Os 5 melhores shows que vi no SXSW 2018

Quem escreveu

Chicken or Pasta

Data

23 de March, 2018

Share

Patrocínio

Tomar & The FCs

Banda de soul de Austin liderada por Tomar Williams, cantor e multi-instrumentista que na adolescência teve uma banda com a sua família, depois atuou como tecladista e foi produtor de artistas de hip hop. Em 2015, ele resolveu retornar ao blues e à soul music e se juntou à The FCs, até então uma banda instrumental. No mesmo ano, eles lançaram o EP “Day by Day” e em 2016, seu disco de estreia, chamado “Heart Attack”. Durante o SXSW 2018 eu os assisti duas vezes e chorei nas duas ocasiões, de tão tocada que fiquei com a entrega emocional do Tomar, muito bem acompanhada pelos FCs.

Tank and The Bangas

Banda de soul, R&B, hip-hop e spoken world com pitadas de gospel, funk, rock e folk. O show conta com nove integrantes mandando ver nos teclados, saxofones, na percussão e nos backing vocals, além do baixo, da bateria e da guitarra e o vocal fica a cargo da cantora e compositora Tarriona Ball (Tank). Mesclando momentos de energia contagiante com outros de delicadeza e contenção típicos de uma cerimônia religiosa, a banda estourou mesmo em 2017, depois de ganhar o concurso da Tiny Desk, projeto de vídeos intimistas realizado pela NPR (National Public Radio dos Estados Unidos) e tem tudo para ganhar o mundo daqui pra frente.

Yahyel

Banda de Tóquio formada em 2015 que mistura indie com dream pop e abusados sintetizadores. O primeiro disco “Flash and Blood” saiu em 2016 e o segundo, “Human”, foi lançado agora em março de 2018.

Sudan Archives

Cantora, compositora, violinista e produtora americana de 24 anos, Sudan é autodidata e sua música é fortemente influenciada pela música do nordeste da África, pelo R&B e por experimentações com sintetizadores. Referências essas que resultam numa fusão de folk music com música eletrônica bem particular, com camadas de vocais etéreos, batidas de hip-hop e um violino tocado num estilo bem próprio e visceral. Seu EP de estreia, “Sudan Archives”, foi lançado em 2017 e chamou atenção de veículos como Pitchfork e The New York Times. Nos próximos meses, ela tem shows marcados no Coachella e no Japão e sairá em turnê pela Inglaterra, então tem tudo para alcançar novos patamares em breve. Além disso, graças ao contrato assinado com a Stones Throw Records, Sudan já lançou dois videoclipes incríveis e super bem produzidos que vale à pena conferir!

Ron Gallo

Músico americano de 30 anos que se apresenta em trio ao lado dos músicos Joe Bisirri (baixo) e Dylan Sevey (bateria). Seu estilo musical mistura punk, garage rock e jazz de um jeito bastante fresco, autoral e com altas doses de um humor irresistível. Depois de passagens por diversas bandas, começou sua carreira solo em 2014. O primeiro disco, “Heavy Meta” saiu em 2017 e foi parar em várias listas de melhores do ano. Aproveitando o bom momento, ele vem tocando bastante e em janeiro de 2018 lançou o EP “Really Nice Guys”, com reflexões sobre sua experiência com o sucesso, a vida na estrada, festas com listas VIP, redes sociais e uma música cujo o vocal é um áudio (gravado secretamente) do padrasto de Gallo comentando sobre o EP. Hilário.
Para entender melhor o humor peculiar do cara, sugiro a leitura na íntegra do seu about me no facebook, mas já deixo aqui esse trechinho que eu adorei:

“Okay. 2017: Being constantly on highways, in vans, on planes, on stages, in greenrooms, on guestlists, turning a person into a brand, turning a real life human moment into a song into content into an asset to be monetized, talking to people about myself and stuff I wrote 3 years ago, watching it all unfold in the public eye from a phone in a van on a highway heading to a stage”.

[tradução]

“OK. 2017: Estar constantemente em rodovias, em vans, em aviões, em palcos, em salas verdes, em listas de convidados, transformando uma pessoa em uma marca, transformando um momento humano real em uma música em conteúdo em um ativo para ser monetizado, conversando com pessoas sobre mim e outras coisas que eu escrevi há 3 anos, assistindo tudo se desenrolar nos olhos do público a partir de um telefone em uma van em uma rodovia em direção a um palco ”

Melhor pessoa! rs

Texto Por Laura DamascenoMúsica tem Vídeo

*Foto Destaque: Tarriona Ball of Tank and The Bangas (Photo by Hubert Vestil/Getty Images for SXSW)

Quem escreveu

Chicken or Pasta

Data

23 de March, 2018

Share

Patrocínio

Chicken or Pasta

Ver todos os posts

    Adicionar comentário

    Assine nossa newsletter

    Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.