Bombay Saphire no Festival Path

Está pronto para inspirar-se, provocar-se e despertar a mais pura criatividade que existe em você? Acompanhe as novidades do Festival Path, com Bombay Sapphire!

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

As boas do fim de semana no Recife: 11.05

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

10 de May, 2018

Share

Cordel do Fogo Encantado

Show do retorno da banda tem tudo pra ser histórico no Clube Português. Foto: Tiago Calazans

Eles tinham uma das bandas de maior sucesso da cena pernambucana pós-2000 e deram uma pausa pra cuidar de outros projetos, mas finalmente voltaram pra detonar geral, com músicas inéditas e antigos hinos que levarão a galera ao delírio. A reunião do Cordel do Fogo Encantado no Recife vai rolar de verdade, ao vivo, no clássico palco do Clube Português, em um minifestival que também inclui shows de Aninha Martins, Radiola Serra Alta, Almério, Tagore e Coco Trupé de Arcoverde, que vai encerrar a festa logo após o Cordel.

Cordel do Fogo Encantado. Sábado a partir das 21h. Ingressos de R$ 40 a R$ 90.
Clube Português. Avenida Rosa e Silva, 172, Graças.

Slam Nacional

As meninas da Femigang acabaram de lançar um incrível videoclipe de rap. Foto: Hiago Cabral

Essa cena tá gerando. Os laços entre o rap e os recitais de poesia estão atualmente bem unidos e fortalecidos no Recife. Na tarde de sábado, a cidade sedia a sexta etapa eliminatória do Slam Nacional em Dupla. A batalha competitiva de rimas será pretexto para uma boa festa, com DJs (Fenix e Jardel), apresentação ao vivo da CrespoGrafia (projeto fotográfico de valorização da afrodescendência) e participação dos grupos NDV, LS e Femigang (explosiva revelação do hip hop feminista contemporâneo pernambucano, conectada com o Recital Boca no Trombone).

Slam Nacional em Dupla: Estapa Nordeste 2. Sábado (11.05) das 15h às 19h. Grátis.
Galeria Arvoredo. Rua Gervásio Pires, 436, Boa Vista, Centro.

Peraí que tem mais:

Uma boa surpresa a cada noite: Orun Santana, Gleison Nascimento, Antônio Marinho e o grupo Arrete são os convidados dos últimos três shows de Flaira nesta minitemporada.
Flaira Ferro. Quinta a sábado às 20h. Ingressos: R$ 10 (meia) e R$ 20.
Caixa Cultural. Marco Zero, Bairro do Recife, Centro.

O mestre Maciel Salú comanda o palco e convida Isaar, Cannibal e Maestro Isarael de França para ajudar o Centro de Reabilitação e Valorização da Criança.
Show em prol do Cervac. Sexta (11.05) às 20h30. Ingressos: R$ 20.
Teatro de Santa Isabel. Praça da República, Bairro de Santo Anônio, Centro.

Mais uma chance para vivenciar ao vivo um viajante experimento sonoro e visual, naquele limbo entre a curtição e o conceitualismo.
Estesia. Sábado (12.05) às 17h. Ingressos: R$ 3 (meia) e R$ 6.
Museu do Estado. Avenida Rui Barbosa, 960, Graças.

Sempre é tempo de coco e ciranda em Camaragibe.
Sambada da Laia pra Dona Maria de França. Sábado (12.05) das 17h às 21h. Grátis.
Canto das Memórias Mestre Zé Negão. Rua Lucionise Moura de Melo, 5, João Paulo Segundo, Camaragibe.

Apesar de ainda faltar mais de um mês, os ensaios pro São João começaram e a Forró na Caixa já tá solta na pista.
Forró na Caixa. Sábado (12.05) às 21h. Ingressos: R$ 10 (antecipado) e R$ 20.
Tropicasa. Rua da Glória, 496, Boa Vista, Centro.

A Joinha’s Band recebe convidados para homenagear Lula Côrtes, que faria 69 anos.
Sons da Caverna. Sábado (12.011) às 20h. Grátis.
A Caverna. Rua Fernando Lopes, 78, Vila da Capunga, Graças.

Uma roda de samba comandada por mulheres celebra ao mesmo tempo o Dia das Mães e o Dia da Abolição!
Agora É que São Elas. Domingo (13.05) a partir das 13h.
Ramon Bar y Parrilla. Avenida 17 de Agosto, 1778, Casa Forte.

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

10 de May, 2018

Share

Júlio Cavani

Durante três meses em Nova York em 2010, Júlio não trabalhou e nem estudou. dedicou todos os dias e noites da viagem a shows, exposições e cinemas. Na verdade, a vida dele é assim o ano inteiro, todos os anos, em qualquer cidade onde esteja. Quando trabalha, procura sempre algo relacionado a arte, filmes e música. Quando tem tempo livre, busca as mesmas coisas (ou ambientes com muita natureza). Também desenvolve os próprios projetos artísticos, influenciado por tudo o que vê e ouve. Ele ainda é conhecido por conseguir provar que sempre é possível encontrar coisas legais para fazer no Recife e por estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.