As boas do fim de semana no Rio: 13.04

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

12 de April, 2018

Share

Dona Onete é de Led : : Circo Voador

Junte uma das vozes mais incríveis da música brasileira atual com uma das melhores festas do Rio, temos o quê? Temos uma noite épica and imperdível, amigos. Dona Onete, essa maravilhosa, que pra quem não conhece e não sabe gravou seu primeiro disco aos 72 anos, depois de ser descoberta cantando em casa pelo Coletivo Rádio Cipó,no bairro da Pedreira, em Belém. Vai ser carimbó pra carioca nenhum botar defeito, amigos.

Dona Onete é de LED @Circo Voador. Sábado (14.04) às 22h. Ingressos a partir de R$ 40.
Circo Voador. Rua dos Arcos, s/n – Lapa. 

CCBB RJ Admirável Música Nova

Sente a força da música brasileira contemporânea, gente! Um festival todinho dedicado a novos nomes, organizado pelo Centro Cultural Banco do Brasil, trazendo alguns encontros bem maravilhosos. São dois dias de farra, então anota aí: na sexta, dia 13.04, rola Pianorquestra + Tulipa Ruiz e Camille Bertault + Ed Motta. No sábado, dia 14.04, vai ter Vitor Araújo + Wladimir Gasper e Craca + Dani Nega + B-Negão. Isso tudo com ingresso bem barato, a partir de R$ 10. Ahazaram muito.

CCBB RJ Admirável Música Nova. Sexta e Sábado (13 e 14.04) às 22h. Ingressos a partir de R$ 10, aqui.
CCBB. Rua Primeiro de Março, 66 – Centro. 

Otto | clube Manouche

Show do Otto é show do Otto, né mores? Sempre com muita intensidade, pra lavar a alma. E este finde você tem duas chances de vê-lo ao vivo, num espaço novo no Rio, que fica no subsolo da hypada Casa Camolese, o Clube Manouche. Vale ir conhecer, o espaço é bem intimista, a gente aposta que vai ser um showzão.

Otto | clube Manouche. Sexta e Sábado (13 e 14.4) às 21h. Ingressos a partir de R$ 40, aqui.
Clube Manouche/Casa Camolese. Rua Jardim Botânico, 983 – Jardim Botânico. 

Peraí, que tem mais

Aquele happy hour/sambinha maravilhoso de sexta no centro da cidade, pra ir direto do escritório, quem quer? Toma!
MAR de Música | Samba Que Elas Querem + Galocantô
. Sexta-feira (13.04) às 17h. Ingressos a partir de R$ 5, na bilheteria do museu (sugerimos dar uma passadinha lá um dia antes, porque os ingressos sempre esgotam).
MAR. Praça Mauá, 5 – Centro. 

Duas das maiores potências do groove nacional dividem essa sexta no circo. A banda baiana OQUADRO lança no Rio seu aclamado disco ‘Negro Roque’ na cia de Rincon Sapiência.
Rincon Sapiência + OQuadro
. Sexta-feira (13.04) às 22h. Ingressos a partir de R$ 40, aqui.
Circo Voador. Rua dos Arcos, s/n – Lapa. 

Sabe a Portela? Sabe que ela está completando 95 anos, caminhando forte rumo ao seu centenário? Sabe o Paulinho (da Viola) e a Marisa (Monte)? Junta tudo isso e acrescenta aquelas comidas típicas cheias de memórias das famílias e dos seus antepassados. Vai ser um festão.
A Noite Veste Azul – Paulinho da Viola encontra Marisa Monte. Sábado (14.04) às 22h. Ingressos a partir de R$ 60, aqui.
Quadra da Portela. Rua Clara Nunes, 81 – Vila Isabel.

O Jazz Out Cresceu e virou festival, e vem com uma primeira edição cheia de nomes incríveis, com direito a tributo a J. Dilla.
Jazz Out Festival + DILLA DAY Rio 2018. Sábado (14.04) às 21h. De graça, mas precisa retirar o ingresso aqui. No dia vai ser R$ 20, na bilheteria.
Fundição Progresso. Rua dos Arcos, 24 – Lapa. 

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

12 de April, 2018

Share

Luiza Vilela

Luiza S. Vilela é paulistana naturalizada capixaba, mas foi parar no Rio pra cursar letras há 12 anos e nunca mais saiu. Fugiu da vida acadêmica pra escrever, produzir conteúdo e, mais recentemente, casar pessoas. Já coordenou a editoria de FVM e Culinária da Revista Capitolina e contribuiu com Matador, Noo, Rio Etc, Modices e tantas outras. Bate um papo reto sobre literatura, claro, mas também sobre moda, culinária, feminismo e esportes. Site: www.luizaescreve.com

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.