Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

Festivais de música no Brasil para ir ainda em 2019

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

14 de October, 2019

Share

Estamos na reta final para o Natal, com panetone já à venda nos corredores dos grandes supermercados, mas até lá ainda tem muito festival de música bom acontecendo no Brasil. Selecionei alguns dos mais legais que tem presença feminina considerável no line-up. No final do guia, sugiro 4 grandes festas para entrar 2020 com o pé direito na areia.

Festival MADA
18 e 19 de outubro
Arena das Dunas, Natal (RN)

Festival Mada. Foto: Luana Tayze

O MADA apostou pesado nos nomes atuais da cena da música brasileira. Diferentemente dos anos anteriores, o festival esse ano rola com dois palcos, um no gramado e outro no mezanino, e depois segue noite adentro com o retorno da Tenda Eletrônica, que rola da meia-noite às 5h para os mais animados nos dois dias de festival. No line-up tem BaianaSystem, Baco Exú do Blues, Luiza Liam, Luedji Luna, Flora Matos, Teto Preto, Djonga, MC Tha, Plutão Já Foi Planeta, Bule, entre outros. Ingressos: R$ 60 a R$ 320.

Festival SeRasgum
1 a 3 de novembro
Espaço Náutico Marine Club, Belém (PA)

Festival SeRagum. Foto: divulgação

Um dos principais festivais de música do norte do país, o SeRasgum reúne em 3 dias alguns dos principais nomes da música brasileira. Como os próprios organizadores disseram, o line-up deste ano está um primor, contando com uma atração internacional, a banda de rock uruguaia Cuatro Pesos de Propiana. Tocam ÀTTØØXXÁ + Keila, Tássia Reis, Teto Preto, Boogarins, Os Amantes (Jaloo & Strobo), Boogarins, Larissa Luz, Mulamba, Suzana Flag toca Fanzine, entre outros. Está aí um bom motivo para visitar Belém. Ingressos: R$ 55 a R$ 110.

Favela Sounds
11 a 16 de novembro
Museu Nacional e Regiões Administrativas, Brasília (DF)

Favela Sounds. Foto: divulgação

Com apenas três edições no currículo, o Favela Sounds é o maior festival dedicado à cultura de periferia. Em 2018 levou a periferia pro centro de Brasília, apresentando 30 shows gratuitos. A novidade em 2019 é a abertura de residência artística levando o artista plástico inglês Neequaye Dreph Dsane para o Distrito Federal, onde fará 15 dias de atividades junto a jovens grafiteiros de regiões de alta vulnerabilidade social do estado. Na programação rolam debates, dois dias de baile, e shows de grandes expoentes da música de favela do Brasil. O line-up ainda não foi divulgado e o festival tem acesso gratuito.

Popload Festival
15 de novembro
Memorial da América Latina, São Paulo (SP)

O Popload Festival é butique e traz oportunidades bem únicas de ver grandes artistas da música se apresentando para uma plateia pequena. O line-up tem sempre uma curadoria impecável, com a mulherada dominando o rolê. Em 2019 não foi diferente. Patti Smith é a headliner e volta ao país com sua banda após 13 anos de ausência. Também estreia no país uma das bandas mais rock’n roll do planeta, o The Racounters, do genial Jack White. A grande surpresa foi o anúncio do retorno do Cansei de Ser Sexy aos palcos. Tocam também Hot Chip, Tove Lo, Little Simz, Khruangbin. A Luedji Luna abre o festival acompanhada do bloco afro Ile Ayê. A festa promete ser bonita. Ingressos: R$ 290 a R$ 800.

Time Warp
15 e 16 de novembro
Sambódromo do Anhembi, São Paulo (SP)

Time Warp 2018. Foto: Beat for Beat

O Time Warp nasceu em Mannheim, na Alemanha, há 25 anos e faz sua segunda edição na capital paulistana. O festival reúne alguns dos maiores nomes do house & techno, tudo combinado com audiovisuais lindíssimos. Por dois dias, titãs da música eletrônica dividem o palco no Anhembi. Em 2019 os destaques são Amelie Lens, ANNA, The Black Madonna, Peggy Gou, Honey Dijon, Eli Iwasa, Axel Boman, Ricardo Villalobos, Richi Hawtin, Rødhad, além dos brasileiros Fatnotronic, Gop Tun DJs, L_cio, Millos Kaiser, Trepanado e Tessuto. Só faltou mesmo mais representatividade feminina da cena nacional. Ingressos: R$ 190 a R$ 380.

