com.br

Afrikaburn
De 29 de abril a 5 de maio, 2019
Tankwa, África do Sul

Guia festival de música 2018: Afrikaburn
Toda trabalhada no dourado no Afrikaburn.

O Afrikaburn foi um dos festivais mais marcantes que fui na vida. Acontece no meio do deserto na África do Sul, é mais intimista, contando um público de aproximadamente 14 mil pessoas. É um festival transformativo seguindo os mesmos princípios do Burning Man. Não há compra de produtos, apenas troca; o público é quem faz o festival ficar de pé. Nas diversas pickups espalhadas pelo festival, dança-se ao som de house, techno, deep house, trance e até mesmo rock e EDM, mas não é exatamente sobre música que o Afrikaburn se trata.

Link: www.afrikaburn.com

Peraí que tem mais

Lineup espetacular com grandes nomes do house e do techno, produção impecável e sustentabilidade são as marcas do DGTL, que fecha o mês de março com a edição mãe, em Amsterdã. Tocaram em 2018 Maya Janes Cole, Call Super, Cinnaman, Honey Dijon, entre outros.
DGTL Amsterdam. De 19 a 21 de abril, 2019.
Amsterdã, Holanda.

Música eletrônica experimental, artes e festas por seis dias em Malmö na primeira edição do Intonal. Um dos destaques é o Alessandro Cortini.
Intonal. Final de abril, 2019.
Malmö, Suécia.

Festival de techno em Taiwan para mil pessoas. Tocaram em 2018: Blind Observatory, A Made Up Sound, Powder, C.K.
Organik Festival. Final de abril, 2019. Data não confirmada.
Hunting, Taiwan

Festival low profile de música eletrônica contemporânea e experimental se espalha por diferentes venues em Krems, incluindo shows em igrejas. Tocaram em 2018: Amnesia Scanner, Goodspeed You!, Black Emperor.
Donaufestival. Fim de abril, 2019.
Krems, Áustria.

Festival no Japão vai sempre trazer experiências únicas. O Rainbow Disco tem dois palcos e a edição 2018 teve Four Tet, Peanut Butter Wolf, DJ Nobu, Floating Points, entre outros.
Rainbow Disco Club. Fim de abril, 2019. 
Higashiizu, Japão. Fica a 2h30 de trem bala de Tóquio

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

11 de January, 2018

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

Comentários

  • Oi Lalai, que trabalho lindo esta lista!!! 👏👏👏 O Bilbao BBK está com data de julho mas listado em agosto ;)
    - Mina
    • eita, corrigindo agora... :)
      - Lalai Persson
  • A mais completa seleção de festivais que já vi!!! Amamos o burning man e recomendamos muito apesar da logística surreal, vale cada minuto e centavo investidos!!! Arrasaram, como sempre <3
    - ThaFranklin
    • Opa, que bom que curtiu o guia. :) Quero muito ir no Burning Man esse ano. Vamos ver se vai rolar.
      - Lalai Persson
  • Em Julho rola o North Sea Jazz Festival, em Rotterdam, na Holanda. É uma experiência e tanto :)
    - Ramon Lopes
  • Em Julho rola o North Sea Jazz Festival, em Rotterdam, na Holanda. É uma experiência e tanto :)
    - Ramon Lopes
  • Parabéns, super legal dividido pelos meses ainda. Muitos festivais interessantes, pra todos os gostos. Não lembro se vi o rock in Rio Lisboa na lista, mas rola esse ano também.
    - Carla Salt
    • Sim, eu soube ontem sobre a edição Lisboa. Vou inclui-lo :)
      - Lalai Persson
  • Acho que em julho faltou um festival em Madri, o Mad Cool!
    - alessandra
    • na verdade faltam vários, né? valeu a dica.. .vou dar uma olhada, pois eu não conheço :)
      - Lalai Persson

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.