De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

As boas do mês de junho em Belo Horizonte

Quem escreveu

Tiago Belotte

Data

01 de June, 2018

Share

Gayzada Junina

Foto: Dilson Ferreira / QU4RTO STUDIO

Está aberta a temporada de festas juninas e essa aqui, quem conhece sabe que é bapho. Tem quadrilha, mas é pop. E tem funk e todo tipo de música pra dar close e se jogar. A barraca do beijo, sucesso do ano passado, também tá garantida. E pra lacrar, a novidade é a primeira quadrilha drag queen de Beagá. No line up: Lorena Lee, Carlos Corrêa, Bukzem, João Andrade e Thales Albuquerque.

Gayzada Junina. Sábado (02.06) a partir das 23h. Entrada gratuita.
A Fábrica. Av .Tereza Cristina, 295, Carlos Prates

 

Baile do Chinelo – Conexão Cuba

Foto: Divulgação

Baile é baile, né gente. É pra quem quer dançar de verdade. A festa já começa quente com A Bateria Chinelada 2018. Do carnaval vamos direto pra Cuba, com salsa, guaracha, guajira, e as melhores de Los Van Van, Buena Vista Social Club e Los Hacheros. Pra fechar, vamos pra Baêa, com Havayanas Usadas e seu axé anos 90.

Baile do Chinelo – Conexão Cuba. Sábado (09.06) das 14h às 20h. Ingressos a partir de R$10.
NECUP. Av. Nossa Senhora de Fátima, 3312, Prado

 

Queerdrilha: Lançamento do livro Translado + Arraiá TransENEM

Foto: Divulgação

Festa boa entretem, mas fica melhor ainda quando tem um propósito incrível por trás. A Queerdrilha é promovida pelo cursinho TransENEM, que prepara pessoas trans para prestarem o ENEM e ingressarem na Universidade, tirando a diversidade do discurso e colocando onde importa: a vida real. Mas falando de festa, tem bloco Garotas Solteiras e bloco Alô Abacaxi, além dos DJs que garantem pista quente até o fim da noite. Vale ainda dizer que tem lançamento do livro “Translado: narrativas trans da Av. Pedro II” com fotos e relatos das meninas que ganham a vida na Avenida Pedro II.

Queerdrilha: Lançamento do livro Translado + Arraiá TransENEM. Domingo (17.06) a partir das 15h. Gratuito.
NAAÇÃO BH. Avenida Pedro II, 1689, Carlos Prates

 

Peraí, que tem mais

Muito Funk’n’Soul, Rap, DiscoFunk, Reggae, Afrobeat & Grooves Brazukas na casa que você já devia ter ido conhecer.
Funk-se na Jacinta! Sábado (02.06) a partir das 23h. Ingressos antecipados: R$20
Querida Jacinta. Rua Grão Pará, 185, Santa Efigênia

Pratas da casa, Cris Foxcat (Wannabe) & Nezt (Let’s Dance) vão comandar a pista do porão mais amado da cidade.
ONdA sONOrA. Sábado (02.06) a partir das 22h. Entrada: R$30
A Obra Bar Dançante. Rua Rio Grande do Norte, 1168, Savassi

Uma noite de arrasta-pé, xote e xaxado. Pra quem não sabe dançar, tem aula grátis.
Forró Do Mercado. Terça-feira (05.06) a partir das 20h. Ingressos: entre R$10 e R$25
Distrital. Rua Opala, s/n , Cruzeiro

Trio Jurerê e Black Brothers DJ animam o Arraiá da Amadoria.
Arraiá da Amadoria – Festa Junina. Sábado (16.06) a partir das 16h. Ingressos: entre R$20 e R$30
Amadoria. Rua Mucuri, 325, Floresta

Quem escreveu

Tiago Belotte

Data

01 de June, 2018

Share

Tiago Belotte

Tiago Belotte é apenas um curioso que nas horas vagas está à frente do CoolHow – laboratório de inteligência criativa sediado em Belo Horizonte. Aliás, BH é cidade de nascimento, mas é também uma escolha. Tanto que junto com dois amigos fundou o Beagá Cool – prêmio que virou distrito de negócios criativos, ousados, originais e locais.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.