Decoding

Tendências dos principais festivais de inovação e criatividade do mundo.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Podcast Jogo do CoP

O podcast Jogo do CoP discute quinzenalmente assuntos aleatórios.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Rio24hrs

Feito com ❤ no Rio, para o Rio, só com o que há de melhor rolando na cidade.

SP24hrs

Gastronomia, cultura, arte, música, diversão, compras e inspiração na Selva de Pedra. Porque para amar São Paulo, não é preciso firulas. Só é preciso vivê-la.

Valle Nevado

Chicken or Pasta na temporada 2019 do Valle Nevado.

7 melhores restaurantes para devorar em Pinheiros

Quem escreveu

Vanessa Mathias

Data

23 de July, 2019

Share

Apresentado por

Faz tempo que queria morar em Pinheiros e realmente vim fim do ano  passado. No começo foi um frenesi querendo experimentar todas as novidades para comer, se divertir, e beber. Aos poucos ele foi virando o “meu” bairro – e existe aquele conforto em voltar naquelas opções certas, gostosas e, como dizia o famoso seriado Cheers, “where everybody knows your name“.

Então essa listinha não tem a pretensão de ser “cheia de novidade”, e sim os meus cantinhos do coração, para quando você vir para cá… Eu dou meu testemunho pessoal e ponho a mão no fogo pela comida e atendimento de cada um deles.

Futuro Refeitório

Divulgação Futuro Refeitório

Na entrada do restaurante, um neon indica: “Deve ser aqui”. Fundado por duas irmãs superbacanas e talentosas (inclusive a Karina, uma delas, é amiga minha), é um daqueles lugares que faz você ter gosto de pertencer a um futuro – não aquele distópico, e sim aquele no qual o simples volta a ser interessante e agradável. Parece alguns restaurantes americanos onde você come um brunch em um sábado despretensioso. Possui uma variada opção de pães, doces, pratos frios, quentes e bebidas. Um pessoal alternativo frequenta o lugar para almoçar, por um preço justo, uma comida que privilegia orgânicos e vegetais. Uma versão com hortaliças pode ter os feijões marinados com gema curada, a couve-flor com manteiga queimada, laranja e avelã; ou a cenoura assada com limão, manteiga e grana padano; e o gritz de milho com Cuesta Azul, um tipo de angu com cubos de queijo, que você pode pedir também no jantar.

O restaurante, café e padaria ainda ainda conta com a consultoria do premiado bartender Alexandre D’Agostino, criador de um drink chamado Byciclette (só o nome já é chique) que une Campari, Lillet Blanc e tônica, e ainda uma deliciosa a margarita congelada de melancia na qual a fruta faz amor com a tequila, limão e licor de laranja. Nada mau para sair do tédio do litrão e do vinho de mercado, não é mesmo? Até meu aniversário recente foi lá…

O que eu amo desse restaurante é:  ser tudo feito em casa e de qualidade, e funcionar quase sempre (do café da manhã ao jantar…)

Futuro Refeitório.
Rua Cônego Eugênio Leite, 808 – Pinheiros.
De segunda a sexta, das 8h às 22:30. Sábado, das 9h às 16h e das 19h às 23h. Domingo, das 9h às 16h. 

Canaille

Divulgação Canaille

Estava à procura de um bistrô no coração de Pinheiros com pratos saborosos, entradas intrigantes e uma carta de vinhos muito boa com preços convidativos no horário de happy hour? Pois os seus problemas acabaram! Esse é provavelmente o que eu mais vou hoje em dia. Os vinhos tem preço bom, tem sopa todo dia, inclusivo passo lá no fim do dia na volta pra casa.

Com o certificado de excelência pelo terceiro ano seguido do TripAdvisor  e o prêmio da Veja Comer & Beber na categoria Bom e Barato, o Canaille é muito mais do que um bistrô francês. Imagine ouvir um bom jazz saboreando um entrecôte com molho béarnaise e batatas rústicas com um risoto de cogumelos frescos, seguidos da clássica sobremesa crème brûlée preparada com fava de baunilha de Madagascar. 

