De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

As boas do fim de semana no Rio: 03.08

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

02 de August, 2018

Share

Abrimos agosto com um finde cheio de feiras pela cidade, que é pra já começar o mês torrando o salário. Tem a novata Asterisco, que promete muita coisa diferentona, tem a tradicionalíssima Feira do Rio Antigo, tem a Bhering de portas abertas, duas Juntas Locais no mesmo final de semana e ainda uma feira só pra crianças. Ufa! Se a sua praia é gastar $$$ na festa, calma que tem também. Tem showzaço super concorrido dos Tribalistas, tem projeto novo da Fernanda Takai no Blue Note e tem várias pistas fervidas cidade afora. Isso sem falar nas exposições cheias de talentos super contemporâneos. Diria que estamos com um equilíbrio perfeito e raro entre badalos e programas culturais neste finde, então apenas #aproveitem.

Foto em destaque do show dos Tribalistas, por Léo Aversa.

Quem escreveu

Luiza Vilela

Data

02 de August, 2018

Share

Luiza Vilela

Luiza S. Vilela é paulistana naturalizada capixaba, mas foi parar no Rio pra cursar letras há 12 anos e nunca mais saiu. Fugiu da vida acadêmica pra escrever, produzir conteúdo e, mais recentemente, casar pessoas. Já coordenou a editoria de FVM e Culinária da Revista Capitolina e contribuiu com Matador, Noo, Rio Etc, Modices e tantas outras. Bate um papo reto sobre literatura, claro, mas também sobre moda, culinária, feminismo e esportes. Site: www.luizaescreve.com

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.