Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

As boas do fim de semana em São Paulo: 28.09

Quem escreveu

Tava Passando

Data

27 de September, 2018

Share

Festival Roda Viva

Em tempos bicudos, é importantíssimo se posicionar e lutar para não perdemos todas as conquistas democráticas que conseguimos até aqui. Na área cultural – uma verdadeira indústria que não tem a atenção devida do poder público – isso é ainda mais latente. Organizado para arrecadar fundos para a reforma e reestruturação do importantíssimo Teatro Oficina, o Festival Roda Viva é  “um gesto de insurreição contra o avanço fascista que asfixia os corpos, a vida y a liberdade; é uma ação contra o sucateamento da cultura, da ciência y do pensamento”. E a galera que se juntou nesse esforço coletivo é pesadíssima e inclui Iara Rennó, Pensanuvem, Craca e Dani Nega, Tulipa Ruiz, Akin, Angela Carneosso e a Peste, Ava Rocha e Ana Cañas, entre muito outros. Não deixe de ajudar esse espaço tão importante e que sempre foi um foco de resistência e amor pelas artes.

Festival Roda Viva. Sexta (28.09) e sábado (29.09) a partir das 19h e domingo (30.09) a partir das 14h. Ingressos: De R$ 60 a R$ 150.
Teatro Oficina. Rua Jaceguai, 520, Bela Vista

of Montreal

É a terceira vez que o of Montreal toca aqui no Brasil e, a julgar pelos shows anteriores, será mais uma celebração divertida e super dançante. Liderado pelo malucão Kevin Barnes, a banda tem uma discografia imensa e cheia de hits no mundo indie, colocando humor na psicodelia frita, grooves intensos entrelaçados com o indie rock e letras que tratam desde o sexo informal até o estado do mundo após a eleição de Donald Trump. A abertura do show fica por conta de duas revelações recentes da música brasileira, a provocativa Maria Beraldo (que também toca no Quartabê) e a Catavento, mais uma boa representante da psicodelia tropical.

of Montreal. Domingo (30.09) às 18h. Ingressos: De R$ 90 a R$ 120.
Fabrique Club. Rua Barra Funda, 1075, Barra Funda

Di Melo

Di Melo é uma lenda da música brasileira, não é à toa que tem o apelido de “O Imorrível”. Sua carreira musical começou em 1968, quando chegou em São Paulo vindo de Pernambuco e tocava em bandinhas dos cabarés da cidade. Seu primeiro disco solo veio em 1975, quando lança o disco que leva o seu nome e inclui os hits “Kilariô” e “Se o Mundo Acabasse em Mel”. Puto da vida com uma sacanagem que a sua gravadora da época fez com ele, Di Melo sumiu do meio musical e ficou recluso por muito tempo. Voltou a ser notícia em meados dos anos 90, quando levou um tombo de moto e quase morreu (seu apelido vem daí) e também por seu primeiro disco ter virado selo “mosca branca” de disco raro, disputado por colecionadores e DJs mais de 25 anos após seu lançamento. Impulsionado por este resgate de sua obra, o cantor e compositor voltou à ativa, soltando sua voz e suas letras psicodélicas e cheias de groove em muitos palcos pelo Brasil. Por toda sua história, é uma honra ver o mestre em cima do palco, cheio de energia e disposição!

Di Melo Imorrível part. Tássia Reis. Domingo (30.09) às 18h. Ingressos: De R$ 10 a R$ 20
Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1000, Paraíso

Peraí que tem mais

Moacyr Franco, Jane Duboc cantando Burt Bacharach e a deusa Rosanah, tudo de graça!
Festival 70+. De quinta (27.09) até domingo (30.09) em diversos horários. Gratuito.
Centro Cultural Olido. Avenida São João, 473, Centro
Teatro João Caetano. Rua Borges Lagoa, 650, Vila Clementino

