De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SXSW 2018 Music: 5 shows para não perder_v1

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

05 de March, 2018

Share

Patrocínio

Com milhares de artistas tocando todos os anos, o SXSW oferece um leque de opções incríveis para conhecer novas bandas e sempre traz uma cena de rock diversa e atual. Esse ano o line-up traz alguns veteranos e escolhi 5 artistas que já passaram pelo festival e que comprovadamente entregam um show que vale a fila. Se rock é a sua praia, então esses são alguns shows que vão te fazer voltar pra casa com boas lembranças da edição desse ano.

White Reaper
schedule.sxsw.com/2018/artists/20798

Provavelmente um dos show com mais intensos do SXSW, White Reaper, se apresenta pelo terceiro ano seguido no evento, o que já é um sinal que diversão garantida. Conheci a banda em 2016 quando eles tocaram um palco pequeno no meio da tarde na Spotify House, que acabou se transformando numa “Spotify Session” disponível na plataforma. Foi insano, confesso que tinha escutado apenas algumas musicas e achei simpático, mas ao vivo os caras realmente arrebentam e você até vai achar a coisa mais normal do mundo ter um teclado numa banda punk. Com 2 álbuns, um de 2015 e outro de 2017, a banda tenta decolar, mas apesar do título do último álbum ser “The world’s best American Band”, eu ainda prefiro o primeiro.

A banda faz 3 shows durante o SXSW: 14.03, no Container Bar; 15.03, no Cheer Up Charlie’s; e 16.03, no 21st Street Co-op.

Beach Slang
schedule.sxsw.com/2018/artists/23681

Outra banda veterana no SXSW, que em 2017 fez um show memorável e disputadíssimo no Cheer up Charlie’s, levando a galera à loucura ao fechar o show com “Where is my mind”, do Pixies, volta aos palcos desta próxima edição. Com 2 álbuns bem consistentes, a banda tem músicas com uma boa pegada, que funcionam muito bem ao vivo e são fortes candidatas para a sua playlist “Hits SXSW 2018”. O Beach Slang toca na programação do Pandora, no Gatsby, no dia 15.03, às 23h20.

Sunflower bean
schedule.sxsw.com/2018/artists/21314

Prestes a lançar seu 2º álbum, o Sunflower Bean é uma banda com um show menos intenso, mas que combina com o vocal suave de Julia Cumming. Com influências de REM a Blondie, com uma pegada Lo-fi, é uma pedida para dar aquela respirada e sair feliz do show. A banda faz dois shows: 15.03, às 23h35, no Hotel Vegas Patio; e no dia 16.03, ao meio-dia, no Radio Day Stage (super recomendamos).

Gang of Youths
schedule.sxsw.com/2018/artists/18263

O Gang Of Youths são reis da Austrália no momento. Dominaram a lista dos melhores da TripeJ de 2017 embalado no sucesso “Let me down easy”. Com alguns hits na manga deve ser um show disputado, mas vou embarcar nesse hype.

Los Wilds
schedule.sxsw.com/2018/artists/17435

Los Wilds é uma banda espanhola que surpreendeu no ano passado e está de volta esse ano. Garageira e performática a banda tem um show potente impulsionado pela bateria insana do brasileiro Fabiano Rosa. Eles tocam nos dias 14.03, à meia-noite, no Bungalow e no dia 16.03, às 21h40, no Hotel Vegas at Volstead.

Aqui tem um playlist com todas as bandas que ele quer ver.

*Por Carlos Borges

Quem escreveu

Lalai Persson

Data

05 de March, 2018

Share

Patrocínio

Lalai Persson

Lalai prometeu aos 15 anos que aos 40 faria sua sonhada viagem à Europa. Aos 24 conseguiu adiantar tal sonho em 16 anos. Desde então pisou 33 vezes em Paris e não pára de contar. Não é uma exímia planejadora de viagens. Gosta mesmo é de anotar o que é imperdível, a partir daí, prefere se perder nas ruas por onde passa e tirar dicas de locais. Hoje coleciona boas histórias, perrengues e cotonetes.

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.