De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

As boas do fim de semana no Recife: 12.01

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

10 de January, 2018

Share

Patrocínio

Janeiro dos Grandes Espetáculos

Orun Santana homenageia o pai dançarino no espetáculo Meia-Noite. Foto: Brisa Lima

Artes cênicas, performáticas, coreográficas e musicais convivem na gigante programação do Janeiro de Grandes Espetáculos. Nesse festival, dá pra ver (ou rever) alguns dos melhores espetáculos recifenses dos últimos meses e também descobrir novas peças. São 91 atrações (danou-se!), algumas de outros estados e países. Entre os inéditos, a dança contemporânea provoca altas expectativas com Meia-Noite, de Orun Santana, Ebulição, de Valéria Vicente e Caio Lima (cantor da banda Rua), O Diário das Frutas, de Dielson Pessôa, e A Dita Curva, de Flaira Ferro. Nas reprises, recomendamos Dinamarca, Zoe e Dorinha, que bombaram quando estrearam no Recife ano passado. Outro ponto forte será o monólogo Ícaro (RS), com o ator Luciano Mallmann.

Janeiro dos Grandes Espetáculos. Diariamente até 28 de janeiro. Ingressos de R$ 0 a R$ 30.
Espetáculos em 17 endereços diferentes.

Peraí que tem mais:

Últimos dias da temporada da Curitiba Cia de Dança no Recife.
Quando se Calam os Anjos. Quinta e sexta às 20h. Sábado às 17h. Grátis.
Caixa Cultural. Marco Zero, Bairro do Recife, Centro.

O charmoso cineminha da Fundação está com uma programação imperdível esta semana com os poderosos filmes 120 Batimentos, The Square, Corpo e Alma e os clássicos A Bela da Tarde, A Primeira Noite de um Homem e Era uma Vez um Verão.
Cinema do Museu. Avenida 17 de Agosto, 2187, Casa Forte.

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

10 de January, 2018

Share

Patrocínio

Júlio Cavani

Durante três meses em Nova York em 2010, Júlio não trabalhou e nem estudou. dedicou todos os dias e noites da viagem a shows, exposições e cinemas. Na verdade, a vida dele é assim o ano inteiro, todos os anos, em qualquer cidade onde esteja. Quando trabalha, procura sempre algo relacionado a arte, filmes e música. Quando tem tempo livre, busca as mesmas coisas (ou ambientes com muita natureza). Também desenvolve os próprios projetos artísticos, influenciado por tudo o que vê e ouve. Ele ainda é conhecido por conseguir provar que sempre é possível encontrar coisas legais para fazer no Recife e por estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.