No Ar Coquetel Molotov
16 de novembro
Caxangá Golf Club, Recife (PE)

Festival No Ar Coquetel Molotov. Foto: divulgação

O consagrado No Ar Coquetel Molotov segue investindo na acessibilidade, diversidade e sustentabilidade ambiental. É também o único festival do Brasil que tem parceria com o selo Women Friendly – Empresa Amiga da Mulher e também participa da iniciativa Keychange, que visa atingir a equidade de gênero nos line-ups dos festivais de música. Alguns nomes confirmados: Clarice Falcão, Drik Barbosa, MC Tha, Sevdaliza, Dani Costa, Black Alien, Rosa Neon, Saskia, Lia de Itamaracá, Gui Boratto, Gop Tun, Liniker e os Caramelows, entre outros. Ingressos: R$ 60 a R$ 120.

Afropunk & Feira Preta: Black to the Future
19 e 20 de novembro
Audio, São Paulo

Afropunk 2016. Foto: Simbarashe Cha

Para celebrar o Dia da Consciência Negra, o maior festival de cultura negra do mundo, o Afropunk, se une ao maior festival de cultura negra da América Latina, o Feira Preta, reunindo alguns dos maiores artistas brasileiros atuais em dois dias de festa. BaianaSystem, Karol Conká, Baco Exu do Blues, Larissa Luz, Xênia França, Baketook, Aya Bass feat. Luedji Luna, Rincon Sapiência, entre outros são os nomes confirmados. Ingressos: R$ 40 a R$ 120.

Festival DoSol
23 e 24 de novembro
Via Costeira, Natal

Festival DoSol. Divulgação

Quem acha que o rock está em baixa, não conhece o festival DoSol, onde o rock’n roll está no comando dando alô para o verão com o pé na areia. São mais de 50 artistas/bandas dos 4 cantos do país confirmadas para a edição 2019. Além de nomes consagrados, o festival aposta também em artistas que ainda não têm visibilidade. Também rolam várias parcerias de artistas que convidam outros artistas para dividirem os palcos, como Luísa e os Alquimistas convida Jéssica Caetano, Orquestra Greiosa convida Ekena, entre outras dobradinhas. No line-up tem também ÀTTØØXXÁ, Drik Barbosa, Tuyo, Mulamba, Ana Cañas, Bike, Heavy Baile, Josyara. Ingressos: R$ 35 a R$ 120.

SIM São Paulo
4 a 8 de dezembro
Centro Cultural São Paulo e diversos palcos da cidade, São Paulo (SP)

Luísa e os Alquimistas na edição 2018 da SIM São Paulo. Foto: divulgação

A SIM São Paulo é a maior conferência de música da América Latina e não para de crescer. São cinco dias de palestras, debates, premiação, speed-meetings e muitos, mas muitos shows. Para 2019 foram selecionados 30 artistas/bandas (de 2.785 inscritas) para se apresentarem gratuitamente no CCSP em apresentações intimistas. Na lista, artistas de vários cantos do Brasil e também do Chile, Portugal, Espanha, Austrália, Noruega, Argentina, Canadá e Itália. Os showcases acontecem entre os dias 5 e 7 de dezembro, das 15 às 21h. À noite a SIM SP toma conta de 50 palcos espalhados por São Paulo com mais de 400 shows no período. A SIM São Paulo é um dos festivais que participam da iniciativa Keychange. Badge para todo o festival, incluindo a parte da conferência e shows noturnos: R$ 250 a R$ 450, dependendo do lote.