A iluminação charmosa e a boa música fazem do Canaille o local na medida para um encontro à noite. Até às 22h é possível sentar no bonito pátio nos fundos da casa, que fecha para não incomodar os vizinhos depois desse horário. O terraço da frente, que funciona até mais tarde, também é uma pérola. Bora?

O que eu amo desse restaurante é: o preço convidativo principalmente no happy hour, com tacinhas de espumante (bom) a 10 taoqueis.

Canaille.
R. Cristiano Viana, 390 – Cerqueira César.
De terça a sexta, das 12h às 15h e das 18h a 00h. Sábado, de 12;30 às 17h e das 19h a 00h. Domingo, de 12:30 às 17h.

Le Jazz

Le Jazz -Divulgação

O Le Jazz é provavelmente o restaurante que mais fazemos reuniões aqui da galera do blog, tanto na Rua dos Pinheiros quanto na Mello Alves. O que eu mais peço é tábua pra repartir, que vem com patê de azeitonas, queijo de cabra, berinjela e tartar de atum, com o vinho tinto da casa. Para os amigos vegetarianos e veganos, você pode pedir sem medo o falafel sobre homus de grão-de-bico colorido por beterraba com salada de berinjela grelhada no ponto, bem acompanhada por um tabule de cuscuz marroquino. O Le Jazz é aquele lugar charmoso e tipicamente francês no centro de Pinheiros onde você pode ir para comer bem ou para tomar um drink diferente que você não vai se arrepender.

O que eu amo desse restaurante é: a varandinha que me lembra Paris

Le Jazz Brasserie.
R. dos Pinheiros, 254 – Pinheiros.
De segunda a quinta, de 18h a 1h. Sexta, das 17h a 1h. Sábado, de 11h a 1h. Domingo e feriados, de 13h às 23h.

Arlete Bar

Foto DIvulgação

Monica Cury, dona do bar-mercearia, diz que sua motivação para abrir o negócio foi a paixão por receber pessoas em casa para conversar ao redor de uma mesa cheia de aperitivos, o que já faz com que eu e ela tenhamos um ponto em comum. Não espere apenas produtos artesanais brasileiros, mas também o queijo holandês Masdaam, o Asiago Pressato italiano até o nobre presunto ibérico Pata Negra curado durante 36 meses, todos cortados na hora atrás do balcão rebaixado da entrada da casa. A carta de drinks foi montada pelo bartender Ale D’Agostino, do Apothek, para um repertório de drinks frescos e frisantes, como michelada e Campari Spritz, que acompanham muito bem as tábuas de frios.

O Arlete Bar também oferece a opção de mesas de aperitivos sob encomenda na casa dos clientes e faz entregas de caixas de aperitivos em dois tamanhos diferentes. No formato delivery, as caixas são montadas com uma seleção de queijos, embutidos, uvas, azeitonas e nuts. De longe, o meu pedido preferido é a tábula de queijos, e meu namorado curte o croquete à espanhola, cremoso e envolto numa crosta delicada com recheio bechamel e pedaços de linguiça picante em porção de cinco unidades. Uma pedida imperdível para quem valoriza o delicioso ato de petiscar.

O que eu amo desse restaurante é: a qualidade dos queijos, que mudam dependendo do que chegou.

Arlete Bar.
Rua Vupabussu, 101 – Pinheiros.
De segunda a sexta, de 12h às 15:30 e de 18h a 00h. Sábado, de 12h a 00h. Fechado domingo e segunda.

Izakaya Matsu

Foto Reprodução Facebook

Consegue imaginar uma gastronomia japonesa descolada servida em ambiente de botequim, com um cardápio variado de bebida e um ar super cool? Pois essa é a vibe do Izakaya Matsu, o bar japonês decoladex de Pinheiros. No almoço, o prato é único a preço fixo, justíssimo pela qualidade da comida servida, que são teishokus (pratos montados do dia baseado na cozinha japonesa). Cada dia é uma opção e a dica é acompanhar via Instagram. O jantar é a la carte e tem um cardápio com itens de boteco deliciosos. Ah, uma última dica: não vá com pressa, porque outras pessoas já descobriram essa maravilha e você pode ter que esperar o pouco. Ideal para ir com um parceiro só de crime, pra sentar no balcão e não ter que esperar.

