Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana no Recife: 01.06

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

30 de May, 2018

Share

20 Anos do Coco de Umbigada

Beth de Oxum conduz a festa que é um foco de resistência cultural. Foto: Laila Santana

Vai ter coco até umas horas na noite e na madrugada de sábado em Olinda. O Coco de Umbigada, conduzido pela consagrada Beth de Oxum, comemora 20 anos e promove uma festança com a participação de oito grupos e cantores. Aurinha, Dona Glorinha, Mestre Zeca do Rolete, Batuque das Morenas, Irmãs Lopes, Coco de Resistência e Coco das Mulheres estão confirmados na programação. É uma oportunidade perfeita para quem quer curtir e conhecer essa riquíssima expressão musical essencialmente percussiva.

20 anos da Sambada de Coco. Sábado (02.06) a partir das 19h. Grátis.
Centro Cultural Coco de Umbigada. Rua João de Lima, Beco da Macaíba, Guadalupe, Olinda.

Peraí que tem mais:

Um projeto social importantíssimo comemora 25 anos em festa com DJ Lala K, Sambas de Erasto, Som na Rural e mais agito.
Festa da ONG Gestos. Sexta (01.06) a partir das 19h30. Ingressos: R$ 20.
Clube Atlântico de Olinda. Avenida Sigismundo Gonçalves, Praça do Carmo, Olinda.

O que não falta nessa festa é gente que canta e toca bem.
Wassab convida Flaira e Vinícius convida Martins. Sexta (01.06) às 21h. Ingressos: R$ 25 (ou R$ 20 com notas carimbadas “Lula Livre”).
Tropicasa. Rua da Glória, 496, Boa Vista, Centro.

Nova banda que toca clássicos recriados naquela vibe olindense pra fazer o povo dançar nas festinhas.
Alfazema Sessions. Sexta (01.06) às 22h. Grátis.
Casbah. Rua 27 de Janeiro, 7, Praça de São Pedro, Carmo, Olinda.

Reunião de três novas bandas de rock com certa influência do noise: Noiteros, Alexandre Maria e Ofusca.
Rolê nas Olinda. Sexta (01.06) às 22h. Ingressos: R$ 10.
Solar da Marquesa. Avenida Joaquim Nabuco, 5, Largo do Varadouro, Olinda.

Hip Hop original de Angola em um (verdadeiro) esquema África-Brasil.
Rap de Vitrine apresenta: Dnasty. Sábado (02.06) às 22h. Ingressos: R$ 20.
O Gordo e o Magro Bar. Rua das Ninfas, 267, Boa Vista, Centro.

Incrível festival fortemente percussivo e afrobrasileiro com a enérgica banda Bongar e grupos de coco, maracatu e ciranda. Sensacional, imperdível pra quem quer fugir das bolhas elitistas.
Festival de Arte e Cultura Negra. Domingo (03.06) das 16h às 23h. Grátis.
Centro Cultural Cambinda Estrela. Rua Doutor Elias Gomes, 420, Campina do Barreto (perto do terminal Chão de Estrelas).

Bongar e Orquestra Contemporânea de Olinda pra dar um brilho dominical.
Olinda Groove. Domingo (03.06) a partir das 16h. Ingressos: R$ 30 (social) e R$ 40.
Manny Deck Bar. Rua do Sol, 468, Carmo, Olinda.

Quem escreveu

Júlio Cavani

Data

30 de May, 2018

Share

Júlio Cavani

Durante três meses em Nova York em 2010, Júlio não trabalhou e nem estudou. dedicou todos os dias e noites da viagem a shows, exposições e cinemas. Na verdade, a vida dele é assim o ano inteiro, todos os anos, em qualquer cidade onde esteja. Quando trabalha, procura sempre algo relacionado a arte, filmes e música. Quando tem tempo livre, busca as mesmas coisas (ou ambientes com muita natureza). Também desenvolve os próprios projetos artísticos, influenciado por tudo o que vê e ouve. Ele ainda é conhecido por conseguir provar que sempre é possível encontrar coisas legais para fazer no Recife e por estar em vários lugares ao mesmo tempo.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.