Novas Frequências
1 a 8 de dezembro
Diversos lugares, Rio de Janeiro (RJ)

Festival Novas Frequências 2018. Foto: divulgação

O Novas Frequências está nas melhores listas de festivais dedicados à música experimental e exploratória do mundo. Festival de vanguarda, o Novas Frequências tem na programação, shows, performances, instalações sonoras, oficinas e projetos site-specific. Nomes já confirmados para 2019 são Lawrence English, Oren Ambarchi, Sarah Davachi, Martina Lussi, Lea Bertucci, Schtum, o percussionista Enrico Malatesta apresentando a obra Occam Ocean Occam XXVI, de Éliane Radigue. Vai ser deleite para os seus ouvidos, você apenas não sabe ainda. Ingresso: ainda não estão à venda.

Mais festivais:

Kondzilla Festival
19 de novembro, Sambódromo do Anhembi, São Paulo

Finalmente um festival celebrando um dos maiores ritmos brasileiros, mas renegado nos palcos dos principais festivais nacionais, o funk. Mas além dele, tem também a música eletrônica do Alok, o axé do Leo Santana, o pop da Dani Russo, entre outros.

Jazz Trumpet Festival
De 21 a 24 de outubro, Faculdade Santa Marcelina, São Paulo
Concertos, workshops e exposição de instrumentos e acessórios.

Festival de Música Estranha
De 20 a 24 de novembro, São Paulo (SP)
Encontro de artistas inquietos que movimento a cena da música contemporânea brasileira.

Mississipi Delta Blues Festival
De 21 a 23 de novembro, Caxias do Sul (RS)
Um dos principais festivais de blues do Brasil faz uma edição Mardi Gras.

Miragem Festival
De 22 a 24 de novembro, Vila do Porto, João Pessoa (PB)
Line-up: Heavy Baile, Maglore, Bike, Rosa Neon, Terno Rei

YBY Festival da Música Indígena
De 30 de novembro a 1 de dezembro, Unibes Cultural, São Paulo
Para conhecer artistas indígenas que produzem música contemporânea como rap, trap, funk, entre outros estilos. O festival conta também moda, VR, comida e prêmio de música.

Festival Radioca
De 6 a 10 de dezembro, diversos espaços em Salvador (BA)
Line-up: Tulipa Ruiz, Tim Bernardes, Tiganá Santana, Céu, João Donato, Josyara, Luiza Liam, Afrocidade, entre outros.

Festas de ano novo 2020

XAMA 2020
De 26 de dezembro a 4 de janeiro, Praia dos Algodões, Maraú (BA)
O que rola: reunião das festas Gop Tun e Rara com uma seleção impecável de DJs, como Barbara Boeing, Tessuto, Mari Boaventura, Amanda Mussi, Linda Green, Trepanado, Marky, Escombro, Giu Viscardi, Omoloko, entre outros.

Mareh NYE 2020
De 26 de dezembro a 2 de janeiro, Praia do Saco, Sergipe
Para entrar 2020 ao som de house music com muito tropicalismo. Tocam Benjamin Ferreira, Mari Rossi, Daniele Baldelli, Dea Barandana, Dicky Trisco, Nuts, Kurc, Tahira, Vermelho, entre outros. Essa edição tem aulas de yoga e cura & meditação.

#MECANewYear
28 de dezembro a 1 de janeiro, Inhotim, Brumadinho (MG)
Oportunidade única de entrar 2020 com um banho de arte, cultura e música no meio de Inhotim com o MECA. Serão três dias de festas (28, 29 e 31/12) com shows, DJs nacionais e internacionais, além de várias programações para explorar o acervo do instituto.

Universo Paralello
De 27 de dezembro a 3 de janeiro, Praia do Pratigi, Bahia
Para um fim de ano psicodélico com uma extensa programação que inclui música, cultura, artes e terapia holística.

Vai Tapajós 2020
De 27 de dezembro a 1 de janeiro, Alter do Chão (PA)
O revéillon mais concorrido do Brasil já está com pacotes esgotados (mas vai que alguém desiste? para a festa da virada ainda tem ingresso à venda) celebra a música brasileira num dos lugares mais mágicos do país, Alter do Chão. Esse ano tem Gaby Amarantos, Tata Ogan, Benjamin Ferreira, além da gastronomia ser uma das estrelas da programação.

*Foto destaque: Patti Smith / Wikipedia

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

14 de October, 2019

Share

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.