De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Recife: 27.07

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

26 de July, 2018

Share

O Diário das Frutas

Os dançarinos da Cais Cia de Dança prometem surpreender no palco. Foto: Arnaldo Sete

Instigadíssimos são os bailarinos da Cais, nova companhia de dança conduzida pelo dançarino e coreógrafo Dielson Pessôa, que passou alguns anos com Deborah Colker e com o Balé da Cidade de São Paulo. O elenco é formado por artistas com forte desenvoltura técnica física em torno de uma proposta de intensidade enérgica pouco praticada no Recife na dança contemporânea. Eles apresentam o espetáculo O Diário das Frutas no domingo, grátis, em pleno Marco Zero. A coreografia é inspirada em textos de Bruno Albertin inspirados em obras de Tereza Costa Rego, que são reproduzidas em vídeo no palco.

O Diário das Frutas no Festival R.U.A.. Domingo (29.07) às 19h. Grátis.
Marco Zero. Bairro do Recife, Centro.

Peraí que tem mais

Tem teatro de bonecos com três apresentações no Antigo.
Gruo Pia Fraus (SP). Sábado (28.07) às 16h e às 18h, Domingo (29.07) às 11h da manhã. Ingressos: R$ 5 (meia) e R$ 10 (antecipados vendidos na bilheteria a partir das 10h da manhã de sexta).
Caixa Cultura. Marco Zero, Bairro do Recife, Centro.

Quatro palhaças de estilos diferentes vão tirar uma ondinha no palco e no meio da plateia.
Violetas da Aurora. Quinta e sexta às 20h; Sábado e domingo às 16h. Ingressos: R$ 10 (meia) e R$ 20.
Teatro Capiba. Sesc Casa Amarela, esquina da Avenida Norte com a Rua Professor José dos Anjos (Canal do Arruda).

Cheio de declamações inspiradas é o documentário pernambucano Silêncio da Noite É que Tem Sido Testemunha das Minhas Amarguras.
O Silêncio da Noite. Diariamente (exceto segunda). Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia).
Cinema São Luiz. Rua da Aurora, 175, Boa Vista, Centro.

Censurado pelo governo, o espetáculo com a atriz trans Renata Carvalho será sim apresentado, duplamente, por determinação da jutsiça e também graças a uma espontânea campanha popular que arrecadou dinheiro e amor.
O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu. Sexta (28.07) às 17h (ingressos esgotados) e às 21h.
Garanhuns. Agreste de Pernambuco.

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

26 de July, 2018

Share

Júlio Cavani

Durante três meses em Nova York em 2010, Júlio não trabalhou e nem estudou. dedicou todos os dias e noites da viagem a shows, exposições e cinemas. Na verdade, a vida dele é assim o ano inteiro, todos os anos, em qualquer cidade onde esteja. Quando trabalha, procura sempre algo relacionado a arte, filmes e música. Quando tem tempo livre, busca as mesmas coisas (ou ambientes com muita natureza). Também desenvolve os próprios projetos artísticos, influenciado por tudo o que vê e ouve. Ele ainda é conhecido por conseguir provar que sempre é possível encontrar coisas legais para fazer no Recife e por estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.