De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Eventos gratuitos SP por Catho

Guia semanal de eventos gratuitos para curtir em São Paulo

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Nomadismo Digital por Treviso

Trabalhando e viajando ao mesmo tempo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

As boas do fim de semana em São Paulo: 11.01

Quem escreveu

Tava Passando

Data

10 de January, 2019

Share

Sessão 35 mm | Wong Kar-Wai

Wong Kar-Wai / Foto: divulgação
Wong Kar-Wai / Foto: divulgação

O projeto 35 mm do CineSesc traz de volta a experiência do cinema em película, sempre homenageando temas e diretores renomados. Para começar o ano muitíssimo bem, eles escolheram toda a poesia e beleza de alguns dos principais filmes de um dos nossos diretores mais queridos por aqui: o chinês Wong Kar-Wai. Os principais tão lá: “Anjos Caídos”, “Felizes Juntos“, “Amor À Flor Da Pele“, “Amores Expressos” e outros, em sessões baratinhas de terça a sábado, e no domingo os filmes serão escolhidos pelo público. Imperdível!

Sessão 35 mm | Wong Kar-Wai. De segunda (07.01) a domingo (13.01), várias sessões. Ingressos: a partir de R$ 3,50.
CineSesc. Rua Augusta, 2075, Cerqueira César

O Jardim das Cerejeiras

O Jardim das Cerejeiras / Foto: Ronaldo Gutierrez
O Jardim das Cerejeiras / Foto: Ronaldo Gutierrez

Um dos mais tradicionais e importantes grupos da cena teatral paulistana, com mais de 82 prêmios da crítica especializada, o TAPA está comemorando quarenta anos de vida artística! Para celebrar, eles estreiam o clássico da dramaturgia russa “O Jardim das Cerejeiras”, de Anton Tchekhov, no Teatro Aliança Francesa (palco que foi residência artística do grupo durante seus primeiros quinze anos de atividades). Escrita em 1904, a peça é um dos pilares da dramaturgia ocidental e trata de transformação: um ciclo termina e outro começa, e é uma comédia dividida em quatro atos. A adaptação do Grupo Tapa tem direção de Eduardo Tolentino de Araujo e tem o elenco formado por Adriano Bedin, Alan Foster, Alexandre Martins, Anna Cecília Junqueira, Brian Penido Ross, entre outros.

O Jardim das Cerejeiras. Quinta (10.01), sexta (11.01) e sábado (12.01) às 20:30 e domingo (13.01) às 19h, até 24.02. Ingressos: R$ 30 e R$ 15.
Teatro Aliança Francesa. Rua General Jardim, 182, Vila Buarque

Portar(ia) Silêncio

Portar(ia) Silêncio / Foto: Pablo Pinheiro
Portar(ia) Silêncio / Foto: Pablo Pinheiro

A partir de conversas com seu porteiro também nordestino, o artista potiguar João Batista Júnior criou a pesquisa que daria origem ao espetáculo Portar(ia) Silêncio, monólogo que propõe uma metáfora sobre a migração nordestina para São Paulo. A peça é uma ficção documental a partir da experiência de nove porteiros nordestinos, presentes na peça por meio de registros em vídeo e pela interpretação do ator, que discutem processos migratórios, preconceitos, saudades e dificuldades de adaptação às dinâmicas da cidade. Segundo o autor, a figura do porteiro representa uma metáfora da própria história da migração: “é um trabalhador do silêncio, que ocupa um lugar que não está nem dentro nem fora, não está num espaço público nem privado”. Parece ser muito legal.

Portar(ia) Silêncio. Sexta (11.01) às 20:30 e sábado (12.01) às 18h. Ingressos: a partir de R$ 6.
Sesc Vila Mariana. Rua Pelotas, 141, Vila Mariana

Peraí que tem mais

16 títulos de premiados diretores e atores dinamarqueses, entre longas de ficção, documentários e infantil.
CineKlap – Dinamarca em Foco. De quarta (09.01) a 21.01, várias sessões. Gratuito.
CCBB. Rua Álvares Penteado, 112, Centro

Semana especial com três filmes do diretor russo: “Andrei Rublev”(1966), “Solaris” (1971) e “Stalker” (1979).
Semana Andrei Tarkovsky. Quinta (10.01) a quarta (17.01), várias sessões. Ingressos: R$ 22 e R$ 11.
Caixa Belas Artes. Rua da Consolação, 2423, Consolação

Projeto multidisciplinar da mundana companhia une teatro, literatura e artes plásticas.
Medeamaterial. Quinta (10.01), sexta (11.01) e sábado (12.01) às 20:30, até 26.01. Ingressos: a partir de R$ 7,50.
Sesc Pinheiros. Rua Paes Leme, 195, Pinheiros

Um diálogo entre obras fantasmagóricas de dois grandes cineastas americanos: Orson Welles e seu discípulo Raúl Ruiz.
Welles/Ruiz | Sessão Mutual Films. Quinta (10.01) às 19:15 e domingo (13.01) às 17h. Ingressos: R$ 4 e R$ 8.
IMS Paulista. Avenida Paulista, 2424, Consolação

A temporada do clássico continua!
Roda Viva. Sexta (11.01) e sábado (12.01) às 20h, domingo (13.01) às 19h. Até 10.02. Ingressos: de R$ 5 a R$ 60.
Teatro Oficina Uzona Uzyna. Rua Jaceguai, 520, Bela Vista

Com texto da argentina Sonia Daniel, o espetáculo-paródia mostra Batman, Robin, Mulher Maravilha e Super-Homem em situações de vulnerabilidade, questionando seus superpoderes.
Anti-Comics – Desconstruindo os Super-Heróis. Sábado (12.01) às 21h e domingo (13.01) às 20h. Ingressos: R$ 20 e R$ 10.
Teatro COMMUNE. Rua da Consolação, 1218, Consolação

Exibição do filme italiano, com debate sobre um tema urgente e atual: a liberdade do pensamento na ciência.
CineCiência – “Giordano Bruno”. Domingo (13.01) às 16h. Gratuito.
MIS SP. Avenida Europa, 158, Jardim Europa

Quem escreveu

Tava Passando

Data

10 de January, 2019

Share

Tava Passando

Tavapassando e cliquei. Danilo Cabral e Flavia Lacerda registram seu dia a dia e todos os lugares por onde estão passando, em um mini-guia de shows, restaurantes, ruas e pixos no Instagram.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.