De repente, China

A China nos olhos de uma carioca.

Festivais de música

Os melhores festivais de música do Brasil e do mundo num só lugar.

Fit Happens

Aventura, esporte, alimentação e saúde para quem quer explorar o mundo.

Quinoa or Tofu

Restaurantes, compras, receitas, lugares, curiosidades e cursos. Tudo vegano ou vegetariano.

Roteiros 12 horas por Treviso

Explorando cidades do nascer do sol ao fim da noite.

SP24hrs

Porque para amar São Paulo não é preciso firulas.

5 lugares no Brasil para nadar em águas abertas

Quem escreveu

Luciana Guilliod

Data

27 de July, 2018

Share

Minha vida é nadar por esse país, pra ver se um dia descanso feliz… opa, acho que a música do Luiz Gonzaga não era bem assim. Ainda assim, nosso país tem mais de 7 mil quilômetros de praias e o maior rio do mundo. Quer motivo melhor para dar umas braçadas enquanto viaja?

Nadar em águas abertas é um esporte bem diferente de nadar na piscina. No mar não tem borda, não dá pé, a água é mais fria, tem ondas e correnteza e é completamente desaconselhável ir sozinho. Para aumentar a segurança, use touca colorida para se sobressair no mar e, se possível, finque boias para demarcar o percurso e sinalizar às embarcações que tem gente por ali.

Tomadas as devidas precauções, porém, a natação em águas abertas evolui para uma (desculpe o clichê) comunhão com a natureza. É uma delícia nadar para a frente, sem encontrar a parede da piscina ou (argh!) cheirar a cloro, e contando peixinhos em vez de azulejos. Se compramos na farmácia um spray de cabelos que simula a água do mar  ou autobronzeadores, vamos adquirir essa beleza in loco. Venha descobrir cinco lugares no Brasil para nadar em águas abertas.

Lugares no Brasil para nadar em águas abertas: de Copacabana ao Arpoador, no Rio de Janeiro (foto: Luciana Guilliod)

Posto 6, Rio de janeiro

A gente já deu o bisu: o Posto 6, no Rio de Janeiro, tem mil atrativos e é nas águas mansas desse cantinho de Copacabana que os triatletas cariocas e os amantes da natação no mar se reúnem. Dá pra ficar só beirando a orla ou, com um grupo maior e alguém fazendo a segurança no stand-up paddle, atravessar até o Arpoador nadando. A maior parte das provas de natação (ou natação + corrida) no Rio acontecem por ali, como o Circuito Acqua e a principal etapa do Circuito Petrobras Rei e Rainha do Mar.

Rio Negro, Manaus

Eike orgulho de ter um pezinho na Amazônia – melhor dar logo uma braçada inteira. As águas quentinhas do Rio Negro abrigam o Challenge Amazônia, com três distancias: 1500m, 3000m e 8500m. O evento acontece na Praia da Ponta Negra, a principal zona hoteleira de Manaus e é super bem organizado.  A cozinha regional, com tacacá, açaí e tambaqui, garante a reposição energética pós prova. A única dúvida em Manaus é: você é Caprichoso ou Garantido?

Ilhabela, São Paulo

A Capital da Vela respira esporte e sedia várias competições. O lado oceânico de Ilhabela tem águas agitadas, e o do continente, calmas e propícias a esportes como canoa havaiana e stand-up paddle. A ilha abriga uma das principais etapas do X Terra, que em agosto terá competições na Praia do Perequê com 1500 e 3000m de natação. A mesma praia é palco do Circuito Litoral, com distâncias ente 1000 e 5000 de natação e até meia maratona no asfalto.

Lugares para nadar em águas abertas no Brasil: Lago Paranoá, Brasília (foto: Rei e Rainha do Mar – Divulgação)

Lago Paranoá, Brasília

Quando falamos em cinco lugares no Brasil para nadar em águas abertas, não nos referimos, necessariamente, a oceano. Na Capital Federal, o Lago Paranoá faz as vezes de mar e recebe vários esportes que misturam água e vento. Grupos de natação em águas abertas como o Jacanoa se reúnem para treinar ali e o lago também recebe o Aloha Spirit,  que está com inscrições abertas. E onde é a cervejinha pós prova em BSB? Deixe sua dica nos comentários.

Salvador, Bahia

Nadar no mar da Bahia deve contar não só como treino e passeio, mas também como sessão de descarrego. Saravá! No sul de Salvador, em São Tomé de Paripé, acontece a próxima etapa do Rei e Rainha do Mar, com distâncias que variam entre 1000 e 4000m de natação. Além de natação, a competição nessa praia na Baía de Todos os Santos vai ter corrida na areia, biathlon, stand-up paddle e muitas outras formas de queimar aquele acarajé do Rio Vermelho.

*Foto abertura: Callenge Manaus

Quem escreveu

Luciana Guilliod

Data

27 de July, 2018

Share

Luciana Guilliod

Carioca da Zona Norte, hoje mora na Zona Sul. Já foi da noite, da balada e da vida urbana. Hoje é do dia, da tranquilidade e da natureza. Prefere o slow travel, andar a pé, mala de mão e aluguel de apartamento. Se a comida do destino for boa, já vale a passagem.

Ver todos os posts

Comentários

  • Luciana, Ficou excelente o seu texto! Adorei a parte do "Nadar no mar da Bahia deve contar não só como treino e passeio, mas também como sessão de descarrego. Saravá!"
    - Edson Cunha #OceanodeAventuras
    • Saravá!
      - Luciana Guilliod
  • Só Florianópolis tem mais: Barra da Lagoa; Canasvieiras; Ponta das Canas; Santo Antonio de Lisboa; Daniela; Jurerê...
    - Iorgue
    • Floripa arrasa no quesito esportes outdoors <3.
      - Luciana Guilliod

Adicionar comentário

Assine nossa newsletter

Vivemos em um mundo de opções pasteurizadas, de dualidades. O preto e o branco, o bom e o mau. Não importa se é no avião, ou na Times Square, ou o bar que você vai todo sábado. Queremos ir além. Procuramos tudo o que está no meio. Todos os cinzas. O que você conhece e eu não, e vice-versa. Entre o seu mundo e o meu.