Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Rio de Janeiro: 03.05

Data

02 de May, 2019

Share

Entardecer

Embora a franquia “Vingadores” seja um fenômeno popular, é um absurdo um filme ocupar 80% das salas de cinema do país, como ocorreu semana passada com”Endgame” aqui no Brasil – nos Estados Unidos, esse número foi de 12%. Isso porque os heróis são de lá, hein!?  Pelo visto, não é só o presidente que bate continência (e outras coisas mais) diante da bandeira americana. De qualquer forma, a bilheteria o alçou ao posto de maior estreia da história do cinema, e a aprovação dos críticos está bem alta. Mas o cinema não vive só de heróis, de efeitos e de franquias da Disney. Quem quer fugir disso tudo pode encontrar refúgio no filme “Entardecer”. Outro ritmo, outra proposta, outra história. É o novo trabalho de László Nemes, diretor do impactante “O filho de Saul”,  ganhador do Oscar de filme estrangeiro. A história se passa em 1913 e acompanha  Irisz (Juli Jakab), que volta a Budapeste após passar anos em um orfanato. A jovem tenta descobrir por que o nome de sua família está manchado.

“Entardecer”. Confira salas e horários, aqui

40 anos esta noite

Novas composições familiares estão no cerne do espetáculo, que volta à cena para uma temporada popular no João Caetano depois de passar pelo Teatro Ipanema. No palco, em seu aniversário de 40 anos, Gabriela convida Bernardo, um amigo de infância, para ser pai do filho que ela e a namorada (Clarice) tentam conceber via inseminação. O pedido pega a companheira de surpresa e ela rejeita a ideia imediatamente. O casal vai precisar conversar para se entender –  ou não. A direção é de Bruce Gomlevsky. Felipe Cabral assina o texto e também está no elenco, ao lado de Gabriel Albuquerque, Gisela de Castro e Karina Ramil.

40 anos esta noite”. Sexta e sábado, às 19h30. Domingo, às 18h. Ingressos a R$ 20. Em cartaz até 26 de maio.
Teatro João Caetano. Praça Tiradentes, s/nº – Centro.

Dez anos do Teatro Inominável

“O narrador”. Foto de  Anna Clara Carvalho/Divulgação

Para celebrar sua primeira década, o Teatro Inominável apresenta duas iniciativas distintas: a estreia de um monólogo (“Dentro”) e a reestreia de uma performance (“O narrador”, na foto) em espaços diferentes da cidade. O CCBB abriga “Dentro”, com Laura Nielsen. Na peça, um café com suas antepassadas mortas, na antiga casa onde morou, é o ponto de partida para uma mulher de 40 anos questionar seu lugar no mundo.  Já “O narrador”, na Casa Rio, parte da obra de Walter Benjamin, que se transforma também em veículo para que Diogo Liberano – responsável pela dramaturgia dos dois trabalhos – compartilhe histórias da sua vida, numa criação intimista.

Dentro. De quarta a domingo, às 19h30. Ingressos a R$ 30. Em cartaz até 26 de maio.
CCBB. Rua Primeiro de Março, 66 – Centro.
O narrador. Sexta e sábado, às 20h. Ingressos a R$ 30. Em cartaz até 18 de maio.
Casa Rio. Rua São João Batista, 105 – Botafogo. 

Sesc Entredança 2019 | O corpo negro

É o quarto ano do projeto, que ocorre durante todo o mês de maio, com edição dedicada ao corpo negro. Quatorze companhias participam da mostra de maneiras diversas: além de danças, estão programados intercâmbios, oficinas gratuitas, ações em espaços urbanos e em escolas públicas. Ao todo, serão 75 apresentações espalhadas pelo Rio de Janeiro (nas unidades do Sesc em Copacabana e em Ramos), Nova Friburgo e Nova Iguaçu. A curadoria é da artista, pesquisadora e docente Carmen Luz.

Sesc Entredança. Confira a programação (com dias, horários e atividades)  no site

Peraí, que tem mais

No sábado (04.05), a partir das 10h, tem sessão do filme “Tente entender o que tento dizer”. O documentário de Emilia Silveira mostra a força do coletivo e da militância na transformação de pessoas e de realidades marcadas pelas barreiras impostas pelo HIV. Durante a sessão, o Grupo Pela VIDDA – RJ disponibilizará gratuitamente o teste rápido para verificação de HIV com resultado em 30 minutos.
Sessão de “Tente entender o que eu tendo dizer”. Sábado (04.05), às 10h. Entrada gratuita.
Cine Odeon Petrobrás. Praça Floriano, 7 – Centro.  

Data

02 de May, 2019

Share

Filipe Isensee e Gustavo Cunha

Filipe nasceu em Salvador, mudou-se aos 9 anos para Belo Horizonte e, aos vinte e poucos, decidiu encarar o Rio de Janeiro. Há quatro anos conheceu Gustavo, cria da capital fluminense. Jornalistas culturais, gostam de receber amigos em casa e ir ao cinema. Cada vez mais são adeptos de programas ao ar livre - sempre que podem, incluem no passeio Chaplin, esperto vira-lata adotado há um ano.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.