De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

As boas do fim de semana no Rio de Janeiro: 06.07

Data

05 de July, 2018

Share

Rio Festival de Gênero & Sexualidade no Cinema

Cena de “Chega de fiu fiu”: documentário abre o festival | Foto: divulgação

Em seu oitavo ano, o festival endossa o coro por um par rimado precioso: liberdade e diversidade. Dividida entre cinco salas no Rio de Janeiro e uma em Niterói, a programação espelha esse princípio forte com documentários e ficções, em longas, médias e curtas. Um dos destaques é o nacional “Chega de fiu fiu”, filme que abre o evento, no Odeon. O trabalho de Amanda Kamanchek e Fernanda Frazão explicita como a participação das mulheres no espaço urbano é marcada por insegurança. Há também a chance de troca com realizadores em três sessões + debates já agendadas. Fique de olho.

Rio Festival de Gênero & Sexualidade no Cinema. Em cartaz de quinta (05.07) a quarta-feira (11.07). Várias salas e horários. Confira a programação aqui.

A mentira

Companhia OmondÉ apresenta texto de Nelson Rodrigues | Foto: Aline Macedo/Divulgação

Diante da atualidade da obra de Nelson Rodrigues, a morte dele há quase 40 anos soa surpreendente. O teatro o mantém vivo, sem retirar do dramaturgo a complexidade e a controvérsia. Raras são as semanas em que a programação do Rio não traz ao menos uma montagem do Anjo Pornográfico. Nesta, “A mentira” conserva a força rodrigueana nos palcos, e faz isso com o selo de qualidade da Cia OmondÉ. Adaptado e dirigido por Inez Viana, a peça mostra como a harmonia familiar é afetada quando uma adolescente de 14 anos fica grávida. São as últimas apresentações no Glaucio Gill.

“A mentira”. Em cartaz de sexta (06.07) a segunda-feira (09.07), às 20h. Ingressos a R$ 15.
Teatro Glaucio Gill. Praça Cardeal Arcoverde, s/nº – Copacabana.

Cachorros

“Cachorros”: elogiado drama chileno

Elogiar o cinema argentino já virou lugar-comum, mas vale a pena olhar com atenção para outro hermano latino. Chi Chi Chi le le le! Viva Chile! Pois é, na última década, o cinema chileno ganhou fôlego com ótimos filmes como “No”, “O clube”, “Gloria” e “Uma mulher fantástica”, este ganhador do Oscar de melhor filme estrangeiro. A elogiada carreira de “Cachorros” apenas confirma que a excelente safra, para além do vinho, se estende à sétima arte. Dirigido e escrito por Marcela, o drama acompanha o envolvimento entre Mariana (Antonia Zegers) e seu professor de equitação Juan (Alfredo Castro), acusado de diversos crimes durante a ditadura.

“Cachorros”. Confira salas e horários aqui.

As mil e uma noites

“As mil e uma noites” traz uma história diferente a cada sessão | Foto: Renato Mangolin/Divulgação

A cada noite, uma nova história. É essa a proposta da versão contemporânea do clássico “As mil e uma noites” feita pela companhia Teatro Voador Não Identificado. A montagem se divide em sessões únicas onde, a cada noite, Sherazade narra uma história do livro original entrelaçada com depoimentos atuais de refugiados árabes. Apenas o prólogo se repete e faz um elo entre as apresentações: a trajetória da princesa para adiar a sua morte e enganar o rei.

As mil e uma noites. De sexta-feira a domingo, às 20h. Em cartaz até 09.09. Ingressos a R$ 30.
Oi Futuro Flamengo. Rua Dois de Dezembro, 63 – Flamengo.

Data

05 de July, 2018

Share

Filipe Isensee e Gustavo Cunha

Filipe nasceu em Salvador, mudou-se aos 9 anos para Belo Horizonte e, aos vinte e poucos, decidiu encarar o Rio de Janeiro. Há quatro anos conheceu Gustavo, cria da capital fluminense. Jornalistas culturais, gostam de receber amigos em casa e ir ao cinema. Cada vez mais são adeptos de programas ao ar livre - sempre que podem, incluem no passeio Chaplin, esperto vira-lata adotado há um ano.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.