“Um som orgânico e eletrônico, utilizando elementos vindos do bandolim, contrabaixo e uma guitarra azul piscina”.
Musa Híbrida. Quinta (27.09) às 20h. Gratuito.
Centro da Terra. Rua Piracuama, 19, Sumaré

A banda vai tocar na íntegra seu último disco, “Todas as Bandeiras”.
Maglore. Quinta (27.09) às 20h. Ingressos: De R$ 50 a R$ 100
Casa Natura Musical. Rua Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros

A cantora e compositora paraense lançou um vinil lindo e faz show de graça no CCJ.
Aíla. Quinta (27.09) às 20h30. Gratuito.
Centro Cultural da Juventude. Avenida Deputado Emílio Carlos, 3641, Vila Nova Cachoeirinha

A super banda comandada pelo Lúcio Maia (Nação Zumbi) se prepara para lançar seu primeiro disco.
Los 5. Quinta (27.09) às 21h. Ingressos: De R$ 10 a R$ 20.
Centro Cultural São Paulo. Rua Vergueiro, 1000, Paraíso

O coletivo musical-visual colombiano mistura dança, ritmos latinos com techno e hip-hop.
Systema Solar. Quinta (27.09) às 21h30. Ingressos: De R$ 9 a R$ 30.
Sesc Pompeia. Rua Clélia, 93, Pompeia

Aposto que você nunca ouviu falar de nenhuma das três bandas. E isso é ótimo!
Sabine Holler, Lazule e Trio Repelente. Sexta (28.09) às 19h. Ingressos: R$ 20.
Casa do Mancha. Rua Filipe de Alcaçova, s/n, Pinheiros

Dois trabalhos excelentes e feitos por garotas incríveis!
Cinnamon Tapes e Betina. Sexta (28.09) às 20h. Ingressos: R$ 15.
Estúdio Aurora. Rua João Moura, 503, Sala 12, Pinheiros

Nosso eterno guitarrista revisita o seu primeiro trampo solo, “Amigos Invisíveis”, de 1989.
Edgard Scandurra. Sexta (28.09) às 21h30. Ingressos: De R$ 9 a R$ 30.
Sesc Pompeia. Rua Clélia, 93, Pompeia

O Mental Abstrato é o destaque do festival.
Festa de Encerramento Festival Primavera Jazz do Picco. Sexta (28.09) às 22h. Ingressos: A partir de R$ 10.
JazznosFundos. Rua Cardeal Arcoverde, 742, Pinheiros

Curumin tocando praticamente em casa.
Curumin. Sexta (28.09) às 23h. Ingressos: De R$ 20 a R$ 30.
Mundo Pensante. Rua Treze de Maio, 830, Bela Vista

Você tá ligado o que é “spiritual gangsta”?
Bode sem Face. Sábado (29.09) às 16h. Gratuito.
Casa Brasilis. Rua Clélia, 353, Pompeia

Mais atuais do que nunca, as letras de Fred Zero Quatro continuam pontiagudas.
Mundo Livre S/A. Sábado (29.09) às 18h. Gratuito.
Sesc Parque Dom Pedro II. Praça São Vito, s/n, Brás

Ver o Ney Matogrosso ao vivo é sempre uma experiência única.
Pardieiro com Ney Matogrosso & Marilia Bessy. Sábado (29.09) às 21h. Ingressos: De R$ 40 a R$ 120.
Cine Joia. Praça Carlos Gomes, 82, Liberdade

Será que o Anhangabaú vai ter espaço para tanta gente?
Falamansa e Alceu Valença. Domingo (30.09) a partir das 16h. Gratuito.
Vale do Anhangabaú, Centro

Quem escreveu

Tava Passando

Data

27 de September, 2018

Share

Tava Passando

Tavapassando e cliquei. Danilo Cabral e Flavia Lacerda registram seu dia a dia e todos os lugares por onde estão passando, em um mini-guia de shows, restaurantes, ruas e pixos no Instagram.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.