De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

Os melhores eventos de junho em Curitiba

Quem escreveu

Cristiano Castilho

Data

31 de May, 2018

Share

Soy Latino

Foto: Divulgação

A Alameda Julia da Costa, no São Francisco, está cada vez mais caliente, e já é um novo centro cultural em Curitiba. Na frente da Casa 102, que movimenta a região e proporciona a ocupação do espaço público há dois anos, foi inaugurado o bar temático Soy Latino. O forte são os drinks. Também há petiscos e pratos típicos. E o mais importante: o clima amigável, as mesinhas na rua, a aceitação de que somos parte dessa América latinizada. Vale a pena dar um conferes.

Soy Latino. De quarta a domingo, das 18h à meia-noite.
Alameda Julia da Costa, 93, São Francisco.

Pera aí, que tem mais

Uma feira de arte e gastronomia vegana. É a ideia da VegMundi, que alia alimentação consciente a um estilo de vida saudável e, por que não, político. Diversos estabelecimentos do ramo estarão reunidos, além de ONGS de adoção de animais.
VegMundi. Sexta-feira (08/06) às 10h. Gratuito.
Shopping Novo Batel. Rua Coronel Dulcídio, 517, Batel.

Quem escreveu

Cristiano Castilho

Data

31 de May, 2018

Share

Cristiano Castilho

Curitibano, é graduado em jornalismo pela UFPR e pós-graduado em jornalismo literário pela ABJL. Foi repórter, editor e colunista do jornal Gazeta do Povo. Trabalha na Rádio Educativa de Curitiba, é editor do blog Pista 1, no portal Bem Paraná, e colaborador da revista VICE Brasil.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.