O que eu amo desse restaurante é: pedir os aperitivos vegetarianos diferentões que descubro por lá

Izakaya Matsu.
Av. Pedroso de Morais, 403 – Pinheiros.
De segunda a sexta, de 11:30 às 14:30 e das 18h às 23h. Sábado, das 18h às 23h. Fechado aos domingos.

Cartel 011 – Feed Food

Foto Reprodução Facebook

Como o próprio nome já sugere, o Cartel 011 está longe de ser uma coisa só. Inaugurado em 2009, é muito mais do que um bom lugar pra sentar, comer e beber: trata-se de uma plataforma de cultura e consumo jovem na metrópole de São Paulo, com abordagem progressiva e multidisciplinar. Nesse espaço, você vai encontrar arte, moda, design, cultura contemporânea, gastronomia e entretenimento tudo de uma vez só.

O ambiente do restaurante Feed Food foi projetado respeitando as árvores, com teto de vidro, o que dá outro ar para quem decide comer lá o cardápio elaborado pelo recém chegado chef Fabio Battistella. Olhando para o céu, você pode desfrutar como entrada os bolinhos de arroz e coxinhas de mandioquinha com creme de pimentas. Para o prato principal, que tal uma moqueca de pescado com castanha e arroz de coco, um nhoque de mandioquinha e um fusilli integral com molho de gengibre e amendoim? Tento evitar a lojinha, porque senão sempre acabo comprando algo. (Não diga que não avisei)

O que eu amo desse restaurante é: almoçar ao ar livre embaixo da árvore

Cartel 011.
R. Artur de Azevedo, 517 – Pinheiros.
De terça a sábado de 11h às 20h. Domingo, de 13:30 às 17:30. Fechado às segundas-feiras.

Buoníssimo

Foto Vanessa M

Esse é a mais recente das minhas descobertas. Uma mistura de boteco com pizzaria que tem sabores como a de abóbora, que leva creme de abóbora, fior de latte, linguiça caseira e manjericão (R$ 39) e a de Mortadella e Burrata, com fior de latte, manjericão, mortadela italiana, castanha de caju, raspas de limão e burrata. Entre a variedade de itens do menu, um dos destaques são as pizzas napolitanas, que são feitas com farinha 100% italiana. Não bastasse, as massas ainda descansam no mínimo 48 horas, o que deixa o produto mais leve e de fácil digestão.  Pra mim o preço dos vinhos e pizzas, considerando a qualidade, valeram muito a pena!

O que eu amo desse restaurante é: o happy hour às quintas e sextas, que ao pedir drinks você ganha a pizza.

Buoníssimo.
Rua Simão Álvares, 31 – Pinheiros – São Paulo/SP – Fone (11) 3032.0040
Terça, das 12h às 16h. Quarta e quinta, das 12h às 23h. Sexta e sábado, das 12h até o último cliente. Domingo, das 18h às 23h.

*Foto destaque: Canaille – Leo Feltran

Quem escreveu

Vanessa Mathias

Data

23 de July, 2019

Share

Apresentado por

Vanessa Mathias

Seu exacerbado entusiasmo pela cultura, fauna e flora dos mais diversos locais, renderam no currículo, além de experiências incríveis, MUITAS dicas úteis adquiridas arduamente em visitas a embaixadas, hospitais, delegacias e atendimento em companhias aéreas. Nas horas vagas, estuda e atua com pesquisa de tendências e inovação para instituições e marcas.

Ver todos os posts

Comentários

  • Queira saber qual restaurante tem esse prato da foto do post? Obrigada
    - Eliade
    • É no Canaille :)
      - Vanessa Mathias
  • quero conhecer os vários que não conheço! listinha delícia!
    - juliana m gottardi
  • Mais alguns para sua lista. Veja se curte. Beijos te amo
    - Adri

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.