De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

As boas do feriado no Recife: 12.10

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

10 de October, 2017

Share

Patrocínio

Gil, Gal e Reis


As guitarras, violões e vozes de Gilberto Gil e Nando Reis acompanham Gal Costa na turnê Trinca de Ases. No palco, eles adotam diferentes formações em dupla, sozinhos ou em trio, enquanto mesclam músicas dos repertórios dos três. É um show formado por canções que soam poderosas e emocionantes em qualquer formato, com algumas inéditas inseridas entre os clássicos. Tem momentos acústicos e outros mais elétricos. A reunião vai rolar em um daqueles antigos armazéns do Porto do Recife recém-gourmetizados-gentrificados.

Trinca de Ases. Quarta (11.10) às 21h. Ingressos de R$ 160 a R$ 230.
Itaipava 14. Avenida Alfredo Lisboa, Armazém 14, Bairro do Recife.

Tetê Espíndola

Sozinha no palco, Tetê vai cantar e tocar craviola, com aquela vozeirona. Foto: Patrícia Black

Tem que se ligar para não ficar fora. No ano passado, os ingressos para os dois shows de Tetê no Recife esgotaram. Isso significa que a creperia Rouge pode estar abarrotada de gente neste sábado, na volta da cantora à cidade. É uma artista que atravessou diversos contextos. Participou da Vanguarda Paulista, explorou a música popular do interior de Goiás e também fez sucesso nas rádios (principalmente com a clássica canção Escrito nas Estrelas), sempre com verdade autoral e experimentalismo.

Tetê Espíndola. Sábado (14.10) às 21h. Ingressos: R$ 30.
Rouge. Praça de Casa Forte, 570, Casa Forte.

Peraí que tem mais

Clássicos roots jamaicanos tocados por gente que saca do tema.
Reggae in the Casbah. Quarta (11.10) às 20h. Grátis (pague quanto quiser).
Casbah. Rua 27 de Janeiro, 7, Carmo, Olinda.

Não é sempre que essa grande cantora paraibana topa atravessar a divisa pra cantar tão pertinho do público.
Cátia de França com Juliano Holanda. Sábado (14.10) às 21h. Ingressos de R$ 15 a R$ 40.
Casbah. Rua 27 de Janeiro, 7, Carmo, Olinda.

Uma banda e quatro DJs para homenagear Fela Kuti.
Fela Day. Sábado (14.10) às 21h. Ingressos: R$ 15.
Troipicasa. Rua da Glória, 496, Boa Vista, Centro.

Ninguém menos que Fernando Mendes é a atração principal do aniversário daquele querido clube no topo do morro.
Aniversário do Clube Bela Vista. Sábado (14.10) às 21h. Ingressos: R$ 20.
Avenida Aníbal Benévolo, 636, Alto Santa Terezinha, Beberibe.

Cinco bandas em um minifestival de punk-rock-death-thrash-grind-hard-core, incluindo as paulistas Surra e Desalmado.
Antifa Até o Osso. Sábado a partir das 16h. Ingressos a partir de R$ 15.
Estelita. Avenida Saturnino de Brito, 385, Cabanga.

Batalha de rap free style com rimas e letras criadas na hora por MCs mulheres.
Slam das Minas. Sábado (14.10) às 15h. Grátis.
Rua da Aurora. Santo Amaro, Centro.

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

10 de October, 2017

Share

Patrocínio

Júlio Cavani

Durante três meses em Nova York em 2010, Júlio não trabalhou e nem estudou. dedicou todos os dias e noites da viagem a shows, exposições e cinemas. Na verdade, a vida dele é assim o ano inteiro, todos os anos, em qualquer cidade onde esteja. Quando trabalha, procura sempre algo relacionado a arte, filmes e música. Quando tem tempo livre, busca as mesmas coisas (ou ambientes com muita natureza). Também desenvolve os próprios projetos artísticos, influenciado por tudo o que vê e ouve. Ele ainda é conhecido por conseguir provar que sempre é possível encontrar coisas legais para fazer no Recife e por estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.